YouTubers são pagos pelo governo para elogiar mudanças do ensino médio

(cv) YouTube

Os youtubers Lukas Marques e Daniel Molo, do canal Você Sabia

Os youtubers Lukas Marques e Daniel Molo, do canal Você Sabia

O governo de Michel Temer pagou R$ 65 mil para o canal Você Sabia falar bem da reforma. Ele é comandado por dois jovens e já conta com 7,1 milhão de assinantes.

O governo federal está realizando mudanças no ensino médio, e algumas pessoas se mostram satisfeitas com a decisão, porém, outras, não aprovam as medidas.

Para obter mais informações sobre as mudanças, as pessoas recorrem muitas vezes à internet. No YouTube, por exemplo, um vídeo que explica “tudo que você precisa saber sobre o ensino médio” já conta com mais de 1,6 milhão de visualizações. O material em questão parece ser bastante espontâneo, com conclusões positivas sobre a reforma.

Porém, o que poucos sabem é que trata-se publicidade vinda do Ministério da Educação. O governo de Michel Temer pagou R$ 65 mil para o canal Você Sabia falar bem da reforma.

Ele é comandado por dois jovens e já conta com 7,1 milhão de assinantes. O vídeo foi publicado em 31 de outubro de 2016 e os youtubers Lukas Marques e Daniel Molo explicam os benefícios da reforma.

“Com esse vídeo você aí deve estar dando pulo de alegria. Se eu tivesse que fazer o ensino médio e soubesse dessa mudança eu ficaria muito feliz”, diz um deles.

No vídeo não há qualquer menção que o conteúdo seja pago. “A gente achou o tema bastante interessante, uma galera estava discutindo nas redes sociais, e então falamos: deixa com nós que a gente explica direitinho”, fala um dos youtubers.

Os jovens ainda reforçam os aspectos do projeto, com a possibilidade de escolher as áreas de aprofundamento. “Você ai que quer trabalhar com história, não vai ficar perdendo tempo com célula”.

De acordo com A Folha, outros dois canais foram procurados, porém, ambos recusaram. Segundo Daniel Molo, o conteúdo foi encomenda da sua produtora, a Digital Stars, e que frequentemente trabalham com material patrocinado.

A gente já ia fazer um vídeo sobre o novo ensino médio. Como recebemos a proposta, decidimos aceitar”, diz Molo.

O MEC diz que os canais de influenciadores digitais complementam a estratégia de comunicação institucional. O pagamento foi feito dentro da legalidade, através da agência já escolhida por licitação para atender o MEC.

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. Nossos líderes estão transformando nosso “gigante” numa piada! Toda programa pago deveria ser obrigado a divulgar que se trata de um programa patrocinado… durante toda a transmissão: Isso seria transparência! e não esse jogo de faz de conta. Depois que o povo pede intervenção militar (que é outro retrocesso), vão dizer que esse povo, não sabe o que é ditadura… e tem outra opção?!

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Brasil tem mais de 65 mil mortes por covid-19

O Brasil superou a marca de 65 mil mortos por covid-19 nesta segunda-feira (06/07), segundo dados do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass) e do Ministério da Saúde. Foram 620 óbitos registrados nas últimas …

Homem cria uma "cadeira de rodas" off-road para que sua esposa possa ir a lugares que ela nunca imaginou

Quem precisa de uma cadeira de rodas para se locomover sabe que não é nada fácil percorrer certos terrenos. Viagens a lugares nevados, trilhas tropicais, montanhas… Tudo isso parece impossível. Mas não deveria ser. Aliás, …

Samsung pode ser beneficiada por tensão entre China e Índia

Enquanto os exércitos da China e da Índia se estranham na fronteira entre os dois países, quem pode sair ganhando com a rivalidade é uma empresa sul-coreana. A Samsung deve ser a principal beneficiada com o …

Com epidemia de Covid-19 controlada, Cuba inicia retomada do turismo internacional

Enquanto o coronavírus segue se propagando pelo continente americano, Cuba garante que a epidemia está controlada no país e reabre algumas praias ao turismo internacional. No total, país registrou pouco mais de 2.300 contaminações …

Pesquisadores encontram novos dados sobre época de Genghis Khan

Grande parte da vida de Genghis Khan permanece ainda um mistério, mas um novo estudo de pesquisadores da Austrália e Mongólia fornece novos dados sobre sua época. Genghis Khan, que teria vivido entre 1162 e 1227, …

Índia vê casos explodirem e vira um dos epicentros da pandemia

Com quase 700 mil casos de covid-19, a Índia ultrapassou a Rússia e se tornou nesta segunda-feira (07/07) o terceiro país mais atingido pela pandemia de covid-19 em todo o mundo. O Ministério da Saúde indiano …

Filho interrompe ao vivo de repórter para pedir biscoitos

Em mais uma das patacoadas do home-office, a jornalista Deborah Haynes da Sky News acabou sendo interrompida por seu filho, que fez um pedido bastante singelo para a mãe: ele queria alguns biscoitos. O vídeo foi …

Encontrados metais em crateras da Lua que podem dar pistas sobre sua formação

A hipótese mais aceita sobre a formação da Lua diz que ela surgiu após a colisão entre a Terra e um planeta do tamanho de Marte, chamado Theia. O suposto evento é chamado de “hipótese …

Coronavírus empurra Cuba de volta à crise

Apesar de a covid-19 estar sob controle no país, os problemas econômicos têm se agravado, e a já difícil situação de abastecimento se torna mais crítica. Segundo semestre deve ser ainda pior na ilha caribenha. Cuba …

Boicote ao Facebook: como a debandada de grandes anunciantes pode afetar sobrevivência da rede social

Boicotes podem ser extremamente eficazes: é o que o Facebook está descobrindo. No final do século 18, o movimento abolicionista encorajou o povo britânico a ficar longe de bens produzidos pelos escravos. Funcionou. Cerca de 300 …