Migração espacial: Júpiter viajou pelo Sistema Solar há 4,5 bilhões de anos

Júpiter, chamado de gigante gasoso, se formou a uma distância quatro vezes mais longa do Sol do que sua órbita atual e passou 700 mil anos migrando pelo Sistema Solar em aproximação cada vez mais do Sol.

A Universidade de Lund (Suécia) recentemente publicou os resultados da pesquisa realizada por estudantes desta e de outras instituições. Em suas análises, foram usadas simulações avançadas por computador para aprender mais sobre a passagem de Júpiter através do nosso Sistema Solar que aconteceu há aproximadamente 4,5 bilhões de anos.

“Essa é a primeira vez que temos evidências de que Júpiter se formou muito longe do Sol e depois migrou para órbita atual”, indicou a diretora da pesquisa, Simona Pirani, que está fazendo doutorado em astronomia na universidade sueca.

Aproximadamente há 4,5 bilhões de anos, Júpiter tinha acabado de se formar, como os outros planetas do Sistema Solar. Os planetas foram compostos gradualmente por poeira cósmica que circulava ao redor do nosso jovem Sol em um disco de gás e partículas.

Os resultados mostram que Júpiter se formou quatro vezes mais longe do Sol do que sua posição atual. “Encontramos evidências nos asteroides troianos que orbitam muito perto de Júpiter”, explica Pirani.

As investigações recém-conduzidas afirmam que os asteroides troianos estão na mesma distância do Sol que Júpiter, embora eles orbitem atrás e na frente do planeta gasoso. Há aproximadamente 50% mais asteroides na frente de Júpiter do que atrás dele. E é essa assimetria que se tornou a chave para os pesquisadores entenderem a migração de Júpiter.

Graças a extensas simulações de computadores, os pesquisadores calcularam que a assimetria atual só poderia ter ocorrido se Júpiter tivesse se formado quatro vezes mais longe do Sol e depois migrado pelo Sistema Solar até posição atual. Durante viagem em direção ao Sol, a própria gravidade de Júpiter atraiu mais asteroides troianos para sua frente do que para trás.

De acordo com os cálculos, a migração de Júpiter levou cerca de 700 mil anos, em um período de 2 a 3 milhões de anos depois de que o planeta surgiu como um asteroide de gelo fora do Sol. A viagem desse corpo celeste seguiu um curso espiral no qual Júpiter se aproximava cada vez mais do Sol. A razão para a atual migração está relacionada à força gravitacional dos gases circundantes no Sistema Solar.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cidade na Itália proíbe Google Maps porque pessoas 'se perdem' o tempo todo

Serviços de emergência de Baunei já tiveram que resgatar 144 perdidos em dois anos devido ao Google Maps. O prefeito da cidade italiana de Baunei, Salvatore Corrias, proibiu o uso do aplicativo de localização geográfica Google …

Emma Watson lança consultoria jurídica gratuita para mulheres assediadas no local de trabalho

A atriz Emma Watson acaba de lançar uma consultoria jurídica gratuita para mulheres que sofreram assédio no local de trabalho. O serviço está disponível na Inglaterra e no País de Gales. De acordo com o texto …

Polícia do Rio perdeu imagens que poderiam identificar assassinos de Marielle

A Polícia Civil do Rio de Janeiro perdeu imagens do carro dos suspeitos de matar a vereadora Marielle Franco gravadas no dia do homicídio, em 14 de março de 2018. A informação foi publicada neste domingo …

Protestos se espalham pela Catalunha após condenação de separatistas

Manifestantes bloqueiam principal aeroporto de Barcelona, além de ruas e uma via férrea, após nove líderes catalães serem condenados pela tentativa de independência da região. Confrontos com a polícia deixam feridos. A condenação de nove líderes …

Erdogan revela objetivos da operação turca na Síria

Nesta terça-feira (15), o presidente turco Recep Tayyip Erdogan disse que a operação militar no norte da Síria está progredindo com sucesso, tendo 1.000 km de território ao longo da fronteira sido libertados de terroristas. "Temos …

Cientista da NASA revela possível localização de vida extraterreste em Marte

Alfonso Davila, cientista da NASA, acredita que haja vida em Marte e afirma que a NASA elaborou um plano para realizar uma investigação do subsolo do planeta. O cientista também revela que há diversos desafios na …

Em contexto de tensão na Síria, diplomacia boicota jogo entre França e Turquia

A polícia reforçou suas equipes nos arredores do estádio. Já os responsáveis pela segurança dentro do Stade France passarão dos 1.200 habituais para 1.400 homens. Há temores de que torcedores turcos e militantes pró-curdos se enfrentem …

Enterros verdes: Paris inova e inaugura seu primeiro cemitério sustentável

O cemitério de Ivry-sur-Seine, no subúrbio de Paris, reservou uma área de 1.560 metros quadrados para enterros sustentáveis. A nova ala deverá ajudar a diminuir o impacto gerado pelos enterros tradicionais. A contaminação do solo e …

Microsoft quer levar internet a mais de 40 milhões de pessoas em 2022

A inicativa Airband, desenvolvida pela Microsoft, está sendo expandida com a meta de conectar mais de 40 milhões de pessoas à internet até julho de 2022. Lançado em 2017, o programa visa o aprimoramento da internet …

Abandonados, curdos encontram em inimigo dos EUA um aliado

Regime sírio, um aliado russo, desloca tropas para a fronteira em apoio a milícias curdas, que estão sendo atacadas pela Turquia desde que perderam apoio de Trump. Nova aliança representa reviravolta no conflito. As Forças Armadas …