Os romanos podem ter sido os primeiros caçadores de baleias

Ossadas de baleias cinzentas e baleias-francas do Atlântico Norte foram encontradas no Estreito de Gibraltar. Esses ossos sugerem que, nos primeiros séculos depois de Cristo, as baleias não só circulavam por mares europeus como também eram caçadas por povos romanos.

As baleias francas eram encontradas em todo o Atlântico Norte durante essa época, com locais de reprodução espalhados pelas costas do norte da Espanha e do noroeste da África.

Mas hoje o cenário é diferente. A partir da Idade Média houve um aumento significativo da caça dessa espécie e, atualmente, ela só é encontrada ao norte do globo.

Por volta do século XVIII, foi a vez das baleias cinzentas desaparecerem do Atlântico Norte. Atualmente, podemos encontrá-las no Pacífico.

Os esqueletos desses animais foram encontrados em cinco sítios arqueológicos localizados ao longo do Estreito de Gibraltar e no noroeste da Espanha, juntamente com restos de golfinhos e elefantes.

Os pesquisadores afirmam que esse achado sugere que essas baleias podem ter sido comuns na entrada do Mediterrâneo e que os romanos poderiam tê-las caçado.

Ana Rodrigues, primeira autora da pesquisa do Centro de Ecologia Funcional e Evolutiva do CEFE, na França, e sua equipe examinaram dez ossos recolhidos durante as escavações arqueológicas ou alojados em coleções de museus.

Os ossos eram provenientes de cinco locais – quatro do Estreito de Gibraltar e um da costa noroeste da Espanha. Três dos locais estavam ligados à indústria romana de salga e molho de peixe, informa o The Guardian.

A equipe combinou a análise anatômica com novas análises baseadas tanto no DNA extraído dos ossos como no colágeno – uma proteína cuja composição difere entre grupos de espécies e que se degrada mais lentamente do que o DNA. Todos os ossos foram datados da época romana ou pré-romana, através de datação por carbono

A equipe sugere assim, no artigo científico publicado recentemente nos Proceedings of the Royal Society, que tanto as baleias cinzentas como as baleias-francas do Atlântico Norte eram comuns nas águas ao redor do estreito de Gibraltar durante a época romana.

Essa teoria é ainda apoiada por escritos da época. Plínio, o Velho – um naturalista que morreu na costa de Pompeia durante um desastre vulcânico – parece se referir ao parto de baleias nas águas costeiras de Cádis (sul da Espanha) no inverno na sua Naturalis Historia.

E se as baleias estivessem mesmo presentes, é muito provável que os romanos as caçassem. Vicki Szabo, especialista em história da caça da Western Carolina University, disse que o estudo oferece um vislumbre dos habitats passados ​​das baleias, além de reforçar que a caça industrial poderia ter acontecido muito antes do que se pensava.

“As baleias são consideradas arqueologicamente invisíveis porque poucos ossos são transportados da costa para o solo. Assim, neste contexto, essa concentração de espécies é significativa”, disse.

Também de acordo com os textos do autor grego Opiano de Apameia, que viveu no século II, as baleias eram caçadas com arpões, cortadas com tridentes e machados e levadas posteriormente para a costa.

Ainda assim, permanece incerto se os romanos caçavam, ou não, esses mamíferos. Erica Rowan, arqueóloga da Universidade de Londres, afirma que se as baleias tivessem sido caçadas em escala industrial, deveria haver mais evidências. “Não em sítios zoológicos, mas talvez na literatura ou na cerâmica”, sustenta.

No entanto, a autora principal se mantém confiante no que toca à descoberta. “Esse estudo pode mudar nossa perspectiva sobre a economia romana“, frisa Ana Rodrigues.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …