Suspeito de hackear Moro diz que outro investigado pretendia vender conteúdo ao PT

Marcelo Camargo / Abr

Juiz Sérgio Moro

Gustavo Santos, um dos suspeitos de ter invadido contas do aplicativo de mensagens Telegram de autoridades, contou nesta quarta-feira à Polícia Federal (PF) que outro investigado, Walter Delgatti Neto, lhe disse que pretendia vender ao PT conversas interceptadas do ministro da Justiça, Sergio Moro.

O conteúdo do depoimento à PF foi revelado a jornalistas pelo advogado de Santos, Ariovaldo Moreira. “O Walter disse (a Gustavo Santos) que a intenção seria vender ao PT. Meu cliente não sabe se ele (realmente) vendeu ou não, se entregou de graça para alguém, meu cliente não sabe”, disse Moreira.

Santos, que é amigo antigo de Delgatti, nega que tenha participado da invasão de contas de Telegram de autoridades. Segundo Moreira, seu cliente estava afastado de Delgatti, após ele próprio ter sido hackeado pelo amigo. Delgatti, então, teria mostrado as mensagens no seu computador, por meio de uma ligação de vídeo com Santos, numa possível tentativa de reaproximação.

Moro reportou à PF uma tentativa de invasão do seu celular em 4 de junho. Já os procuradores da Lava Jato em Curitiba notaram ação semelhante em abril, segundo a polícia.  Santos, Delgatti e mais duas pessoas foram presas provisoriamente na terça, suspeitos de formar uma organização criminosa.

A polícia não apresentou, até o momento, evidências que confirmem ou descartem que a atuação do grupo tenha relação com as conversas que vêm sendo reveladas desde 9 de junho pelo site The Intercept Brasil, envolvendo Moro, o chefe da força-tarefa da Lava Jato, Deltan Dallagnol, e outros procuradores. Caso os diálogos sejam verdadeiros, indicam uma atuação ilegal de Moro a favor da acusação nos casos da Lava Jato.

No Twitter, no entanto, o atual ministro da Justiça relacionou as prisões desta terça-feira com as mensagens divulgadas pelo Intercept Brasil. “Parabenizo a Polícia Federal pela investigação do grupo de hackers, assim como o MPF e a Justiça Federal. Pessoas com antecedentes criminais, envolvidas em várias espécies de crimes. Elas, a fonte de confiança daqueles que divulgaram as supostas mensagens obtidas por crime”, escreveu.

O Intercept Brasil diz que recebeu o conteúdo de uma fonte anônima, semanas antes do dia 4 de junho, quando Moro reportou a invasão. Todas as conversas divulgadas até agora envolvem Dallagnol, indicando que o material em posse do site veio da conta de Telegram do procurador.

// BBC

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …