Turquia confirma referendo presidencialista para 16 de abril

Paul Morigi / Flickr

Recep Tayyip Erdogan

Recep Tayyip Erdogan

O referendo constitucional para transformar a Turquia em uma república presidencialista vai acontecer em 16 de abril, anunciou nesta sexta-feira o chefe de Estado, Recep Tayyip Erdogan.

“Este sistema nos colocou algemas. Romperemos em 16 de abril estas algemas?”, perguntou Erdogan em discurso de inauguração de um depósito de gás na cidade de Aksaray, no centro de Anatólia.

“Hoje, ao chegar aqui, assinei (a proposta) e agora começa o processo. Se Deus quiser, nossa querida nação irá às urnas em 16 de abril”, afirmou o líder.

Vários integrantes do alto escalão do governo turco tinham antecipado que a data mais provável do referendo seria 16 de abril, mas ainda falta tornar pública a decisão da Junta Suprema Eleitoral (YSK, sigla em turco), que deve marcar o dia de votação.

A proposta foi aprovada em 20 de janeiro no parlamento com uma maioria de três quintos, graças aos votos do partido governamental, o islamita AKP, e do ultranacionalista MHP, com a taxativa oposição do social-democrata CHP e do esquerdista HDP.

A reforma proposta por Erdogan entrega todo o Poder Executivo na Turquia ao presidente do país e elimina o cargo de primeiro-ministro, que exerce a chefia de governo no sistema atual.

Hoje, Erdogan não deixou dúvidas sobre a importância de votar em favor da reforma, ao comparar o “sim” no referendo com a resistência da população contra a tentativa fracassada de golpe de Estado em 15 de julho do ano passado, e ao qualificar ambos como um exemplo de rejeição aos inimigos da nação.

“No dia 15 de julho (de 2016), esta nação parou com o peito aberto os tanques, os caças F-16, os helicópteros. Agora vem o dia 16 de abril. O ‘sim’ em 16 de abril será uma repetição daquilo”, comentou Erdogan.

“No dia 16 de abril diremos ‘sim’ a uma nação, a uma bandeira, a um Estado. Querem nos dividir, mas somos uma única nação de 80 milhões” de pessoas, clamou o presidente.

Erdogan reiterou que, após a reforma, o presidente turco poderá estar filiado a um partido, ao contrário do que acontece atualmente, já que a Constituição obriga o chefe do Estado a ser imparcial e a manter uma postura equilibrada entre todas os grupos parlamentares, limitando-se a intervenções protocolares.

Mas Erdogan insistiu, desde a sua chegada ao cargo em agosto de 2014, em dirigir a política do país e denunciou a pouca eficiência da manutenção da bicefalia entre o cargo de primeiro-ministro, chefe do Executivo, e ele próprio.

“Acabaremos com o sistema de bicefalia. Será um sistema presidencial de governo de tipo turco”, prometeu o líder.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Motor nuclear projetado para NASA poderá transportar humanos para Marte em apenas 3 meses

A NASA tem como meta enviar a primeira tripulação humana para Marte em 2030, e certa inovação poderá fazer a jornada de mais de 64 milhões de quilômetros em apenas três meses, em vez de …

Imunidade ao coronavírus 'diminui rapidamente' em assintomáticos, diz estudo britânico

Um estudo britânico publicado nesta terça-feira mostra que a imunidade adquirida por pessoas curadas do novo coronavírus "diminui muito rapidamente", especialmente em pacientes assintomáticos e, em certos casos, pode durar apenas alguns meses. O trabalho …

Senado dos EUA aprova indicada de Trump para Suprema Corte

A poucos dias das eleições americanas, Amy Barrett é confirmada para a vaga por 52 votos a 48. Conservadora e católica devota, ela substitui Ruth Bader Ginsburg, uma das mais célebres figuras progressistas do tribunal. O …

NASA descobre grandes quantidades de água em cratera iluminada na Lua

Nesta segunda-feira (26), a NASA revelou os resultados de dois estudos que trouxeram novas descobertas sobre a Lua: dados obtidos pelo observatório aéreo Stratospheric Observatory for Infrared Astronomy (SOFIA) confirmam, pela primeira vez, que existe …

Ciclone no litoral brasileiro pode causar tempestades em 9 estados

Um ciclone no litoral brasileiro já está causando graves chuvas em diversas regiões do Brasil e seus impactos podem causar tempestades em 9 estados. O Instituto Nacional de Metereologia (Inmet) emitiu sinal de alerta para diversas …

Processo contra o Google nos EUA pode afetar o modo como você usa seu celular

Na última terça-feira (23), o Departamento de Justiça dos EUA entregou um "presente de Halloween" pouco agradável ao Google: um gigantesco processo antitruste, acusando a empresa de práticas que eliminam a competição nos mercados de …

Chilenos decidem a favor de nova Constituição por ampla maioria

Em plebiscito, quase 80% dos eleitores votam a favor de uma nova Carta Magna, em substituição à herdada da era Pinochet, e de que ela seja escrita por uma Assembleia Constituinte com igualdade entre mulheres …

'Vai comprar lá na Venezuela', rebate presidente a apoiador que reclamou de preço do arroz

O presidente Jair Bolsonaro rebateu neste domingo (25), durante passeio de moto por Brasília, crítica de apoiador sobre a alta do preço do arroz. No momento em que saia da Feira Permanente do Cruzeiro, região administrativa …

Espanha, Itália e França ampliam restrições em fim de semana com recorde de casos da Covid-19

Os líderes europeus intensificam as medidas de combate à pandemia do coronavírus, depois da alta de 42% de novos casos da Covid-19 em uma semana. A Itália reforçou neste domingo as medidas de restrição …

Pistachio, o cãozinho filhote que nasceu com pelo verde na Itália

O fazendeiro italiano Cristian Mallocci esperava uma ninhada normal de cachorros de sua cadelinha labradora. Entretanto, ao ver os filhotinhos que nasceram, ele percebeu que um era um pouquinho diferente. ‘Pistachio’, como foi nomeado posteriormente, …