Sol mais frio? Cientistas alertam que mínimo solar atual poderá ser o mais longo da história

Pesquisadores alertam que o mínimo solar chegou – potencialmente o mais longo da história – podendo causar mudanças climáticas caóticas e efeitos indesejáveis para viagens aéreas, devido à alta intensidade de raios cósmicos.

Um sinal de que o mínimo solar está em processo é a perda de partículas que o Sol está sofrendo – isso permite que mais fragmentos solares penetrem na Terra, cita o tabloide britânico Express.

Menos calor em um mínimo solar se deve a uma diminuição das ondas magnéticas. Essa diminuição nas ondas equivale a um Sol ligeiramente mais frio. Com menos ondas magnéticas vindas do Sol, os raios cósmicos conseguem chegar à Terra com mais facilidade (porque não precisam lutar contra tantos ventos solares), podendo causar sérios impactos para o nosso planeta, inclusive nas viagens aéreas e para o nosso clima.

Com esses raios cósmicos em alta, cientistas sabem que o Sol está prestes a entrar em um período de resfriamento prolongado.

Especialistas preveem ainda que o ciclo solar 25 (atual) deve ser parecido com o ciclo solar 24, que foi marcado por um mínimo longo e um máximo de baixa intensidade.

“O Sol continua sendo muito silencioso e tem estado sem manchas solares neste ano mais da metade do tempo à medida que nos aproximamos do que é provável que seja um mínimo solar profundo”, afirma ao site Perspecta Weather o meteorologista Paul Dorian.

“Um dos impactos naturais da diminuição da atividade solar é o enfraquecimento do vento solar ambiente e do seu campo magnético que, por sua vez, permite que cada vez mais raios cósmicos penetrem no Sistema Solar. A intensificação dos raios cósmicos pode ter consequências importantes em coisas como a nebulosidade e o clima da Terra, a segurança de passageiros aéreos e como um possível mecanismo desencadeador de relâmpagos”, explica.

Esse processo solar longo e profundo poderia fazer com que as temperaturas médias da Terra caiam.

O mínimo solar mais longo da história, o Mínimo de Maunder, ocorreu entre 1645 e 1715 e durou incríveis 70 anos. Este fenômeno fez com que as temperaturas caíssem globalmente em 1,3 grau Celsius, além de ter encurtado as estações e gerado escassez de alimentos – tal efeito foi chamado de “Era do Gelo em miniatura”.

O site meteorológico Vencore Weather ressalta que “a baixa atividade solar é conhecida por ter consequências sobre as condições meteorológicas e o clima da Terra”, além de estar “correlacionada com um aumento dos raios cósmicos que atingem a parte superior da atmosfera”.

“O Sol em branco é um sinal de que o próximo mínimo solar está se aproximando e haverá um número crescente de dias sem manchas solares nos próximos anos”, complementou.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Greve global pelo clima está marcada para o dia 19 de março

As mudanças climáticas costumam ser tratadas como uma pauta menos urgente e com maior prazo para ser resolvida, mas a verdade é que, pela gravidade do quadro e pela totalidade de sua abrangência, ela é …

Farmacêutico dos EUA que danificou centenas de doses da Moderna declarou-se culpado

O farmacêutico que tentou sabotar quase 600 doses da vacina da Moderna do Aurora Medical Center, no estado norte-americano de Wisconsin, se declarou culpado. O farmacêutico norte-americano Steven Brandenburg, de 46 anos, se declarou culpado por …

Cepa brasileira eleva preocupação mundial com mutações do coronavírus

A variante do coronavírus do Amazonas, assim conhecida por ter sido detectada pela primeira vez em pessoas que estiveram no estado brasileiro, ao lado de cepas identificadas no Reino Unido e na África do Sul, …

AstraZeneca nega que venderá vacinas ao setor privado

A farmacêutica soltou um comunicado após o governo federal brasileiro ter dado aval para empresas privadas adquirirem um lote de 33 milhões de doses do imunizante. Mais cedo, o presidente Jair Bolsonaro comemorou a possibilidade. A …

Islândia começa a emitir 'passaportes de vacinação' em meio à polêmica na UE

A Islândia emitiu seus primeiros "certificados" de vacinação destinados a facilitar as viagens de pessoas vacinadas contra a Covid-19, os chamados "passaportes de vacinação", segundo informações das autoridades nesta terça-feira. Ela se tornou um …

Governo alemão rejeita especulações sobre baixa eficácia da vacina de Oxford

Ministério da Saúde sugere que jornais confundiram proporção de idosos no estudo da AstraZeneca com percentual de eficácia em pessoas acima de 65 anos. Imbróglio deve ser esclarecido com análise de reguladores europeus. O ministro da …

Cidade é a 1 ª da América do Norte a ter doação automática de órgãos

A Nova Escócia acaba de se tornar a primeira jurisdição na América do Norte a implementar a doação automática de órgãos para quem vive na região. A nova Lei de Doação de Órgãos e Tecidos Humanos …

O maior mar da lua Titã pode ter mais de 300 metros de profundidade

Os oceanos da Terra não são os únicos que guardam vários mistérios ainda não explorados: os lagos e mares de Titã, a maior lua de Saturno, também são enigmáticos. Assim, em um novo estudo, astrônomos …

Xi deixa alerta para Biden: protecionismo norte-americano pode gerar 'nova Guerra Fria'

O líder chinês deixou um aviso para o presidente norte-americano, Joe Biden: os EUA arriscam entrar em uma nova Guerra Fria se continuarem com as políticas protecionistas do ex-presidente Donald Trump. Em um discurso virtual na …

Polícia prende ladrões que abriam túmulos e roubavam crânios para rituais nos EUA

A polícia do condado de Lake, no estado da Flórida, nos EUA, prendeu dois homens acusado de violarem sepulturas e roubarem crânios e ossos no cemitério Edgewood, na região. A investigação utilizou DNA encontrado em charuto, …