Delta pode causar covid-19 mais grave, alerta agência americana

Narendra Shrestha / EPA

Documento interno do órgão de prevenção de doenças dos EUA indica que a variante delta do coronavírus é tão contagiosa quanto a catapora e pode ser transmitida mesmo por indivíduos vacinados. “A guerra mudou”, diz CDC.

A variante delta do coronavírus é muito mais contagiosa, tem maior probabilidade de atravessar as proteções oferecidas pelas vacinas contra a covid-19 e é capaz de deixar os infectados mais gravemente doentes do que as outras versões conhecidas do vírus Sars-Cov-2.

Os dados constam de um documento interno do Centro de Controle e Prevenção de Doenças dos Estados Unidos (CDC), obtido pelos jornais The Washington Post e The New York Times.

No início desta semana, a diretora da agência americana, Rochelle Walensky, já havia afirmado que indivíduos vacinados contra a covid-19 que se infectam com a variante delta podem transmitir o vírus da mesma forma que pessoas não vacinadas, segundo novos estudos.

No entanto, o documento interno do CDC apresenta uma visão mais ampla – e mais sombria – sobre essa variante, detectada pela primeira vez na Índia. O próximo passo imediato para a agência é “reconhecer que a guerra mudou”, afirma o texto.

O relatório se baseia em vários estudos, incluindo uma análise sobre um surto recente de covid-19 em Provincetown, Massachusetts, que teve início após as festividades de 4 de julho, Dia da Independência dos Estados Unidos. Até esta quinta-feira (29/07), o surto já somava 882 casos da doença. Cerca de 74% dos infectados estavam vacinados, segundo autoridades de saúde locais.

Uma análise detalhada da propagação dos casos em Provincetown, que envolveu um meticuloso rastreio dos contatos das pessoas envolvidas, revelou que os infectados carregam enormes quantidades do Sars-Cov-2 no nariz e na garganta, independentemente de se estão vacinados ou não, afirma o documento do CDC.

O relatório destaca ainda que a delta seria tão transmissível quanto o vírus da catapora, e mais do que os vírus que causam Mers, Sars, ebola, resfriado comum, gripe sazonal e varíola.

Uma infecção com essa variante também pode resultar em sintomas mais graves da doença, informa o documento. Estudos feitos no Canadá e na Escócia mostraram que pessoas infectadas com a delta têm maior probabilidade de serem hospitalizadas, enquanto pesquisas em Cingapura indicaram que é mais provável que elas necessitem de oxigênio.

Recentemente, o CDC recomendou que mesmo os americanos inteiramente vacinados voltem a usar máscaras protetoras, e esse recuo se baseou no documento interno obtido pela imprensa americana.

Vacinas altamente eficazes

Em tom de urgência, o relatório afirma que agora os esforços precisam se voltar a incentivar a vacinação. Os números do CDC mostram que as vacinas contra a covid-19 são altamente eficazes na prevenção de doenças graves, hospitalização e morte em pessoas inoculadas, frisam os especialistas no documento.

“Em geral, a delta é a variante problemática que já sabíamos que ela era”, afirmou o virologista John Moore, da faculdade Weill Cornell Medicine, ao jornal New York Times. “Mas o céu não está caindo, e a vacinação ainda protege fortemente contra os piores resultados.”

Em números absolutos, os Estados Unidos são o país mais gravemente afetado pela pandemia de coronavírus. Ao todo, mais de 34 milhões de americanos foram infectados, e mais de 612 mil morreram em decorrência da doença, segundo contagem da Universidade Johns Hopkins. Até agora, 49% da população do país foi completamente imunizada contra o vírus.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Covid-19: EUA autorizam 3ª dose da vacina da Pfizer para idosos e grupos de risco

Os Estados Unidos autorizaram nesta quarta-feira a aplicação de uma terceira dose da vacina contra a covid-19 da Pfizer para maiores de 65 anos, pessoas com alto risco de contrair uma forma grave da …

Ministério da Saúde recua e volta a recomendar vacinação de adolescentes

O Ministério da Saúde recuou nesta quarta-feira (22/09) e voltou a recomendar a vacinação de adolescentes sem comorbidades contra a covid-19, uma semana após ter recomendado a suspensão. "Concluímos que os benefícios da vacinação de adolescentes …

Queiroga testa positivo para covid-19 e fica em Nova York

O ministro da Saúde, Marcelo Queiroga, testou positivo para covid-19 durante a viagem a Nova York, na comitiva do presidente Jair Bolsonaro, e ficará em isolamento na cidade, comunicou nesta quarta-feira (21/09) a Presidência da …

Vulcão em erupção nas Canárias: o cenário 'desolador' enfrentado por moradores afetados pelo Cumbre Vieja

Juan Vicente Rodríguez ainda não chegou às lágrimas, mas ele garante que no final "todos vão acabar chorando". Morador da ilha canária La Palma, Rodríguez observa nas redondezas os rios de lava do vulcão Cumbre Vieja …

Anistia Internacional acusa empresas farmacêuticas de deixar países pobres sem vacinas anticovid

A ONG Anistia Internacional divulgou um relatório nesta quarta-feira acusando os grandes grupos farmacêuticos que produzem vacinas contra a Covid-19 de alimentar uma crise de direitos humanos sem precedentes. Por essa razão, a entidade …

Descobrem na Espanha dezenas de pegadas de espécie extinta de elefantes

Paleontólogos descobriram em Huevla, na Espanha, em um sítio da época do Pleistoceno Superior, trilhas e rastros de elefantes recém-nascidos e juvenis atribuídos a elefantes de presas retas (Palaeoloxodon antiquus). Os elefantes de presas retas são …

Na ONU, Bolsonaro defende ineficaz "tratamento precoce"

O presidente Jair Bolsonaro usou nesta terça-feira (21/09) seu discurso de abertura da 76ª Assembleia-Geral das Nações Unidas para defender o desacreditado "tratamento precoce" promovido pelo seu governo, que consiste num coquetel de drogas ineficazes …

Turismo em reservas naturais federais no Brasil triplica em 13 anos

Cerca de 15 milhões de turistas visitaram reservas ambientais federais no Brasil em 2019, uma alta de 300% nos últimos 13 anos. Se por um lado esse aumento reflete um maior interesse dos brasileiros em …

Presidente do Conselho da UE acusa EUA de "falta de lealdade" após ruptura de contrato com a França

O presidente do Conselho da União Europeia, Charles Michel, acusou nesta segunda-feira (20) os Estados Unidos de falta de lealdade depois que a Austrália cancelou um amplo contrato com a França para comprar submarinos …

Morcegos das cavernas de Laos podem revelar origem da COVID-19

Descobriu-se que os morcegos que habitam as cavernas do norte de Laos transportam um coronavírus que compartilha uma característica importante com o SARS-CoV-2, dando pistas aos cientistas para desvendar a causa da COVID-19. Uma equipe de …