Quanto mais rápido andamos, mais tempo vivemos

Um estudo realizado na Universidade de Sydney, na Austrália, revela que andar mais rápido pode aumentar a nossa longevidade.

Cientistas da Universidade de Sydney se uniram aos da Universidade de Cambridge, no Reino Unido, para analisar os resultados de 11 questionários realizados na Inglaterra e na Escócia, entre 1994 e 1998, nos quais os participantes relataram em que ritmo costumam caminhar frequentemente.

Os cientistas levaram em consideração a duração dos exercícios físicos realizados, intensidade, idade, sexo e massa corporal.

De acordo com a pesquisa, andar a um ritmo normal está associado a uma redução de 20% do risco da mortalidade, comparado com um ritmo mais lento. Pelo contrário, um ritmo mais acelerado significa 24% de redução do risco da mortalidade.

“De 5 a 7 km/h corresponde a um ritmo rápido de caminhada, embora isso dependa da forma de cada pessoa. Ainda assim, um indicador alternativo é andar a um ritmo que nos deixa suados e com a respiração levemente acelerada”, refere Emmanuel Stamatikis, pesquisador da Universidade de Sydney.

Na experiência, os cientistas observaram também que as pessoas com mais de 60 anos que andam a um ritmo médio tiveram 46% de redução do risco de morte por motivos cardiovasculares, enquanto que aqueles que caminham rapidamente tiveram uma redução de 53%.

No que diz respeito aos indicadores, enquanto o sexo e a massa corporal não parecem influenciar os resultados, andar a um ritmo médio ou rápido está associado ao risco reduzido de todas as causas de mortalidade e doenças cardiovasculares. Todavia, o ritmo não pareceu influenciar na probabilidade de uma pessoa morrer de câncer.

O principal objetivo dos cientistas com a pesquisa é enfatizar a importância do ritmo da caminhada na saúde das pessoas.

“Há situações que nos impedem de andar mais, quer seja por pressões de tempo ou questões ambientais que impossibilitam a caminhada. Nessas situações, andar mais rápido pode ser uma boa opção para aumentar o ritmo cardíaco, uma opção que a maior parte das pessoas pode adotar no seu dia a dia”, conclui o cientista.

Ciberia // HypeScience / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Oferta de perfuração do Ártico tem fracasso histórico por falta de interessados

O recente leilão que oferecia arrendamentos de perfuração de petróleo no Ártico foi um fracasso. Esperava-se que a chamada atraísse muitos interessados em explorar a área no Alasca, mas a realidade foi outra. A notícia é …

Palácio mais antigo da China de 5.300 anos é descoberto perto de antiga capital

Palácio descoberto no sítio arqueológico de Shuanghuaishu, nos arredores da cidade de Zhengzhou, uma das oito capitais antigas, foi construído por volta de 3300 a.C., ou seja, tem cerca de 5.300 anos, sendo possivelmente a …

Variante da Covid-19 no Brasil faz Reino Unido banir viajantes da América Latina e Portugal

O governo britânico proibiu, nesta quinta-feira, as chegadas de todos os países da América do Sul e do Panamá, além de Portugal, em resposta à nova variante da Covid-19, descoberta no Brasil. A decisão …

CEO do Twitter defende banimento de Trump da rede social

Jack Dorsey diz que medida resulta do “fracasso” da plataforma em mediar diálogo saudável e admite que pode abrir “precedente perigoso”. Proibição veio após presidente dos EUA insuflar apoiadores que invadiram Capitólio. O CEO da rede …

O zumbido de fundo do universo pode ter sido ouvido pela primeira vez

Baseado no que sabemos sobre ondas gravitacionais, o Universo deve estar cheio delas. Cada par de buracos negros ou estrelas de nêutrons e colisão, cada supernova com núcleo em colapso — até mesmo o próprio …

Monocultura da soja destruiu mais de 30% do cerrado brasileiro entre 2004 e 2017, alerta WWF

Os 24 principais focos de desmatamento no mundo provocaram a perda de uma superfície equivalente ao tamanho do Paraguai em menos de uma década, aponta um relatório do Fundo Mundial para a Natureza (WWF, na …

Coreia do Sul eleva capacidades de combate para conter ameaça norte-coreana

A Coreia do Sul planeja elevar suas capacidades militares para conter as ameaças de mísseis de curto alcance dos norte-coreanos, declarou o Ministério da Defesa sul-coreano. A declaração ocorreu após os norte-coreanos prometerem elevar o arsenal …

Como a vacinação em massa salvou a Escócia em 1950

Em 2021, haverá uma campanha de vacinação em massa como nenhuma outra realizada no mundo. Hoje se trata de parar o covid-19, mas, em meados do século passado, um programa de vacinação se tornou a …

Em provocação a Biden, Kim Jong-un avisa que vai reforçar arsenal nuclear da Coreia do Norte

O líder norte-coreano, Kim Jong-un, afirmou que vai reforçar o arsenal nuclear de seu país, em discurso de encerramento do congresso do partido no poder, anunciou nesta quarta-feira (13) a imprensa oficial, a uma …

Bolsonaro sabota combate à covid-19, diz relatório da Human Rights Watch

Estudo anual da Human Rights Watch sobre direitos humanos no mundo reserva capítulo com duras críticas ao governo brasileiro e diz que ele agiu deliberadamente para minar políticas contra a pandemia. O presidente Jair Bolsonaro agiu …