Trump impede (temporariamente) a separação de famílias imigrantes

Kevin Lamarque / Reuters

Donald Trump

O presidente dos EUA assinou, nesta quarta-feira (20), uma Ordem Executiva que permite resolver temporariamente o problema das famílias imigrantes no país, que foram separadas dos filhos na fronteira com o México. No entanto, ressalvou que a política de migração é para continuar. 

A medida da “Tolerância Zero” à entrada de pessoas no país sem autorização legal foi instituída no início deste ano e, desde então, causou fortes críticas por todo o mundo.

Não gostaria de ver famílias separadas“, disse o presidente dos Estados Unidos depois de assinar o documento, de acordo com a Euronews.

A ordem executiva impede a separação de pais e filhos, permitindo que sejam mantidos juntos em centros de detenção após terem tentado entrar ilegalmente no país. No entanto, não ficou claro por quanto tempo as crianças poderão ficar presas.

“Trata-se de manter as famílias unidas, ao mesmo tempo que mantemos uma forte lei”, continuou o presidente dos EUA, recordando também que a Ordem Executiva assinada não significa o fim da política de Tolerância Zero.

“Queremos manter as famílias juntas, é algo muito importante. Mas temos que ser duros se queremos defender nosso país de certas pessoas, do crime e de todas essas coisas que não queremos que existam aqui”, argumentou.

Em reunião com senadores na Casa Branca, Trump antecipou sua decisão e afirmou que a ordem será “algo preventivo até certo ponto”, notando ainda que o Congresso acabará aprovando uma legislação sobre o tema, segundo o Deutsche Welle.

A medida, que desde cedo se mostrou impopular mesmo no seio do Partido Republicano, já separou cerca de 2 mil crianças, que foram retiradas das famílias desde que foi implementada. Vários setores da sociedade americana se mostraram contra, desde congregações cristãs até figuras públicas, atores e apresentadores de televisão.

Os menores estavam em celas, que podiam ter 20 ou mais crianças, com garrafas de água, pacotes de batatas fritas e grandes folhas de papel utilizadas como cobertores. Foram ainda registradas gravações com as crianças em desespero, pedindo para voltar para junto dos pais.

O controle da imigração foi uma das bandeiras mais fortes da campanha de Donald Trump pelo Partido Republicano.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Polônia é multada em € 1 milhão por dia por desobedecer decisão judicial da UE

A Polônia foi condenada nesta quarta-feira (27) a pagar para a Comissão Europeia, órgão Executivo do bloco, uma multa diária de € 1 milhão por não ter encerrado as atividades da câmara disciplinar da …

Startup ajuda pequenas empresas a monitorarem vacinação dos funcionários

A startup brasileira White Tents lançou uma versão em formato freemium — isto é, gratuita mas com alguns recursos pagos — de sua plataforma digital para pequenas empresas que queiram monitorar a vacinação de até …

Argentina vacinará brasileiros na região de fronteira e turistas estrangeiros menores de 18 anos

O governo argentino anunciou uma nova flexibilização para a entrada de estrangeiros no país, a vacinação de turistas menores de 18 anos e de cidadãos de países vizinhos que atravessarem a fronteira por via …

CPI da Pandemia conclui trabalhos e pede o indiciamento de Bolsonaro

Senadores aprovam relatório sobre atuação do governo na crise do coronavírus que propõe punição de 78 pessoas e duas empresas, após seis meses de depoimentos, coleta de provas e repercussão na mídia. A CPI da Pandemia …

Sinais de possível 1º exoplaneta fora da Via Láctea são detectados

Pela primeira vez na história, é possível que os cientistas tenham descoberto um planeta em outra galáxia. O possível exoplaneta recebeu o nome de M51-ULS-1 e se encontra a 28 milhões de anos-luz de distância na …

China vai vacinar crianças a partir de três anos contra a covid-19

Imunizantes aprovados são das farmacêuticas chinesas Sinopharm e Sinovac, fabricante da Coronavac. País será um dos primeiros a começar a vacinar essa faixa etária. No total, China já vacinou 76% da população. Ao menos cinco províncias …

"Bolsonaro ignora todas as necessidades culturais dos brasileiros", diz Gilberto Gil à revista Télérama

A imprensa francesa desta segunda-feira (25) destaca o show de Gilberto Gil nesta noite na Filarmônica de Paris. O músico brasileiro conversou com o jornal Le Monde e com a revista Télérama. "Gilberto Gil", embaixador …

"Peças extraordinárias" achadas na Indonésia podem ser da lendária "ilha do Ouro"

Tesouros no valor de milhões de dólares encontrados nos últimos cinco anos ao longo do rio Musi podem ser do antigo império malaio Serivijaia, na ilha de Sumatra, que por 300 anos dominou as rotas …

Pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", diz diretor da OMS

A pandemia de Covid-19 vai acabar "quando o mundo decidir acabar com ela", disse neste domingo (24) o diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Ghebreyesus. O representante da ONU discursou na abertura …

Google está “criando Deus”, alerta ex executivo da Google

Segundo um ex-executivo do Google, a singularidade está chegando. E, segundo ele isso representa uma grande ameaça para a humanidade. Mo Gawdat, ex-diretor de negócios da organização moonshot do Google, que na época se chamava Google …