Tinta “mágica” faz suas paredes converterem calor em eletricidade

Pesquisadores da Coréia do Sul criaram uma nova tinta termoelétrica que capta o calor desperdiçado das superfícies pintadas e o converte em energia elétrica.

A pintura de casa está se tornando algo diferente do que costumava ser. Pesquisadores já desenvolveram a tinta fotovoltaica, que pode ser usada para fazer “células solares pintadas”, que capturam a energia do sol e a transformam em eletricidade.

Agora, em um novo estudo, pesquisadores sul-coreanos criaram a tinta termoelétrica, que capta o calor desperdiçado das superfícies pintadas e o converte em energia elétrica.

“Espero que a técnica de pintura termoelétrica possa ser aplicada à recuperação de calor residual de grandes superfícies de fontes de calor, como prédios, carros e navios”, diz Jae Sung Son, co-autor do estudo e pesquisador do Instituto Nacional de Ciência e Tecnologia de Ulsan (UNIST), na Coréia do Sul.

“Por exemplo, a temperatura do telhado de um edifício e paredes aumenta para mais de 50°C no verão”, explica Son. “Se aplicarmos tinta termoelétrica nas paredes, podemos converter grandes quantidades de calor residual em energia elétrica”.

Praticamente todas as superfícies

A tinta termoelétrica é muito diferente dos materiais termoelétricos convencionais, que são tipicamente fabricados como chips planos e rígidos. Esses dispositivos são então anexados a objetos de forma irregular que emitem calor residual, como motores, usinas e refrigeradores.

No entanto, o contato incompleto entre estas superfícies curvas e os geradores termoeléctricos planos resulta em perda de calor inevitável, diminuindo a eficiência.

No novo estudo, pesquisadores da UNIST, do Instituto Coreano de Ciência e Tecnologia (KIST) e do Instituto de Pesquisa de Eletrotécnica da Coréia, abordaram a questão do contato incompleto ao demonstrar que a pintura termoelétrica adere facilmente à superfície de praticamente qualquer forma.

(dr) Nature Communications

-

A tinta termoelétrica contém partículas termoelétricas de telureto de bismuto (Bi2Te3), que são comumente usadas em dispositivos termoelétricos convencionais.

Os pesquisadores também adicionaram auxiliares de sinterização molecular que, ao serem aquecidos, provocam a coalescência das partículas termoelétricas, aumentando a densidade dessas partículas na pintura juntamente com sua eficiência de conversão de energia.

Geração competitiva de energia

Os pesquisadores demonstraram que a tinta termoelétrica pode ser pintada em uma variedade de superfícies curvas emissoras de calor. Após sinterização durante 10 minutos a 450 ° C, as camadas pintadas formam uma película uniforme com cerca de 50 micrômetros de espessura.

Os ensaios mostraram que os dispositivos pintados com a tinta termoelétrica exibem uma alta densidade de potência de saída (4 mW / cm2 para dispositivos do tipo “in-plane” e 26,3 mW / cm2 para dispositivos do tipo “throughplane”).

Esses valores são competitivos com os materiais termoelétricos convencionais e melhores do que todos os dispositivos termoelétricos à base de tintas e pastas.

Além das aplicações termoelétricas tradicionais, os pesquisadores esperam que a tinta termoelétrica tenha o potencial de ser usada em eletrônicos impressos 3D e em arte eletrônica. Os pesquisadores planejam prosseguir nessas aplicações no futuro.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Senado oficializa criação da CPI da Pandemia

Presidente do Senado diz que foco deve estar nas ações e omissões do governo federal e no repasse de recursos da União para estados e municípios. STF julgará determinação do ministro Barroso que ordenou abertura …

Bernie Madoff, maior golpista da história, morre em prisão norte-americana, diz relato

Bernard Madoff, o ex-financista que realizou a maior fraude de investimento na história dos Estados Unidos, morreu aos 82 anos de idade, de acordo com relatos da mídia. Em 2009, o notório financista recebeu uma sentença …

Salvator Mundi, obra mais cara de Da Vinci avaliada em R$2,6 bi, é vista em iate de príncipe

A obra de arte mais cara do mundo é ‘Salvator Mundi’, atribuída a Leonardo da Vinci. Com valor estimado em mais de 400 milhões de dólares ou superior aos 2,6 bilhões de reais, seu paradeiro …

Variante indiana da Covid-19 se propaga mais rápido e é menos detectada por testes PCR

A Índia enfrenta a pior onda de contaminações da Covid-19 desde o início da pandemia, com mais de 165 mil casos registrados nas últimas 24 horas: duas vezes mais do que no último pico, em …

Tipo sanguíneo não afeta risco de contrair COVID-19, diz novo estudo

Um estudo buscou entender se determinados tipos sanguíneos trazem mais riscos de contrair a COVID-19, e concluiu que não é o caso. Com a pandemia, muito se questiona em relação ao comportamento da COVID-19 em nosso …

Buracos negros são famintos, mas possuem boas maneiras à 'mesa', aponta estudo

Todos os buracos negros supermassivos nos centros das galáxias possuem períodos nos quais devoram a matéria situada de seus arredores. De acordo com um estudo publicado na revista científica Astronomy & Astrophysics, as galáxias ativas têm …

Pnad e Caged: No auge do desemprego, Brasil enfrenta falhas nas estatísticas do mercado de trabalho que confundem e desorientam

Num momento em que o país tem registrado números diários de mortes por covid-19 que ultrapassam 4 mil e diversos Estados e municípios reforçam medidas de distanciamento social, na tentativa de conter a propagação do …

Jovem negro de Minnesota morreu por “disparo acidental”, afirma polícia

Policial teria confundido arma de descarga elétrica com arma de fogo. Incidente em meio a julgamento da morte de George Floyd acirra tensões e agrava protestos. Mineápolis e outras cidades ampliam toque de recolher. A policial …

Bia, assistente de voz do Bradesco, vai responder mensagens de assédio

O Bradesco precisou tomar providências para proteger uma mulher de assédio. No caso, uma mulher que nem existe fisicamente. A mulher que dá voz ao sistema de inteligência artificial do aplicativo, a Bia (sigla para Bradesco …

Covid-19: Médicos pressionam governo francês para aumentar controles de pessoas vindas do Brasil

Especialistas acreditam que medidas do governo francês para frear entrada de variante P1 no país são insuficientes e pressionam para aumento de controles de passageiros provenientes do Brasil nos aeroportos ou pela suspensão dos …