Telescópio construído em cooperação com a Rússia vai proteger os céus do Brasil

L'Astorina / Wikimedia

Cúpula do Observatório do Pico dos Dias, LNA, Brazópolis (MG)

Cúpula do Observatório do Pico dos Dias, LNA, Brazópolis (MG)

Esta quarta-feira (5) os satélites de comunicação na órbita da Terra terão menos risco de colisão com detritos espaciais, graças à inauguração do novo telescópio russo instalado pela Roscosmos no Observatório do Pico dos Dias, em Brazópolis (MG), para monitorar o lixo espacial.

O projeto é uma parceria entre o Laboratório Nacional de Astrofísica (LNA), junto ao Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovações, e a Roscosmos, a agência espacial da Rússia, que financiou o projeto, cujo custo foi de R$ 10 milhões.

O novo telescópio é fruto de um convênio de cooperação científica dentro do acordo dos BRICs, assinado em 2016, e é o primeiro telescópio da Roscosmos no hemisfério sul.

A instalação do telescópio faz parte do projeto da Agência Espacial Russa intitulado Panoramic Electro-Opical System for Space Debris Detection (PanEOS), que prevê a construção e operação de uma rede de instalações desse tipo de telescópio na Rússia e em vários outros pontos do planeta para ampliar o mapeamento da órbita terrestre e o monitoramento do lixo espacial.

A agência Sputnik Brasil conversou com o diretor do LNA, Bruno Castilho, que explicou a importância prática e teórica dessa parceria.

“A importância prática para o Brasil é o fato do acordo que já existe, entre a Agência Espacial da Rússia e a Agência Espacial Brasileira, para construção de satélites e utilização pacífica do espaço ser ainda mais reforçado”, explicou o especialista.

Castilho explica ainda que quando o Brasil for lançar um satélite novo,  poderá ter acesso aos dados do mapa de detritos espaciais feito pela Roscosmos, colocado assim o seu satélite em uma órbita mais segura e protegendo um investimento brasileiro.

“Além disso, os pesquisadores da área de astronomia no Brasil vão poder usar todos os dados obtidos por este telescópio para pesquisarem supernovas, estrelas variáveis, asteroides, bem como para outras atividades científicas, reutilizando assim esses dados e dando mais utilidades para eles”, explicou o especialista.

“Um aspecto muito importante desse projeto é o fato de abrir portas para novos projetos de desenvolvimento de tecnologia em parceria. O Brasil e a Rússia são dois países que possuem muitas possibilidades de cooperação, mas têm aproveitado muito pouco por motivos de distanciamento”, destacou Castilho.

Ele disse ainda que, no nível institucional ou de ministérios, tem muito ainda a ser feito nessa área de cooperação Brasil-Rússia. Esse projeto está demonstrando que esses dois países têm muito a contribuir e que isso pode ser feito.

“Em apenas um ano, desde a assinatura do acordo, que foi no dia 7 de abril de 2016, o projeto foi executado e está pronto para operar este mês. É um sucesso de desenvolvimento. Em apenas um ano, o projeto saiu do papel para o funcionamento”, disse Castilho.

Segundo o diretor do LNA, o projeto ainda possui um significado especial, pois foi feito no âmbito da cooperação entre os BRICs.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …