Reconstituição revela rosto de homem que habitava o Brasil há 2 mil anos

Unicap

Reconstrução do rosto do “Flautista” do Rio de Janeiro

O Museu de Arqueologia da Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) apresentou nesta terça-feira (24) a reconstrução do rosto de um homem de aproximadamente dois mil anos.

Encontrado na década de 1980 no Sítio Furna do Estrago, no Brejo da Madre de Deus, município da região do Agreste Pernambucano, o crânio foi batizado de “Flautista”. O nome foi escolhido porque junto ao corpo foi encontrada uma flauta feita de tíbia humana.

Estudos realizados apontaram que o homem tinha aproximadamente 45 anos e pertencia a uma comunidade que não era nômade, ou seja, que se fixou por um longo período de tempo na região do agreste pernambucano.

“Essa população já era um pouco mais diferenciada porque ela permanecia neste local, ela não era mais tão nômade como os seus antepassados, então ela permaneceu nesse local por um longo período de tempo”, explicou Roberta Richard Pinto, coordenadora do Museu de Arqueologia, à Agência Sputnik.

O processo de reconstrução da face do “Flautista” demorou cerca de uma semana e meia para ser concluído. Primeiro foram tiradas diversas fotos de várias posições do crânio e depois foi necessário fazer o preenchimento do rosto.

O crânio é só a parte da caixa craniana, mas o nosso rosto é composto por tecidos moles, musculatura, gordura, etc. O designer Cícero Moraes trabalhou com as medidas que já existem de parâmetro de preenchimento de rosto. Essa técnica tem em torno de 80% de confiabilidade na reconstituição”, apontou Roberta Richard Pinto.

Moraes esteve também envolvido na reconstituição do verdadeiro rosto de D.Pedro I, uma inédita reconstituição facial feita em 3D a partir de fotografia do crânio do monarca, e na reconstrução do rosto de São Valentim.

A coordenadora do museu também contou que o “Flautista” tinha toda sua dentição, o que pode indicar que a comunidade a qual pertencia tinha um cuidado especial com os próprios corpos.

“Para a ciência como um todo a importância dessa descoberta é o reconhecimento de populações antecessoras à colonização, que pouco se sabe em registros. Ela vai ajudar a entender não só a região de Pernambuco, como também o Brasil, em termos de etnia, de desenvolvimento de etnia e troncos linguísticos”, diz Roberta Richard Pinto.

“Esse trabalho vai ajudar bastante os arqueólogos, biólogos e historiadores a trabalharem”, conclui a pesquisadora.

O próximo passo, agora, é criar um modelo físico feito a partir dessa reconstituição e que ficará exposto no museu.

Ciberia // EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Ultrassom destrói células cancerosas

Cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia e do Instituto de Pesquisa Beckman da Cidade da Esperança desenvolveram uma técnica de ultrassom direcionado de baixa intensidade que mata células cancerígenas sem afetar as células saudáveis …

Robôs são maior ameaça à humanidade que mudança climática, segundo especialista

Especialista em inteligência artificial acredita que robôs podem ser hackeados por terroristas, além de outros problemas, tornando-os potencialmente perigosos para o homem. Se por um lado a tecnologia pode ajudar o homem em suas tarefas do …

Sem capacidade para reciclar, Malásia devolve lixo para países desenvolvidos

A Malásia devolveu 150 contêineres de lixo ilegal para seus países de origem. Entre eles estão os Estados Unidos, a França, o Reino Unido e o Canadá, anunciaram as autoridades nesta segunda-feira (20). Segundo …

Defesa de Trump diz que processo de impeachment é ilegal

Em primeira manifestação formal desde o início do julgamento do presidente, defesa acusa oposição democrata de tentar interferir nas eleições de 2020. Os advogados do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disseram neste sábado que o …

Cidade de interior de SP inicia tarifa zero no transporte público

Enquanto diversas capitais ao redor do país aumentam o valor das passagens no transporte público, algumas outras cidades pensam diferente. Se o transporte coletivo gratuito parece um sonho inalcançável e utópico, algumas administrações públicas buscam maneiras …

Quantos anos de vida saudável os ricos ganham em relação aos pobres?

Um novo estudo europeu e americano descobriu que os ricos possuem cerca de nove anos de vida saudável a mais do que os pobres. A pesquisa foi bastante abrangente – os cientistas analisaram dados de mais …

O país sul-americano que deve crescer 14 vezes mais que a China neste ano

A Guiana ganhou na loteria e está prestes a resgatar o prêmio. Seus vizinhos, especialmente a Venezuela, aguardam intrigados para saber em que ela vai gastar. De acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a economia …

Portugal supera marca histórica de 500 mil imigrantes residindo no país; brasileiros são a maioria

Portugal atingiu um número recorde de imigrantes vivendo no país. O anúncio foi feito pelo governo nesta quarta-feira (15), durante debate no Parlamento sobre o Orçamento de Estado para 2020. "Os dados preliminares levam a dizer …

Papa Francisco nomeia primeira mulher para cargo de alto escalão no Vaticano

Pela primeira vez, uma mulher ocupará um cargo de alto nível no Vaticano. O Papa Francisco nomeou Francesca Di Giovanni para a função de vice-ministra da Secretaria de Estado da Santa Sé, órgão equivalente ao …

Khamenei chama Trump de "palhaço" e exalta ataque a bases dos EUA

Em primeiro sermão desde 2012, líder supremo do Irã afirma que Trump finge apoio ao povo iraniano e pede união após dizer que queda de avião foi "acidente trágico". EUA admitem que militares ficaram feridos. O …