As relações sexuais apareceram graças a um vírus

Os genes responsáveis pela união das células sexuais podem ter sido introduzidos nas células de nossos antepassados graças a vírus que usavam seus análogos para penetrar no organismo, afirmam os cientistas num artigo publicado no jornal norte-americano Cell.

Os cientistas debatem há muito tempo porque terão os organismos obtido capacidades de reprodução sexuada.

Segundo a maioria de investigadores, a razão para o aparecimento de relações sexuais é simples: a adaptação a novos parasitas e infeções. Por outro lado, a questão de como nossos antepassados adquiriram esta capacidade continuava sem solução.

William Snell, pesquisador da Universidade de Maryland em College Park (EUA), e seus colegas, encontraram a resposta estudando a estrutura da albumina usada pelos espermatozoides e óvulos durante a união. A pesquisa foi apresentada num estudo publicado na revista Cell.

Os especialistas se interessaram pela proteína chamada de HAP2. Ela está contida nas células de organismos unicelulares e de algumas algas e insetos, o que indica a presença deste gene no antepassado comum de todos os eucariotas, ou seja, seres vivos com células com um núcleo celular.

“A natureza criou apenas poucos métodos de união de uma célula com outra. A mais antiga albumina deste tipo, usada por muitos organismos na Terra para a reprodução, é idêntica em sua estrutura à molécula usada pelos vírus da dengue e Zika para penetrar em nossas células”, explica Snell.

Este gene, segundo observações feitas de plasmôdios, é usado pelos organismos unicelulares para penetrar nas células humanas, o que fez os cientistas pensar que a união das células durante o ato sexual não era a função inicial do gene.

Assim, os especialistas compararam a estrutura da HAP2 com a de outras albuminas usadas pelos vírus para a contaminação. Foi descoberto que as estruturas são completamente idênticas, excetuando uma “falha” em uma parte essencial da proteína.

Um vírs muito animadoEntão os cientistas fizeram um experimento: eles corrigiram essa falha em células da alga Chlamydomonas reinhardtii. Como resultado, as células perderam a capacidade de se reproduzirem por via sexual – elas se uniam, mas não conseguiam completar o processo.

A capacidade de ter relações sexuais foi “um presente” dos vírus aos nossos antepassados durante uma “corrida aos armamentos” entre eles, concluíram assim os pesquisadores.

Além de revelar as raízes evolucionais do sexo, a descoberta tem uma aplicação prática.

A albumina HAP2 é usada por muitos patógenos, como a malária ou toxoplasmose, e o bloqueio dela pode tornar as células humanas imunes a esses parasitas. Além disso, o bloqueio da albumina em ovos de insetos os tornará estéreis, o que poderá proteger os campos agrícolas.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Aumento na densidade do espaço fora do sistema solar é descoberto pela sonda espacial Voyager

Em novembro de 2018, após uma viagem épica de 41 anos, a Voyager 2 finalmente cruzou a fronteira que marcava o limite da influência do Sol e entrou no espaço interestelar. Mas a missão da …

Polícia Federal faz operação de busca e apreensão na 77ª fase da Lava Jato

São sete mandatos no Rio de Janeiro e em Niterói contra suspeita de propina na Petrobras envolvendo pouco mais de três bilhões de litros de combustíveis. Por determinação da 13ª Vara Federal em Curitiba (PR), a …

Suspeitos de COVID-19 podem ter dados compartilhados com a polícia na Inglaterra

  As informações pessoais de suspeitos de contaminação pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) podem ser utilizadas pela polícia da Inglaterra para garantir que eles não quebrem o isolamento. De acordo com as informações oficiais, as autoridades poderão ter …

Jejum intermitente funciona? Este estudo indica que não

Um estudo recém publicado na revista médica “Jama Internal Medicine” mostra que a prática conhecida como jejum intermitente não traz benefícios para o corpo e, ainda, não promove perda de peso de fato. A pesquisa, …

Estudos corroboram correlação entre tipo sanguíneo e risco de covid-19

A suscetibilidade ao contágio com o vírus Sars-Cov-2 pode variar segundo o grupo sanguíneo: os indivíduos do grupo O tendem a um menor risco, enquanto os demais estão também potencialmente mais expostos a quadros clínicos …

Bolsonaro reforça que brasileiro não será obrigado a tomar vacina contra a COVID-19

Declaração do presidente acontece três dias depois de o governador João Doria informar que vacinação será obrigatória no estado de São Paulo. O presidente Jair Bolsonaro reforçou hoje (19) na saída do Palácio da Alvorada o …

Engenheiros criam sabre de luz real de plasma retrátil de 2.200°C que corta aço

Os engenheiros por trás do canal do YouTube “The Hacksmith” criaram o sabre de luz de “Star Wars” no mundo real que é quente o suficiente para derreter aço e até titânio em segundos. James Hobson, …

Evo Morales comemora vitória de seu candidato, Luis Arce, à presidência na Bolívia

De La Paz, na Bolívia, o candidato a presidente Luis Arce e, de Buenos Aires, na Argentina, o ex-presidente Evo Morales comemoram vitória nas eleições tanto para presidente quanto para o Congresso, realizadas neste …

Síndrome provoca mudança na coloração dos olhos em população nativa da Indonésia

Em um país cujo a vasta maioria da população possui cabelos e olhos escuros, uma rara síndrome genética ofereceu aos membros de uma tribo nativa da Indonésia uma impressionante condição: os mais impactantes e profundos …

Aula de spinning em academia no Canadá contaminou 61 pessoas com a COVID-19

Academias não são locais recomendados neste momento de pandemia, mesmo que alguns estabelecimentos estejam reabrindo com todas as medidas de segurança adequadas. Prova disso aconteceu recentemente em Hamilton, na província de Ontario, no Canadá, quando uma …