Testemunhas de Jeová condenados na Rússia por suposto extremismo

Penas vão de dois a três anos e meio de prisão. Denominação é ilegal na Rússia desde 2017, vista pela Igreja Ortodoxa, com apoio de Putin, como “seita estrangeira que mina instituições estatais”. Advogados vão recorrer.

Um tribunal da Rússia sentenciou seis membros do movimento Testemunhas de Jeová por pertenceram a uma “organização extremista“. Há dois anos a denominação cristã fundada nos Estados Unidos é ilegal no país.

Segundo agências de notícias, a corte regional da cidade de Satatov, no oeste russo, condenou na quinta-feira (19/09) os ativistas religiosos a penas de dois a três anos e meio de prisão, considerando-os culpados de atividades extremistas “continuadas”. Além disso, os seis estão proibidos de exercer cargos de liderança nos próximos cinco anos.

Em 2017, o Supremo Tribunal da Rússia declarou ilegal o movimento milenarista e restauracionista. A Igreja Ortodoxa Russa, aliada do presidente Vladimir Putin, o classifica como uma seita estrangeira que mina as instituições estatais. Por outro lado, consta que o chefe de Estado frisou que seus integrantes não devem ser vistos como terroristas.

Os advogados dos seis condenados pretendem recorrer das sentenças, informou o porta-voz do grupo, Jarrod Lopes, baseado nos EUA, segundo quem as prisões se fundamentaram na falácia de que a fé em Deus seja uma atividade extremista.

Na opinião de Rachel Denber, da ONG pelos direitos humanos sediada em Nova York Human Rights Watch (HRW), os homens foram encarcerados sem nenhum motivo. Lopes acrescentou que, citando a Bíblia, os sentenciados afirmaram ao tribunal não abrigar qualquer animosidade.

Estima-se que, dos cerca de 8,5 milhões de testemunhas de Jeová no mundo inteiro, 170 mil vivam na Rússia. Autoproclamados praticantes de um “cristianismo primitivo”, estritamente baseado na Bíblia, eles rejeitam aspectos da vida moderna como o serviço militar e transfusões de sangue.

Em maio, a Justiça russa condenou um dinamarquês a seis anos de prisão por associação com o Testemunhas de Jeová. O movimento afirma que mais de 250 de seus integrantes respondem atualmente a processo na Rússia, estando 41 detidos e 23 outros em prisão domiciliar.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

'Morra quem morrer', diz prefeito na Bahia ao decretar reabertura do comércio

O prefeito da cidade de Itabuna (BH), Fernando Gomes, declarou em vídeo divulgado nas redes sociais que autorizará reabertura de estabelecimentos comerciais em 9 de julho. Ao anunciar a implementação do decreto que autorizará reabertura do …

Édouard Philippe, premiê francês, pede demissão e deixa cargo após três anos

O primeiro-ministro francês, Édouard Philippe, apresentou sua demissão nesta sexta-feira (3) ao presidente Emmanuel Macron, que aceitou o pedido. O anúncio foi feito nesta manhã pela assessoria do palácio do Eliseu, a sede da …

Crânio achado em tumba submarina revela aparência de homem da Idade da Pedra

Oscar Nilsson, um artista forense sueco, reconstruiu virtualmente a aparência de um homem da Idade da Pedra, cujo crânio sem mandíbula foi encontrado em uma estaca dentro de uma tumba submarina de aproximadamente oito mil …

Alemanha quer eliminar extremismo de direita de tropa de elite

Com reforma, Ministério da Defesa alemão pretende "apertar o botão de reset" no KSK, unidade de elite das Forças Armadas abalada por escândalos sobre envolvimento de seus membros com extremismo de direita. A ministra alemã da …

Putin, presidente "eterno"? Para mais de 75% dos russos, a resposta é sim

Vladimir Putin, presidente "vitalício"? Essa é uma das apostas da votação que termina hoje na Rússia, e que vem sendo apoiada por cerca de 73,55% dos eleitores, que até agora votaram “SIM” neste referendo. Se …

Funcionários da Tesla são demitidos por ficarem em casa

Quando a fábrica da Tesla na Califórnia (EUA) reabriu em meados de maio, o CEO, Elon Musk, tranquilizou os trabalhadores dizendo que não precisariam ir à fábrica se "se sentissem desconfortáveis". No entanto, apesar do comunicado, …

Brasil supera marca de 60 mil mortes por covid-19

Segundo dados das secretarias estaduais e do Ministério da Saúde, total acumulado de óbitos no país é de 60.632, com 1.448.753 infecções. Brasil tem ainda 826.866 pessoas recuperadas. O painel do Conselho Nacional de Secretários de …

Especialista pode ter encontrado a resposta para estátuas egípcias com nariz quebrado

Na arte e na simbologia religiosa do antigo Egito, a representação da figura humana era celebrada como possível receptáculo de nossas almas ou mesmo de um Deus, em estátuas que possuíam profunda função ritualística. Passados alguns …

Estrela massiva desapareceu sem deixar traços

Um objeto espacial integrante da galáxia anã Kinman desapareceu de nossas vistas, de acordo com uma pesquisa publicada na revista Monthly Notices of the Royal Astronomical Society. Essa estrela excepcionalmente grande foi descrita em 2001 …

Vacina da covid-19 produzida no Brasil será distribuída em dezembro, se aprovada

A Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz) pode começar a distribuir a vacina contra a COVID-19 em dezembro deste ano, caso os testes finais se mostrem efetivos para evitar a propagação da doença. A vacina vem sendo …