Rússia anuncia êxito em testes de vacina contra covid-19

USACE Europe District / Flickr

De acordo com o Ministério da Defesa, segundo grupo de voluntários teve alta após ensaios clínicos. Autoridades afirmam que todos desenvolveram resposta imunitária e que vacina não provocou complicações.

A Rússia anunciou nesta segunda-feira (20/07) ter concluído com sucesso a fase de ensaios clínicos de uma vacina contra a covid-19. Os testes foram realizados no Hospital Militar Central Burdenko, em Moscou, em conjunto com o Centro Nacional de Epidemiologia e Microbiologia Gamaleya.

Em comunicado, o Ministério da Defesa russo afirmou que o segundo grupo de voluntários recebeu alta nesta segunda-feira. As autoridades também anunciaram que “os resultados das análises mostram de forma inequívoca que todos os voluntários desenvolveram uma resposta imunitária como resultado da vacina” e que ela não provocou “complicações” ou “reações indesejadas”.

Os voluntários foram vacinados em 23 de junho e serão submetidos em 4 de agosto a uma nova série de análises de controle para confirmação dos resultados e inocuidade da vacina. Segundo o Ministério da Defesa, os ensaios clínicos foram realizados “em concordância com a metodologia científica e com a legislação em vigor, sem encurtar os prazos da investigação para que sejam evitados riscos posteriores”.

Na quinta-feira passada, Reino Unido, Estados Unidos e Canadá acusaram o país de tentar roubar informações de pesquisadores que procuram uma vacina contra a covid-19. As três nações alegaram que o grupo de hackers APT29 – também conhecido como Cozy Bear e The Dukes e que “quase certamente atua como parte do serviço de inteligência russo” – atacou instituições de pesquisa acadêmicas e farmacêuticas envolvidas no desenvolvimento de uma vacina contra o novo coronavírus. Não foi informado se alguma informação foi realmente roubada.

O Cozy Bear foi identificado por Washington como um dos dois grupos de hackers ligados ao governo russo que invadiu a rede de computadores do comitê nacional do Partido Democrata e roubou e-mails antes das eleições presidenciais de 2016.

A Rússia registra oficialmente mais de 770 mil casos de covid-19 e mais de 12 mil mortes em decorrência da doença. Em todo o mundo, já foram registrados mais de 14,5 milhões de infecções e mais de 606 mil óbitos, segundo levantamento da Universidade Johns Hopkins. Mais de 210 países e territórios registraram infecções desde o primeiro caso reportado na China, em dezembro de 2019, de acordo com a agência de notícias Reuters.

A rápida propagação da doença fez diversos países acelerarem estudos sobre uma vacina capaz de conter o novo coronavírus, chamado de Sars-Cov-2. Pesquisadores de todo o mundo correm contra o tempo para tentar concluir em poucos meses etapas de testes normalmente desenvolvidas ao longo de anos. Segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS), no total, existem no mundo 160 iniciativas para desenvolver uma vacina.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Lewandowski permite que Pazuello fique em silêncio na CPI

Ex-ministro da Saúde será obrigado a comparecer ao depoimento, mas não precisará responder perguntas que possam incriminá-lo. No entanto, será obrigado a falar a verdade em fatos e questões relacionados a terceiros. O ministro do Supremo …

Como o coronavírus afeta o fígado

O SARS-CoV-2, vírus causador da covid-19, mudou completamente a cara do mundo que conhecíamos até então. Ele afetou praticamente todos os aspectos da vida cotidiana e causou mudanças substanciais nas ciências da saúde e, portanto, na …

'Síndrome de Havana': lesão cerebral atinge ao menos 130 diplomatas e oficiais americanos, dizem EUA

Diplomatas, agentes da CIA e oficiais de defesa dos EUA relataram sintomas graves da perturbação conhecida como "síndrome de Havana" nas últimas semanas. O elevado número de casos causa espanto. Nas últimas semanas, foram relatados mais …

RJ comunica 1º caso de raiva em cachorro em quase três décadas

Pela primeira vez desde 1995, o Laboratório Municipal de Saúde Pública (Lasp) do Rio de Janeiro diagnosticou um caso de raiva animal. A descoberta parte do resultado de perícia no corpo de um cão morto …

O que dizem cientistas sobre isenção de máscaras para vacinados nos EUA

Os Estados Unidos anunciaram nesta quinta-feira (13/05) o fim da obrigatoriedade do uso de máscaras de proteção na maioria das situações para pessoas que já foram completamente vacinadas contra a covid-19. Segundo a nova orientação do …

Putin: Rússia reagirá de maneira devida às ameaças perto de suas fronteiras

Durante reunião com membros do Conselho de Segurança da Rússia nesta sexta-feira (14), o presidente da Rússia pediu que lhe fosse reportado sobre o agravamento do conflito israelo-palestino, que toca diretamente os interesses de segurança …

Covid: 16 mil pessoas foram imunizadas com doses de vacina trocadas no Brasil

Um levantamento de dados da Folha de São Paulo com informações do DataSUS, base de dados do Ministério da Saúde, mostrou que pelo menos 16 mil pessoas receberam doses de vacinas diferentes em seu processo …

Covid-19: diretor do Butantan prevê vacinação lenta até setembro no Brasil

Como diretor do Instituto Butantan desde 2017, Dimas Covas sempre precisou aliar o conhecimento técnico e científico com as particularidades do mundo político que, na visão dele, não parecem seguir uma lógica. E essa necessidade se …

Escalada de violência entre israelitas e palestinianos já fez mais de 100 mortos

O conflito entre israelitas e palestinianos subiu de tom na madrugada de hoje, com o Exército israelita a bombardear a faixa de Gaza. Desde segunda-feira já morreram 119 palestinianos nestes ataques, entre eles 31 …

Maduro diz estar disposto a negociar com oposição

Declaração é feita após líder oposicionista Juan Guaidó propor diálogo mediado por comunidade internacional. Noruega já estaria em contato com regime e oposição. O presidente da Venezuela, Nicolás Maduro, afirmou nesta quarta-feira (12/05) que está disposto …