Composto químico encontrado em Titã pode formar membranas orgânicas

kevinmgill / Flickr

A sonda Cassini sobre Titã, Encelado e Saturno

Titã, a lua gelada de Saturno, tem uma atmosfera curiosa. Além de uma mistura de azoto e de hidrocarbonetos como o metano e o etano, a atmosfera de Titã também contém uma série de moléculas orgânicas mais complexas, incluindo acrilonitrilo (cianeto de vinila), que os astrônomos descobriram recentemente em dados de arquivo do ALMA.

Sob as condições ideais, como aquelas encontradas à superfície de Titã, a acrilonitrilo pode coalescer naturalmente em esferas microscópicas que se assemelham a membranas celulares.

A maior lua de Saturno, Titã, é um dos corpos mais intrigantes e parecidos com a Terra do nosso Sistema Solar.

É quase tão grande quanto Marte e tem uma atmosfera espessa constituída principalmente de azoto com uma pequena quantidade de moléculas orgânicas à base de carbono, incluindo metano (CH4) e etano (C2H6). Os cientistas planetários teorizam que esta composição química é parecida com a atmosfera primordial da Terra.

As condições em Titã, no entanto, não são propícias à formação de vida como a conhecemos; é simplesmente muito fria. Dez vezes mais distante do Sol que a Terra, Titã é tão fria que chove metano líquido na superfície gelada e sólida, formando rios, lagos e mares.

No entanto, estes corpos líquidos de hidrocarbonetos criam um ambiente único que pode fazer com que as moléculas de acrilonitrilo (C2H3CN) se unam para formar membranas, características que se assemelham às membranas celulares lipídicas de organismos vivos na Terra.

Usando dados de arquivo do ALMA (Atacama Large Millimeter/submillimeter Array), recolhidos ao longo de uma série de observações entre fevereiro e maio de 2014, astrônomos encontraram provas convincentes de que moléculas de cianeto de vinila estão realmente presentes em Titã e em quantidades significativas.

“A presença de cianeto de vinila em um ambiente com metano líquido sugere a possibilidade intrigante de processos químicos análogos àqueles importantes para a vida na Terra”, afirma Maureen Palmer, pesquisadora do Cento de Voo Espacial Goddard da NASA em Greenbelt, no estado norte-americano de Maryland, e autora principal de um artigo publicado na revista Science Advances.

Os estudos anteriores da nave espacial Cassini, bem como simulações laboratoriais da atmosfera de Titã, os cientistas já tinham detectado a provável presença de acrilonitrilo em Titã, mas a detecção definitiva só foi possível com o ALMA.

Ao analisarem os dados de arquivo, Palmer e seus colegas encontraram três sinais distintos – picos no espectro do comprimento de onda milimétrico – que correspondem à acrilonitrilo. Estas assinaturas reveladoras têm origem a, pelo menos, 200 quilômetros acima da superfície de Titã.

Fábrica de produtos químicos

A atmosfera de Titã é uma verdadeira fábrica de produtos químicos, aproveitando a luz do Sol e a energia de partículas velozes que orbitam Saturno para converter moléculas orgânicas simples em produtos químicos maiores e mais complexos.

“À medida que o nosso conhecimento da química de Titã cresce, torna-se cada vez mais evidente que as moléculas orgânicas complexas surgem naturalmente em ambientes semelhantes aos encontrados em uma Terra jovem, mas existem diferenças importantes,” acrescenta Martin Cordiner, também do Centro de Voo Espacial Goddard da NASA e coautor do artigo.

Por exemplo, a lua Titã é muito mais fria que a Terra em qualquer período da sua história. Titã tem uma temperatura média de 95 kelvins, de modo que a água à sua superfície permanece no estado sólido. As provas geológicas também sugerem que a Terra primitiva teve concentrações altas de dióxido de carbono (CO2); Titã não tem.

A superfície rochosa da Terra também foi freneticamente ativa, com vulcanismo extenso e impactos constantes de asteroides, que podem ter afetado a evolução da nossa atmosfera. Em comparação, a crosta gelada de Titã parece bastante dócil.

“Continuamos usando o ALMA para fazer mais observações da atmosfera de Titã”, explica Conor Nixon, também do Centro de Voo Espacial Goddard da NASA e coautor do artigo.

“Estamos à procura de produtos químicos orgânicos, novos e mais complexos, bem como estudando os padrões de circulação atmosférica desta lua. No futuro, os estudos de resolução mais elevada lançarão mais luz sobre este mundo intrigante e fornecerão novas informações sobre o potencial de Titã para a química pré-biótica”, conclui.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …