Paris sofre com a falta de túmulos vagos nos cemitérios

borkurdotnet / Flickr

Cemitério de Montparnasse, Paris

Além da falta de espaços habitáveis, Paris agora enfrenta um outro problema: a escassez de lugares nos cemitérios. Em 2017, apenas 171 lugares foram vendidos em mausoléus da capital francesa, enquanto cinco mil pedidos de enterros tiveram que ser recusados nos 14 cemitérios de Paris.

Diante do problema, a Câmara Regional de Contas publicou um relatório no início deste mês no qual demonstra sua preocupação.

A mortalidade deve se acelerar nos próximos anos com o envelhecimento da população e a instituição aponta que, diante da alta demanda, a prefeitura de Paris não está conseguindo se programar para liberar túmulos nos cemitérios.

As regras são várias. Desde 2016, nenhuma pessoa pode ser enterrada na capital francesa se não tiver morado em Paris. Os espaços só podem ser liberados se não tiverem mais de 30 anos de existência. E, além disso, o serviço de conservação do patrimônio precisa provar que o mausoléu está abandonado.

Depois, mais de três anos são necessários para verificar que nenhum descendente do proprietário do túmulo quer conservá-lo. Em 2017, 3.150 pessoas foram enterradas nos 14 cemitérios da capital francesa, a maioria em mausoléus antigos, adquiridos de longa data. Mas, desde 2007, a capital não vende mais concessões antes do dia do falecimento.

Se no dia da morte da pessoa nenhum espaço estiver disponível, não resta nenhuma opção a não ser o enterro fora da capital – o que é o caso de 4.948 parisienses que tiveram que ser enterrados em cemitérios da periferia em 2017, por falta de lugar.

Outro problema é que 97% dos túmulos de Paris são eternos e boa parte deles têm valor patrimonial. No cemitério Père Lachaise, no 20° distrito de Paris, 30 mil túmulos são classificados como monumentos históricos porque guardam os restos mortais de celebridades, como a cantora francesa Edith Piaf ou o escritor inglês Oscar Wilde.

Para favorecer uma maior utilização dos túmulos, Paris propõe desde 2003 espaços por cinquenta, trinta ou dez anos. Ao mesmo tempo, nos últimos 15 anos, dobrou o preço dos espaços eternos. Em média, nos cemitérios das capitais, eles custam atualmente € 15.837 mil.

Com o objetivo de encontrar soluções, a prefeitura da capital começa a debater a questão neste mês.  Uma das principais propostas é acabar com a venda de túmulos perpétuos em vinte cemitérios locais.

Mas a ideia já enfrenta oposição, como “o lobby dos religiosos e das grandes famílias parisienses”, aponta o vereador Yves Contassot, encarregado da pasta de Meio Ambiente.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Químicos usados em panelas e roupas tornam os pênis menores

Um novo estudo científico concluiu que a exposição a altos níveis de compostos perfluoroalquílicos, mais conhecidos por PFCs, atrofia o crescimento dos órgãos sexuais masculinos, tornando os pênis menores e afetando também a fertilidade dos …

Atriz pornô é condenada a pagar 293 mil dólares a Donald Trump

Stormy Daniels foi condenada a pagar 293 mil dólares a Donald Trump para cobrir os gastos do presidente dos EUA com a Justiça. A atriz pornô Stormy Daniels, cujo nome real é Stephanie Clifford, foi condenada …

McDonald's vai reduzir uso de antibióticos na produção da carne

A resistência aos antibióticos representa uma ameaça à saúde global e à segurança alimentar. Quanto mais antibióticos são dados ao gado, mais rapidamente as bactérias podem se adaptar e se tornar resistentes. Quando se trata de …

Uma tonelada de chocolate invadiu as ruas de uma cidade na Alemanha

Um “rio” de chocolate invadiu as ruas de Werl, na Alemanha, esta semana. Um tanque de uma fábrica local produtora de chocolate transbordou, derramando cerca de uma tonelada de chocolate nas ruas da cidade, se …

Sonda da NASA captou o som do vento em Marte

A sonda InSight da NASA pousou em Marte em 26 de novembro, tendo a missão de estudar o interior do Planeta Vermelho. Por enquanto, nos presenteou com o som do vento no nosso planeta vizinho. No …

Voyager 2 da NASA já entrou no espaço interestelar

Pela segunda vez na história, um objeto feito pelo homem alcançou o espaço entre as estrelas. A sonda Voyager 2 da NASA saiu da heliosfera – a bolha protetora de partículas e campos magnéticos criada …

Freiras desviam 500 mil de escola católica para jogar em Las Vegas

Duas freiras norte-americanas admitiram terem desviado fundos escolares estimados em 500 mil de dólares para realizarem viagens aos cassinos de Las Vegas, anunciou esta semana a arquidiocese de Los Angeles. O desvio de fundos destinados a …

Uma selfie em meio aos protestos em Paris: “metáfora do nosso tempo”

Uma foto do jornalista russo Ilya Varlamov está correndo o mundo, sendo considerada por muitos internautas como um documento que “capta de forma precisa o espírito da nossa era”. A imagem de uma jovem tirando uma selfie …

Experiências de quase-morte: luz no fim do túnel pode ter explicação

Pessoas que estiveram à beira da morte afirmam ter visto uma luz branca brilhante no fim de um túnel e encontrado familiares ou animais de estimação. Apesar do tom sobrenatural, a ciência consegue explicar o …

Setenta anos depois, teste de DNA reúne mãe e filha pela primeira vez

Genevieve achava que sua bebê recém-nascida tinha morrido no parto. Mas não: foi adotada por uma família da Califórnia que mentiu sobre suas origens. Agora, mãe e filha se conheceram graças a um teste de …