Testemunhas de Jeová condenados na Rússia por suposto extremismo

Penas vão de dois a três anos e meio de prisão. Denominação é ilegal na Rússia desde 2017, vista pela Igreja Ortodoxa, com apoio de Putin, como “seita estrangeira que mina instituições estatais”. Advogados vão recorrer.

Um tribunal da Rússia sentenciou seis membros do movimento Testemunhas de Jeová por pertenceram a uma “organização extremista“. Há dois anos a denominação cristã fundada nos Estados Unidos é ilegal no país.

Segundo agências de notícias, a corte regional da cidade de Satatov, no oeste russo, condenou na quinta-feira (19/09) os ativistas religiosos a penas de dois a três anos e meio de prisão, considerando-os culpados de atividades extremistas “continuadas”. Além disso, os seis estão proibidos de exercer cargos de liderança nos próximos cinco anos.

Em 2017, o Supremo Tribunal da Rússia declarou ilegal o movimento milenarista e restauracionista. A Igreja Ortodoxa Russa, aliada do presidente Vladimir Putin, o classifica como uma seita estrangeira que mina as instituições estatais. Por outro lado, consta que o chefe de Estado frisou que seus integrantes não devem ser vistos como terroristas.

Os advogados dos seis condenados pretendem recorrer das sentenças, informou o porta-voz do grupo, Jarrod Lopes, baseado nos EUA, segundo quem as prisões se fundamentaram na falácia de que a fé em Deus seja uma atividade extremista.

Na opinião de Rachel Denber, da ONG pelos direitos humanos sediada em Nova York Human Rights Watch (HRW), os homens foram encarcerados sem nenhum motivo. Lopes acrescentou que, citando a Bíblia, os sentenciados afirmaram ao tribunal não abrigar qualquer animosidade.

Estima-se que, dos cerca de 8,5 milhões de testemunhas de Jeová no mundo inteiro, 170 mil vivam na Rússia. Autoproclamados praticantes de um “cristianismo primitivo”, estritamente baseado na Bíblia, eles rejeitam aspectos da vida moderna como o serviço militar e transfusões de sangue.

Em maio, a Justiça russa condenou um dinamarquês a seis anos de prisão por associação com o Testemunhas de Jeová. O movimento afirma que mais de 250 de seus integrantes respondem atualmente a processo na Rússia, estando 41 detidos e 23 outros em prisão domiciliar.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Príncipe Andrew vira centro de escândalo sexual

O príncipe Andrew do Reino Unido comunicou nesta quarta-feira (20/11) que decidiu se afastar da vida pública após o agravamento da controvérsia em torno de seu envolvimento com o milionário americano Jeffrey Epstein, acusado de …

Brasil é o maior hub de fintech da América Latina

O Brasil é o maior país da América Latina — tanto em massa quanto em população — e ocupa uma posição influente no cenário global. Depois dos Estados Unidos, o Brasil lidera a lista do …

Entomólogo dos EUA acredita ter identificado fósseis de insetos em Marte

O entomólogo William Romoser, professor emérito da Universidade de Ohio (EUA), analisou fotos captadas por rovers da NASA em Marte e afirma ter achado nelas fósseis de insetos. Romoser analisou detalhadamente estruturas parecidas a abelhas, bem …

China se irrita com decisão americana sobre Hong Kong e convoca diplomata

Pequim convocou nesta quarta-feira (20) um diplomata do alto escalão dos Estados Unidos após a adoção na terça-feira (19), pelo Senado americano, de um texto que apoia os "direitos humanos e democracia" em Hong Kong. Os …

Porteiro que citou Bolsonaro no caso Marielle recua em novo depoimento

O porteiro que citou o presidente Jair Bolsonaro nas investigações sobre a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista, Anderson Gomes, depôs nesta terça-feira (19/11) à Polícia Federal e recuou da versão que havia …

Anistia Internacional denuncia mais de 100 mortes em protestos no Irã

ONG relata uso de munição real contra manifestantes e diz que total de mortos pode ser ainda maior. Presidente e líder supremo dizem que país teve êxito ao lidar com distúrbios provocados por inimigos externos. A …

Áustria decide sobre polêmica do destino da casa onde nasceu Hitler

Por enquanto, parece ter se encerrado a polêmica sobre qual destino dar à residência onde nasceu Adolf Hitler. O edifício, que fica na Áustria, se tornará uma delegacia de polícia, segundo anunciou o governo austríaco …

Satélites Starlink já estão atrapalhando observações astronômicas

Em maio, Elon Musk garantiu que seus satélites Starlink não causariam impactos nas observações astronômicas — declaração dada pelo Twitter logo após o lançamento dos primeiros 60 satélites do projeto que visa pelo menos 12 …

As celebridades no esporte que adoram poker - 7 esportistas que jogam poker por lazer!

O poker está cada dia mais alcançando um status como esporte e poderá até mesmo se tornar um esporte olímpico. Desde 2009, o poker é considerado mundialmente como um esporte da mente pela International Mind Sports …

Tiro de PM causou morte da menina Ágatha no Rio, aponta inquérito

A Polícia Civil do Rio de Janeiro afirmou nesta terça-feira (19/11) que um cabo da Polícia Militar foi indiciado por homicídio doloso (quando há intenção de matar) pela morte de Ágatha Vitória Sales Félix, de …