Associada à depressão, cientistas alertam para os riscos da poluição do ar

Que a poluição do ar em altos índices faz mal para a saúde, ninguém é capaz de discordar. Agora, um estudo do University College London (UCL) agrava, ainda mais, a questão. Os pesquisadores ingleses chegaram à conclusão de que a poluição do ar está diretamente relacionada a casos de depressão e até mesmo de suicídio.

Com uma abordagem relativamente inédita, o estudo do UCL é um dos primeiros a examinar as ligações entre saúde mental e poluição do ar, de forma global.

Foram observados dados sobre a qualidade do ar de 16 países e, a partir da análise de quadros clínicos, constatou-se que pessoas expostas a altos níveis de poluição — sejam eles produzidos por carros ou pela indústria — têm cerca de 10% mais chances de sofrer com depressão.

Além disso, o grupo de pesquisadores descobriu que indivíduos expostos ao ar com poluentes tinham 2% mais possibilidades de cometer suicídio nos dias que sucederam a exposição. No entanto, os cientistas ainda não entendem, exatamente, como a poluição age no sistema nervoso para tornar as pessoas deprimidas.

Também foi encontrada uma ligação tênue entre o ar poluído e a ansiedade.

Embora os pesquisadores da UCL demonstrem a ligação entre a qualidade do ar e a saúde mental, eles ainda não descobriram, de forma geral, como exatamente a poluição do ar afeta o cérebro. Sabe-se que a poluição por partículas, como aquela que sai dos escapamentos e das chaminés, pode ir do ar para o sangue, chegando ao cérebro das pessoas.

Dessa maneira, a hipótese atualmente trabalhada é de que essas partículas poluentes contribuam para o inchaço do cérebro, causando danos nos nervos e alterações nos níveis de hormônios do estresse.

No entanto, os pesquisadores admitem estar muito atrasados ​​em entender os mecanismos pelos quais a poluição do ar pode afetar a saúde mental, junto de toda a comunidade científica. Grande parte desse desafio se deve a questões éticas. Afinal, não se pode expor, de forma potencializada, as pessoas a um ar nocivo, simplesmente, para estudar os efeitos tóxicos dessas partículas em seus cérebros.

“Sabendo que isso não afeta apenas a saúde física, mas também pode estar prejudicando nossa saúde mental, penso que [a pesquisa] aumenta o peso do argumento por um ar mais limpo e pelas políticas que o alcancem”, defende , principal autora do estudo.

Problema de saúde pública

Para entender o nível do problema, a poluição do ar matou 4,2 milhões de pessoas, principalmente nos países mais pobres, somente em 2016, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Dentro dessas zonas de maior risco, estão os países da África Central, destacando-se o Chade, onde cinco mil a cada dez mil pessoas morreram em decorrência do ar poluído.

Além disso, cerca de 90% da população mundial vive em áreas onde a qualidade do ar é pior do que os padrões recomendados pela OMS. Segundo a organização, o ar só é definido como limpo quando apresenta uma concentração de partículas poluentes inferior a 10 microgramas por metro cúbico.

Na semana passada, a concentração dessas partículas em Nova York era de 15 microgramas por metro cúbico — nível considerado alto. Já em Nova Delhi, na Índia, a situação era ainda mais crítica com 500 microgramas. “Isso é algo a que todos estão expostos, o que é potencialmente preocupante”, afirma Braithwaite.

Os resultados da UCL são particularmente preocupantes para os norte-americanos, onde a qualidade do ar vem diminuindo ano após ano. Segundo a Agência de Proteção Ambiental, foi registrado 15% a mais de dias com ar não saudável no país em 2017 e 2018, quando comparado com a média de 2013 a 2016.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …