Turismo libera três vezes mais CO2 no meio ambiente do que se pensava

Um estudo recente mostra que o turismo mundial é responsável por 8% das emissões de carbono na atmosfera, número três vezes maior do que as estimativas anteriores.

A indústria do turismo tem um peso maior do que se pensava nas emissões de gases com efeito estufa. Essa atividade mundial é responsável por mais de 8% das emissões globais e, por isso, teria que ser considerada nos acordos internacionais para travar as mudanças climáticas, como o Acordo de Paris.

De acordo com o estudo, publicado recentemente na Nature Climate Change, o turismo continua crescendo a um ritmo acelerado em todo o mundo, o que faz com que a percepção do futuro não seja muito boa.

Manfred Lenzen, da Universidade de Sydney, afirma que “o crescimento rápido da procura turística supera as tecnologias de descarbonização”, o que faz com que suas emissões continuem, certamente, subindo.

Analisando os contributos dos transportes, dos produtos alimentares, de todo o comércio envolvido no turismo e de tudo o que envolve a indústria nos 160 países estudados, os cientistas chegaram à conclusão de que o turismo é responsável por mais de 8% das emissões globais de gases com efeito estufa, quase três vezes mais do que se pensava.

“Nossa análise constitui a primeira visão global do verdadeiro custo do turismo em emissões, que inclui, além dos transportes, todos os consumíveis, como a alimentação e os comércio de souvenires, para termos a certeza de que não deixamos nenhum dos impactos de fora”, diz Arunima Malik, da Faculdade de Física da Universidade de Sydney.

“Com os novos dados passamos a ter informação crucial que a Organização Mundial do Turismo e a Organização Meteorológica Mundial tinham identificado como estando em falta para se perceber a verdadeira pegada global do turismo“, destaca a pesquisadora.

Contas parcelares feitas só para os transportes e hotelaria, e em apenas algumas regiões,  atribuíam ao turismo cerca de 2,5% das emissões globais. Esse novo estudo mostra que, se tivermos tudo em conta, ela sobe para 8%.

Estados Unidos, China, Alemanha e Índia são os quatro países no topo das emissões de gases com efeito estufa, devendo-se a maior parte dessas emissões a transportes domésticos.

Além disso, o estudo destaca que os maiores responsáveis pelo aumento são as pessoas com grandes posses econômicas, isto porque, quando viajam, tendem a gastar mais dinheiro, tanto em transportes quanto em atividades que o destino tem a oferecer.

Os cientistas defendem que é urgente tornar o turismo mais sustentável e acreditam que isso é possível. Para isso, afirmam, taxas de carbono ou esquemas de compensação de emissões aplicados a esta atividade podem (e devem) ser melhorados.

A conscientização, adiantam, também é um fator essencial. A crise recente no abastecimento de água na Cidade do Cabo ajudou as pessoas a reconhecerem que as mudanças climáticas podem mesmo impactar os recursos básicos.

Ciberia // BBC / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Egito descobre cemitério de 2 mil anos com 600 cães e gatos

Pesquisadores poloneses encontraram cerca de 600 restos mortais de animais em um cemitério de dois mil anos, no Egito. De acordo com os cientistas, os corpos encontrados na necrópole são de gatos (cerca de 90% deles), …

Nova superterra encontrada pode dar pistas sobre vida fora do Sistema Solar

Um novo exoplaneta detectado orbitando uma estrela relativamente perto do nosso Sistema Solar, pode potencialmente ajudar a resolver enigmas sobre vida alienígena. Um exoplaneta com uma massa 2,8 maior do que a da Terra designado Gliese …

China anuncia meta de crescimento econômico mais modesta na abertura do Congresso Nacional do Povo

A reunião anual do Congresso Nacional do Povo da China foi aberta nesta sexta-feira (5), em Pequim, com o tradicional discurso do primeiro-ministro do país, Li Keqiang. O líder anunciou um objetivo de crescimento …

Análogo de Buraco negro de laboratório se comporta como Stephen Hawking previu

Pesquisadores do Instituto de Tecnologia Technion-Israel tentaram confirmar duas das previsões mais importantes de Hawking, que a radiação hawking surge do nada e que não muda de intensidade ao longo do tempo, o que significa …

SP concentra 40% dos feminicídios com 200 mortes, diz estudo do Observatório de Segurança

A Rede de Observatórios da Segurança publicou seu relatório de dados sobre a violência contra a mulher do ano de 2020. O boletim, que traz números de cinco estados (SP, RJ, PE, CE e BA), mostrou …

Em pior momento da pandemia, Bolsonaro critica 'mimimi' e diz que brasileiro tem que enfrentar vírus

Um dia após o registro de novo recorde diário de mortes pela covid-19 no país, o presidente Jair Bolsonaro deu uma série de declarações dando a entender que o choro pelas vítimas é "frescura" e …

89% dos norte-americanos veem a China como inimiga ou concorrente

A maioria dos norte-americanos não vê a China como parceira e expressa preocupações crescentes sobre o histórico de direitos humanos e as práticas econômicas de Pequim, revelou uma nova pesquisa do Pew Research Center nesta …

Governadores pedem a Bolsonaro maior esforço por vacinas

Em meio ao pior momento da epidemia de covid-19 no Brasil, os governadores de 14 estados brasileiros enviaram nesta quinta-feira (04/03) uma carta ao presidente Jair Bolsonaro pedindo um maior esforço para a compra de …

Nova Zelândia lança alerta de tsunami e ordena retirada de habitantes da costa nordeste

Um alerta de tsunami foi emitido após um forte terremoto de magnitude 7,8 nas remotas ilhas Kermadec, na Nova Zelândia, no oceano Pacífico. As autoridades determinaram a retirada de todos os habitantes do litoral …

União Europeia começa exame contínuo da vacina russa Sputnik V

A Agência Europeia de Medicamentos (EMA, na sigla em inglês) deu início ao exame contínuo do dossiê de registo da vacina Sputnik V para verificar sua conformidade com as normas europeias de eficácia, segurança e …