Pedro Sánchez convoca eleições antecipadas na Espanha

Party of European Socialists / Flickr

Pedro Sánchez, primeiro-ministro espanhol

O presidente do Governo da Espanha, o socialista Pedro Sánchez, convocou nesta sexta-feira eleições legislativas antecipadas no país para o próximo dia 28 de abril, quase nove meses depois de chegar ao poder e não ter conseguido aprovar sua proposta de orçamento para 2019.

Em pronunciamento à imprensa no Palácio da Moncloa, sede do Governo, Pedro Sánchez explicou que “entre não fazer nada e governar com um orçamento que não é nosso” – em referência ao prorrogado de 2018 – e “dar a palavra, o direito de falar aos espanhóis“, escolhe a segunda opção, e o que os cidadãos decidirem “sempre será um grande acerto”.

O Congresso rejeitou na quarta-feira passada o projeto de Orçamento do Estado de 2019 com o apoio dos partidos de direita e dos independentistas catalães.

O chefe do Governo lamentou hoje que as contas do Estado para este ano não foram aprovadas, porque tinham um grande componente social, mas destacou que “há derrotas parlamentares que são vitórias sociais”, porque os espanhóis puderam ver os objetivos do Governo.

Pedro Sánchez, cujo Partido Socialista (PSOE) tem uma frágil posição no Congresso (apenas 84 deputados de um total de 350), reprovou a atitude da oposição de direita contra várias medidas sociais no Parlamento. Também criticou a excessiva polarização gerada pela tensão independentista na Catalunha.

Por uma parte atacou os partidos separatistas catalães por bloquearem os orçamentos, porque o Governo socialista rejeitou a “autodeterminação” exigida pelos soberanistas.

E, em relação ao que denominou como sua disposição ao diálogo com os partidos catalães “dentro da Constituição e da lei”, Sánchez disse que “a direita defende uma ideia de Espanha na qual não cabem muitos, só cabem eles“.

O presidente do Governo reconheceu que sem orçamento não se pode governar e pediu para se formar uma “nova maioria parlamentar para desenvolver urgências sociais” na próxima legislatura.

Sánchez chegou à chefia do Governo em 1 de junho de 2018, quando ganhou uma moção de censura contra o anterior chefe de Governo, o conservador Mariano Rajoy, com o voto de socialistas, do Unidos Podemos (esquerda), dos nacionalistas bascos e dos independentistas catalães.

As eleições de abril próximo serão as terceiras em menos de quatro anos, após as de dezembro de 2015 e as de junho de 2016, devido a que o surgimento de novos partidos gerou uma maior fragmentação parlamentar, que tornou muito complicada a formação de maiorias estáveis de governo.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Preço para voar em nave da Boeing será 60% mais caro do que na da SpaceX

O inspetor-geral da NASA divulgou nesta quinta-feira (14) um relatório sobre o Programa Commercial Crew, com detalhes sobre os problemas técnicos enfrentados pelas empresas SpaceX e Boeing no desenvolvimento de suas espaçonaves - Crew Dragon …

A corrida para salvar 33 marinheiros e 1 cachorro da ilha onde missionário foi morto por nativos há 1 ano

"Homens selvagens, provavelmente mais de 50, com armas caseiras, estão fazendo dois ou três barcos. Temo que eles nos alcancem no pôr do Sol. A vida de todos os tripulantes está em risco." A corrida contra …

Gigante chinesa do comércio eletrônico vende U$ 1 bilhão em 1 minuto

Sessenta e oito segundos. Esse foi o tempo que consumidores chineses levaram para gastar seu primeiro bilhão de dólares em vendas pela internet numa tradicional liquidação do país. O resultado surpreendente de vendas foi alcançado …

“A Tumba”: depósito de lixo nuclear está começando a se romper e afundar nas Ilhas Marshall

Antes de lançar a primeira bomba atômica do mundo, os EUA fizeram vários testes de detonações em locais remotos. O problema é que toda a radiação está até hoje nesses lugares, sendo que um desses …

Brasil dá 'sinal positivo' e valoriza participação no BRICS, diz especialista

Contrariando estimativas de que o governo de Jair Bolsonaro reduziria a importância do BRICS na sua política externa, o Brasil demonstra empenho e compromisso com o bloco, segundo especialista ouvido pela Sputnik. Em entrevista à Sputnik, …

Elon Musk fala em "curar o autismo" com as inovações da Neuralink

Participando de um podcast voltado à discussão da inteligência artificial (IA), o CEO da Neuralink, Elon Musk, erroneamente afirmou que sua empresa será capaz de curar distúrbios neurológicos como a esquizofrenia e o Alzheimer, além …

Bomba-H da Coreia do Norte seria 17 vezes mais poderosa que a de Hiroshima

Dados de satélite japonês forneceram detalhes do teste de uma arma termonuclear, realizado em 2017, indicando que sua explosão teria sido 17 vezes mais poderosa do que a bomba de Hiroshima. A Coreia do Norte estimou …

Aquecimento global afetará saúde das novas gerações, diz relatório

Um relatório publicado nesta quinta-feira na revista científica The Lancet, a poucas semanas da conferência internacional para o clima (COP25), alerta para os riscos sanitários relacionados ao aquecimento global e às emissões de gás carbônico. O …

Estudante abre fogo em escola na Califórnia

Ao menos duas pessoas morreram e outras três ficaram feridas depois que um aluno abriu fogo nesta quinta-feira (14/11) numa escola secundária no sul da Califórnia, nos Estados Unidos, causando pânico entre estudantes e funcionários. …

Governo italiano deve decretar estado de catástrofe natural em Veneza

Metade da cidade está debaixo d’água, atingida pela pior cheia em 53 anos. O nível subiu 187 cm na terça-feira (12), o segundo mais alto desde 1966. A situação levou o governo a decidir decretar …