Turista que foi mordida por tubarão em Noronha é multada em R$ 10 mil

O Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) multou em R$ 10 mil a turista que pegou com as mãos um tubarão na Praia do Sueste, no Parque Nacional Marinho de Fernando de Noronha, litoral de Pernambuco.

O vídeo da ação, feito pelo namorado da turista, circulou pelas redes sociais nos últimos dois dias. Ele também foi multado no mesmo valor, ambos por crime ambiental. Segundo o ICMBio, o fato ocorreu na segunda-feira (6), quando a turista da Paraíba resolveu fazer uma selfie com um filhote de tubarão nas mãos.

O animal – da espécie tubarão-limão (Negaprion brevirostris), ameaçado de extinção – se debateu, reagiu e mordeu o dedo da mulher. Ela sofreu ferimentos leves na mão, foi atendida no hospital São Lucas e, ontem (7), prestou esclarecimentos ao Núcleo de Gestão Integrada (NGI) do instituto na ilha.

Após investigação dos servidores e depoimento dos envolvidos, o NGI autuou o casal por crime ambiental, por perseguir e capturar uma espécie ameaçada de extinção. A multa prevista para este crime é R$ 5 mil, mas, como houve o agravante do fato ter ocorrido dentro de uma Unidade de Conservação, o valor foi dobrado.

O ato foi enquadrado nos artigos 24 e 93 do Decreto n° 6.514/2008, que regulamenta a Lei de Crimes Ambientais (Lei. 9605/98 ).

Em nota, o NGI destacou que “o arquipélago de Fernando de Noronha proporciona ao morador e ao visitante uma oportunidade única de vivenciar um ambiente natural protegido onde as espécies vivem, interagem e completam seus ciclos naturais. Devemos observá-lo e contemplá-lo interferindo o mínimo possível”.

“Isto é sinal de respeito aos outros seres vivos e garante a perpetuação deste ambiente e das espécies que vivem nele”, acrescenta a nota.

O tubarão-limão pode atingir cerca de 3 metros de comprimento e o seu nome é devido à coloração amarelada do dorso.

É encontrado principalmente nas porções tropicais e sub-tropicais da costa da América do Norte e da América do Sul, no Oceano Atlântico, e sua distribuição vai desde o nordeste dos Estados Unidos até o Brasil, passando pelo Caribe e Golfo do México. Normalmente vive em regiões costeiras em águas de profundidade moderada junto ao fundo de areia.

As fêmeas dos tubarões-limão dão à luz em águas pouco profundas, como os manguezais. Os filhotes nascem com cerca de 75 cm de comprimento, têm vida independente, sem necessidade de serem protegidos pelos adultos, e permanecem nas águas rasas por vários anos antes de se aventurarem em águas mais profundas.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

"Operação Maleta Verde", o escândalo que atinge governo e oposição na Venezuela

Com semblante mais sério que de costume, Juan Guaidó, reconhecido como presidente interino da Venezuela pelos Estados Unidos, pelo parlamento da União Europeia e por vários países da América Latina, dirigiu-se a jornalistas reunidos em …

Sarampo causou mais de 140 mil mortes em 2018

De acordo com OMS, maioria das vítimas tinha menos de cinco anos de idade e não havia sido vacinada. No ano passado, foram registrados quase 10 milhões de casos da doença no mundo. O sarampo causou …

O que contribuiu em peso para o 'colapso maia'?

Pesquisas recentes reforçam a teoria de que o colapso de muitas das grandes cidades maias mesoamericanas estava relacionado a períodos prolongados de seca, alguns de até 200 anos. Nayelli Jiménez Cano, pesquisadora do Laboratório de Zooarqueologia …

Com 39% da população abaixo da linha da pobreza, Ruanda patrocina PSG e causa polêmica

O time de futebolParis Saint-Germain (PSG) divulgou nesta quarta-feira (4), uma parceria de três anos com o governo de Ruanda, sem especificar o valor. Em maio de 2018, o país africano já havia assinado um acordo …

Os pássaros estão encolhendo, e você nunca vai adivinhar por quê

De acordo com um novo estudo americano, devido a mudança climática, os pássaros estão encolhendo em tamanho, embora a envergadura de suas asas esteja ficando maior. “Descobrimos que quase todas as espécies estavam ficando menores. As …

Navio de combate alemão da 1ª Guerra Mundial é encontrado nas Malvinas

Um cruzador alemão, afundado pelos britânicos durante a Primeira Guerra Mundial em 8 de dezembro de 1914, foi achado perto da costa das ilhas Malvinas. Trata-se do SMS Scharnhorst, principal navio da esquadra do almirante Maximilian …

Impeachment de Trump avança nos EUA: entenda o caso em poucas palavras

Você já deve ter ouvido falar que a reação a um polêmico telefonema com um líder estrangeiro ameaça o futuro da Presidência de Donald Trump. O presidente americano enfrenta um inquérito de impeachment sob a acusação …

Twitter vai ser mais rígido com conteúdo adulto na internet e preocupa criadores

Desde o ano passado tem sido mais difícil para os criadores de páginas com o perfil NSFW (Not Safe for Work ou não seguro para ver no trabalho — impróprio, em tradução livre) ter seus …

Otan tenta exibir união, enquanto líderes são flagrados falando de Trump

Chefes de Estado e de Governo de 29 países participaram nesta quarta-feira (4) do segundo dia da cúpula de aniversário de 70 anos da Otan (Organização do Tratado do Atlântico Norte), em Watford, nos arredores …

Radar aéreo descobre um navio viking em uma fazenda

Um estudo do Instituto Norueguês de Pesquisa do Patrimônio Cultural (NIKU) descobriu um navio viking em uma fazenda usando radar aéreo. O achado foi uma surpresa e um golpe de sorte, uma vez que este local …