“Super-Terra” a 40 anos-luz pode possuir sinais de vida

Apenas algumas décadas atrás, a ideia de quaisquer planetas alienígenas existentes nos confins do espaço era apenas hipotética. Agora, sabemos de milhares desses planetas – e hoje, os cientistas podem ter descoberto o melhor candidato para abrigar vida alienígena.

Esse candidato é o LHS 1140b, um exoplaneta orbitando uma estrela anã vermelha a 40 anos-luz da Terra – a equipe internacional de astrônomos que o descobriu tem o chamado de “super-Terra”. Usando o instrumento HARPS do ESO e uma gama de telescópios ao redor do mundo, os astrônomos localizaram o exoplaneta orbitando a estrela dentro de sua zona habitável.

Este mundo passa em frente de outras estrelas enquanto orbita, provavelmente reteve a maior parte de sua atmosfera e é um pouco maior e muito mais maciço do que a Terra. Em suma, super-Terra LHS 1140b está entre os mais empolgantes objetos conhecidos para estudos atmosféricos.

Embora o LHS 1140b esteja dez vezes mais próximo de sua estrela do que a Terra está do Sol, as anãs vermelhas são muito menores e mais frias do que o Sol, portanto a super-Terra está no meio da zona habitável e recebe cerca de metade da luz solar de sua estrela do que a Terra.

“Este é o exoplaneta mais emocionante eu vi na última décad”, diz o autor principal Jason Dittmann, do centro Harvard-Smithsonian de astrofísica. “Nós dificilmente poderíamos esperar um alvo melhor para realizar uma das maiores buscas da ciência – procurando evidências de vida além da Terra”.

Vida como conhecemos

Para sustentar a vida como a conhecemos, um planeta deve manter uma atmosfera e ter água líquida na superfície. Quando estrelas vermelhas anãs são jovens, elas emitem radiação que pode danificar as atmosferas dos planetas ao seu redor.

O tamanho grande deste planeta indica que um oceano de magma pode ter existido em sua superfície por eras, alimentando o vapor na atmosfera e reabastecendo o planeta com água até que a estrela tenha refrigerado e chegado e se mantido constante no seu momento atual.

Os astrônomos estimam que o planeta tem pelo menos cinco bilhões de anos de idade e deduzem que ele tem um diâmetro de quase 18 mil quilômetros – 1,4 vezes maior que o da Terra. Sua maior massa e densidade implica que provavelmente é feito de rocha, com um núcleo de ferro denso.

Dois dos membros europeus da equipe, Xavier Delfosse e Xavier Bonfils, declararam no comunicado: “O sistema LHS 1140 pode revelar-se um alvo ainda mais importante para a futura caracterização de planetas na zona habitável do que o Proxima b ou o TRAPPIST- 1. Este foi um ano notável para descobertas de exoplanetas!”.

Os cientistas esperam que as observações com o Telescópio Espacial Hubble permitam, em breve, avaliar a quantidade de radiação de alta energia que o exoplaneta recebe, e ainda mais no futuro – com a ajuda de novos telescópios como o Telescópio Extremamente Grande do ESO e o Telescópio James Webb – observações detalhadas das atmosferas dos exoplanetas serão possíveis.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Trump contradiz especialista e afirma que logo haverá vacina

Presidente diz que vacina contra covid-19 estará disponível daqui a algumas semanas, apenas horas depois de diretor de agência de saúde afirmar que ampla vacinação provavelmente ocorreria apenas em 2021. O presidente dos Estados Unidos, Donald …

Médicos estão prontos para implantar o primeiro olho biônico do mundo

Um time de cientistas da Monash University (Austrália) criou um “olho biônico” que, de acordo com eles, tem o potencial de devolver a visão a cegos através de um implante no cérebro. Os pesquisadores estão a …

Um planeta do tamanho de Júpiter conseguiu sobreviver perto de uma anã branca

Normalmente, para que uma anã branca seja formada, uma estrela passa pelo fim de sua evolução através de um processo que destrói qualquer coisa que estiver por perto. Entretanto, os astrônomos se depararam com um …

Internado há uma semana com Covid-19, cacique Raoni deve deixar o hospital

Internado há uma semana, o cacique Raoni Metuktire deverá deixar o hospital onde estava internado nas próximas horas, ainda nesta sexta-feira (4). Ele se recuperou de uma inflamação cardíaca, efeito colateral da Covid-19, e …

Barbados pretende destituir Elizabeth 2ª como chefe de Estado

Barbados pretende destituir a rainha Elizabeth 2ª do cargo de chefe de Estado e se tornar uma República, anunciou na terça-feira (15/09) o governo da pequena nação caribenha, reavivando um plano discutido várias vezes no …

Fator inesperado pode estar na base da existência de antiga civilização

Especialistas consideram que o fluxo de frações de poeira grossa favoreceu a fertilidade dos solos, e, dessa forma, a sobrevivência dos primeiros humanos. Um novo estudo defende que a existência de uma antiga civilização humana poderia …

Alemanha vai receber 1.550 refugiados que tiveram pedidos de asilo aceitos na Grécia

A Alemanha vai receber cerca de 1.550 migrantes que estão espalhados em várias ilhas gregas. A chanceler Angela Merkel costurou um acordo com seu ministro do Interior, Horst Seehofer, que era reticente à proposta, …

Em estudo, pesquisadores mostram por que é tão difícil encontrar vida em Marte

Julho de 2020 foi um mês agitado: três missões foram lançadas com destino ao Planeta Vermelho e, entre elas, está a missão Mars 2020, da NASA, levando consigo o rover Perseverance e helicóptero Ingenuity rumo …

O privilégio branco da professora universitária ‘negra’ que enganou todo mundo

Acadêmica voltada para estudos sobre diásporas africanas, a norte-americana Jessica Krug sustentou a carreira sob a alegação de ser negra. Contudo, a professora assistente da George Washington University resolveu se autodeclarar branca e desmentir suas …

Yoshihide Suga é eleito primeiro-ministro do Japão

O Parlamento do Japão elegeu nesta quarta-feira (16/09) Yoshihide Suga para o cargo de primeiro-ministro, em substituição a Shinzo Abe, que renunciou por questões de saúde após quase oito anos como líder do governo. Suga, de …