Trump “traidor” recua e diz que, afinal, a Rússia pode ter manipulado eleições

Heikki Saukkomaa / Lehtikuva Handout

Donald Trump cedeu à pressão e afirmou, nesta terça-feira (17), que acredita nas conclusões dos serviços secretos de que houve, de fato, ingerência russa nas eleições presidenciais de 2016.

O presidente dos Estados Unidos disse nesta terça que não se explicou da melhor forma na coletiva com Vladimir Putin, depois da cimeira desta segunda-feira. Face à contestação perante a sua atitude na cúpula, Trump deu um salto à retaguarda e disse: “Aceito que houve interferência russa“.

“Em frase fundamental nas minhas declarações, disse o que devia em vez do que não devia. A frase devia ser ‘não vejo motivos para que NÃO tenha sido a Rússia’. Uma espécie de dupla negativa. Acho que isso clarifica as coisas”, disse em declarações aos jornalistas, e no Twitter, antes de se reunir com membros do Congresso, para dar explicações sobre o conteúdo da reunião com o presidente russo, informa o Público.

Segundo o New York Times, a atitude de Donald Trump trouxe uma nova palavra para os críticos do presidente (e até mesmo alguns dos seus aliados): “traição”. Suas declarações provocaram uma enchente de críticas, por parte de seus próprios apoiantes republicanos.

Na coletiva de imprensa a partir da Sala Oval, Trump garantiu também confiar e apoiar os serviços secretos assim como as agências norte-americanas, adiantando que “aceita” as conclusões tornadas públicas sobre a suposta ingerência russa nas eleições presidenciais que ditaram a vitória de Donald Trump, em 2016.

Ainda assim, Trump disse que qualquer ação por parte da Rússia não teve qualquer impacto nos resultados finais da votação norte-americana.

“O poodle de Putin”

Dúvidas não restam a mídia internacional: Vladimir Putin saiu vencedor do encontro com Donald Trump. O jornal finlandês Kauppalehti deixa esse resultado bem claro na capa – “Trump 0 — Putin 1” – enquanto que o britânico Daily Mail se arrisca mesmo a chamar Trump de “o poodle de Putin”.

O Observador destaca que a tentativa de Trump de afastar as acusações de uma suposta interferência russa nas eleições norte-americanas de 2016 não passou ao lado da mídia.

O The Guardian, por exemplo, escreve que Donald Trump é “nada menos do que um traidor” e o Daily Express escreve que “a Guerra Fria acabou, diz Putin ao seu novo melhor amigo”.

A opinião geral parece apenas não atrair o Rossiyskaya Gazeta, publicado pelo governo. O diário russo garante que as relações entre os dois países melhoraram e que os amigos não devem lutar entre si.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Voyager 2 da NASA já entrou no espaço interestelar

Pela segunda vez na história, um objeto feito pelo homem alcançou o espaço entre as estrelas. A sonda Voyager 2 da NASA saiu da heliosfera – a bolha protetora de partículas e campos magnéticos criada …

Freiras desviam 500 mil de escola católica para jogar em Las Vegas

Duas freiras norte-americanas admitiram terem desviado fundos escolares estimados em 500 mil de dólares para realizarem viagens aos cassinos de Las Vegas, anunciou esta semana a arquidiocese de Los Angeles. O desvio de fundos destinados a …

Uma selfie em meio aos protestos em Paris: “metáfora do nosso tempo”

Uma foto do jornalista russo Ilya Varlamov está correndo o mundo, sendo considerada por muitos internautas como um documento que “capta de forma precisa o espírito da nossa era”. A imagem de uma jovem tirando uma selfie …

Experiências de quase-morte: luz no fim do túnel pode ter explicação

Pessoas que estiveram à beira da morte afirmam ter visto uma luz branca brilhante no fim de um túnel e encontrado familiares ou animais de estimação. Apesar do tom sobrenatural, a ciência consegue explicar o …

Setenta anos depois, teste de DNA reúne mãe e filha pela primeira vez

Genevieve achava que sua bebê recém-nascida tinha morrido no parto. Mas não: foi adotada por uma família da Califórnia que mentiu sobre suas origens. Agora, mãe e filha se conheceram graças a um teste de …

“Lobisomem da Sibéria”: maior assassino em série da Rússia era policial e matou 78 mulheres

Um ex-policial russo, já condenado a prisão perpétua pela morte de 22 mulheres, foi sentenciado nesta segunda-feira (10) na Sibéria por mais 56 homicídios, o que o torna no maior assassino em série da história …

Pacto Global para Migração da ONU é aprovado por mais de 150 países

O Pacto Global para uma Migração Segura, Ordenada e Regular das Nações Unidas (ONU) foi aprovado nesta segunda-feira (10) por mais de 150 países presentes na conferência intergovernamental da organização na cidade marroquina de Marraquexe. A …

Brasileiro é eleito para Associação Internacional de Seguridade Social

O secretário de Previdência Social do Ministério da Fazenda, Marcelo Abi-Ramia Caetano, foi eleito para o cargo de secretário-geral da Associação Internacional de Seguridade Social (2019-2024). Ele será o primeiro brasileiro a ocupar a posição. Em …

Professora diz aos alunos que o Papai Noel não existe (e é demitida)

Uma professora substituta, em uma cidade norte-americana, já não vai voltar a ser chamada para dar aulas – além do Papai Noel, ela também “matou” o Coelhinho da Páscoa e a Fada do Dente. Por todo …

Maior quebra-cabeças do mundo é uma ilha congelada na Rússia

Localizado entre o Oceano Ártico e os mares gelados do norte da Sibéria, o aglomerado de rochas, conhecidas como as Ilhas da Nova Sibéria, é frio e remoto. As ilhas são uma tela quase desabitada coberta …