Arquitetos projetam arranha-céus de “cabeça para baixo” e pendurado em um asteróide

(dr) CLOUDS ARCHITECTURE OFFICE

A Torre Analemma, um arranha-céus de "cabeça para baixo" e suspenso de um asteroide, é um projeto da Clouds Architecture Office

A Torre Analemma, um arranha-céus de “cabeça para baixo” e suspenso de um asteroide, é um projeto da Clouds Architecture Office

O “edifício mais alto do mundo” de todos os tempos, virado de “cabeça para baixo” e suspenso de um asteróide em órbita. Este é o projeto megalômano (e impossível) de uma empresa de arquitetura norte-americana.

A Torre Analemma é um conceito da empresa de arquitetura Clouds Architecture Office, que tem sede em Nova Iorque. O arranha-céus de “pernas para o ar” deve ficar suspenso de um asteroide em órbita, localizado a cerca de 50 mil quilômetros acima da superfície da Terra.

Esta bizarra empreitada é definida pela empresa, no seu site, como um projeto de “design thinking” à “escala planetária” e parece absolutamente inviável, pelo menos, a curto/médio prazo.

Subir no edifício exigiria ter um jato de alta velocidade, sendo que a área residencial está prevista para ficar situada a cerca de 8 mil metros de altitude. E para sair de casa, só usando um paraquedas.

Esta mesma empresa nova-iorquina já projetou uma cidade de casas-nuvens, com construções suspensas acima dos prédios, e uma casa de gelo em Marte, mas este arranha-céus virado de cabeça para baixo soa a pura ficção científica.

Viajar pelo mundo sem sair de casa

Os arquitetos da Clouds projetaram a Torre Analemma para que esta se mova lentamente, através das grandes cidades do mundo, ao longo de 24 horas.

“A Analemma pode ser colocada numa órbita geo-estacionária excêntrica, o que lhe permitiria viajar entre os hemisférios norte e sul, num loop diário”, explica uma nota publicada no site da empresa.

“O rastro de terra para esta torre de pêndulo seria uma figura oito, onde a torre se moveria à sua menor velocidade no topo e no fundo da figura oito, permitindo a possibilidade de os ocupantes das torres interagirem com a superfície do planeta nesses pontos”, esclarecem os idealistas do projeto.

“A órbita proposta está calibrada para que a parte mais lenta da trajetória da torre ocorra sobre a cidade de Nova Iorque“, sublinham ainda.

Uma vez que a vista das janelas mudaria ao longo do dia, dependendo da altura da torre, os arquitetos querem desenhar janelas que mudem de tamanho e de altura para lidar com as diferenças de pressão e de temperatura. Isto mesmo que haja “um limite de altura tangível a partir do qual as pessoas não tolerariam viver devido às condições extremas”, assumem.

“Por exemplo, enquanto pode haver um benefício por haver 45 minutos a mais de luz do dia a uma altura de 32 mil metros, o vácuo próximo e a temperatura de -40C impediriam as pessoas de saírem para o exterior sem um traje protetor”, reconhecem os profissionais da Clouds, notando porém que os astronautas não deixam a estação espacial, durante décadas, e que por isso, “talvez não seja assim tão mau”.

A Torre é dividida em seções com funções definidas, sendo que a parte mais baixa será dedicada a escritórios e espaços comerciais. Segue-se uma área para jardinagem e agricultura e depois, vem a área residencial a 8 mil metros de altitude. Ainda há espaço para monumentos, cultos religiosos e um local funerário situado a 32 mil metros de altura.

(dr) CLOUDS ARCHITECTURE OFFICE

-

O edifício seria coberto com painéis solares colocados no espaço e com mecanismos para gerar água purificada a partir da condensação das chuvas e das nuvens, garantindo assim, a sua auto-suficiência energética.

E quanto à suspensão do asteróide, os arquitetos da Clouds apontam para o uso do Sistema de Apoio Universal Orbital que permitiria agregar-lhe cabos de força extrema para o rebaixar, para mais perto da Terra, para poder ser preso ao edifício.

E se isto tudo soa a absolutamente inviável, a Clouds avança que “a NASA agendou uma missão de recuperação de asteroides para 2021 que visa provar a viabilidade de capturar e relocalizar um asteroide“.

O argumento é válido, mas mesmo assim, a construção da Torre Analemma deverá ainda tardar a sair do papel.

// ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Japão lembra 75 anos de bomba de Hiroshima e pede união contra armas nucleares

Esta quinta-feira (6) marca o 75º aniversário do primeiro ataque com bomba atômica do mundo. Cerca de 140 mil pessoas morreram no bombardeio à cidade japonesa, realizado pelo Estados Unidos no fim da Segunda Guerra …

Donald Trump determina bloqueio do TikTok e WeChat nos EUA em 45 dias

O presidente dos Estados Unidos Donald Trump assinou na noite de ontem (6) uma ordem executiva determinando o fim de relações com as empresas responsáveis pelos apps TikTok e WeChat no país norte-americano. Em comunicado emitido …

Brasil caminha para ter 200 mil mortes pelo coronavírus até outubro, diz especialista

Na semana em que o Brasil deverá registrar 100 mil mortes pelo novo coronavírus, um especialista brasileiro indica que o país caminha para dobrar esse número em dois meses, atingindo 200 mil óbitos pela pandemia …

Petição defende que França assuma controle do Líbano

Suspeita de que desastre em Beirute foi causado por negligência eleva indignação dos libaneses, que pedem mandato francês pelos próximos dez anos no país. Apelo recebe mais de 50 mil assinaturas após visita de Macron. Quase …

Macron visita Beirute devastada e cobra reformas no Líbano

Presidente francês visita local da explosão e ouve apelos por mudanças por parte da população, para quem o desastre é consequência de anos de corrupção, caos público e má gestão. O presidente da França, Emmanuel Macron, …

Após ser engolido, besouro consegue escapar do intestino dos sapos

Uma pesquisa mostrou que o besouro aquático Regimbartia attenuata tem a capacidade de sobreviver ser engolido por um sapo. Todos já ingerimos coisas que parecem querer sair correndo de dentro de nós, mas deve ser muito …

Disney+ chegará à América Latina em novembro

Ao divulgar que ultrapassou a marca de 60 milhões de assinantes, a Disney também reforçou uma informação que traz esperança a muita gente: o Disney+ deve mesmo chegar à América Latina em novembro. A informação foi …

China exorta Trump a não abrir 'caixa de Pandora' com aquisição do TikTok

China apela aos EUA que não abram a caixa de Pandora, exigindo vender a companhia TikTok, eles serão os próprios culpados pelas consequências, declarou o porta-voz do Ministério das Relações Exteriores chinês, Wang Wenbin. O presidente …

Twitter bloqueia conta oficial de campanha de Trump

O Twitter anunciou nesta quarta-feira (5) ter bloqueado temporariamente a conta oficial da campanha de reeleição do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, por conta de um tuíte que continha informação equivocada sobre a …

Líbano inicia luto nacional e recebe ajuda internacional

Diversos países enviam suprimentos médicos a Beirute. Presidente da França chega ao Líbano para avaliar situação. Megaexplosão deixou ao menos 137 mortos, incluindo diplomata alemão, e mais de 5 mil feridos. Beirute amanheceu nesta quinta-feira (06/08) …