Associada à depressão, cientistas alertam para os riscos da poluição do ar

Que a poluição do ar em altos índices faz mal para a saúde, ninguém é capaz de discordar. Agora, um estudo do University College London (UCL) agrava, ainda mais, a questão. Os pesquisadores ingleses chegaram à conclusão de que a poluição do ar está diretamente relacionada a casos de depressão e até mesmo de suicídio.

Com uma abordagem relativamente inédita, o estudo do UCL é um dos primeiros a examinar as ligações entre saúde mental e poluição do ar, de forma global.

Foram observados dados sobre a qualidade do ar de 16 países e, a partir da análise de quadros clínicos, constatou-se que pessoas expostas a altos níveis de poluição — sejam eles produzidos por carros ou pela indústria — têm cerca de 10% mais chances de sofrer com depressão.

Além disso, o grupo de pesquisadores descobriu que indivíduos expostos ao ar com poluentes tinham 2% mais possibilidades de cometer suicídio nos dias que sucederam a exposição. No entanto, os cientistas ainda não entendem, exatamente, como a poluição age no sistema nervoso para tornar as pessoas deprimidas.

Também foi encontrada uma ligação tênue entre o ar poluído e a ansiedade.

Embora os pesquisadores da UCL demonstrem a ligação entre a qualidade do ar e a saúde mental, eles ainda não descobriram, de forma geral, como exatamente a poluição do ar afeta o cérebro. Sabe-se que a poluição por partículas, como aquela que sai dos escapamentos e das chaminés, pode ir do ar para o sangue, chegando ao cérebro das pessoas.

Dessa maneira, a hipótese atualmente trabalhada é de que essas partículas poluentes contribuam para o inchaço do cérebro, causando danos nos nervos e alterações nos níveis de hormônios do estresse.

No entanto, os pesquisadores admitem estar muito atrasados ​​em entender os mecanismos pelos quais a poluição do ar pode afetar a saúde mental, junto de toda a comunidade científica. Grande parte desse desafio se deve a questões éticas. Afinal, não se pode expor, de forma potencializada, as pessoas a um ar nocivo, simplesmente, para estudar os efeitos tóxicos dessas partículas em seus cérebros.

“Sabendo que isso não afeta apenas a saúde física, mas também pode estar prejudicando nossa saúde mental, penso que [a pesquisa] aumenta o peso do argumento por um ar mais limpo e pelas políticas que o alcancem”, defende , principal autora do estudo.

Problema de saúde pública

Para entender o nível do problema, a poluição do ar matou 4,2 milhões de pessoas, principalmente nos países mais pobres, somente em 2016, segundo a Organização Mundial da Saúde (OMS). Dentro dessas zonas de maior risco, estão os países da África Central, destacando-se o Chade, onde cinco mil a cada dez mil pessoas morreram em decorrência do ar poluído.

Além disso, cerca de 90% da população mundial vive em áreas onde a qualidade do ar é pior do que os padrões recomendados pela OMS. Segundo a organização, o ar só é definido como limpo quando apresenta uma concentração de partículas poluentes inferior a 10 microgramas por metro cúbico.

Na semana passada, a concentração dessas partículas em Nova York era de 15 microgramas por metro cúbico — nível considerado alto. Já em Nova Delhi, na Índia, a situação era ainda mais crítica com 500 microgramas. “Isso é algo a que todos estão expostos, o que é potencialmente preocupante”, afirma Braithwaite.

Os resultados da UCL são particularmente preocupantes para os norte-americanos, onde a qualidade do ar vem diminuindo ano após ano. Segundo a Agência de Proteção Ambiental, foi registrado 15% a mais de dias com ar não saudável no país em 2017 e 2018, quando comparado com a média de 2013 a 2016.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Esqueletos descobertos podem revelar a história do mais rico pirata da historia, morto há 300 anos

No início do século XVIII, quem mandava nos mares sem lei do Caribe, da América Central e da América do Norte era o grande pirata inglês Samuel Bellamy, imortalizado pelo apelido de “Black Sam”. Um dos …

Biden isola príncipe saudita, provável alvo de relatório da CIA sobre morte de jornalista

O presidente americano, Joe Biden, falou pela primeira vez por telefone nesta quinta-feira (25) com o rei Salman, da Arábia Saudita, na iminência da publicação de um aguardado relatório de inteligência sobre o assassinato …

O estudo que vacinará uma cidade inteira com a Coronavac

Serrana (SP), com 45 mil habitantes, se torna um dos laboratórios mundiais para analisar o coronavírus. Instituto Butantan quer avaliar impacto da imunização em massa na transmissão da covid-19. Wuhan é a cidade onde a pandemia …

Investigação revela terras protegidas da Amazônia à venda no Facebook

Pessoas que invadem e desmatam ilegalmente trechos da Floresta Amazônica estão anunciando as áreas no Facebook em busca de compradores. Uma investigação da BBC encontrou na plataforma dezenas de anúncios em que vendedores negociam pedaços da …

Primeiro ataque militar da era Biden mata pelo menos 17 no leste da Síria

Os Estados Unidos atacaram, nesta quinta-feira (25), infraestruturas utilizadas pelas milícias pro-iranianas no nordeste da Síria, deixando 17 mortos. Esta é a primeira operação militar organizada pelo governo de Joe Biden. A ação é …

Tiranossauros jovens impediram o desenvolvimento de espécies menores, diz estudo

A pesquisa demonstrou que grandes dinossauros, como o T-rex, que cresceram de um pequeno tamanho até se tornarem criaturas enormes, modificaram seus ecossistemas ao competirem com espécies rivais menores. Um estudo publicado nesta sexta-feira (26), no …

UE quer passaporte para vacinados até meio do ano

A União Europeia quer estabelecer um sistema de passaportes para vacinados contra covid-19 ainda antes de suas férias de verão, no meio do ano. O setor turístico é fundamental para várias economias do bloco, sobretudo …

Facebook encerra contas do exército birmanês devido ao recurso à violência

A rede Facebook anunciou hoje em comunicado ter encerrado as contas vinculadas à junta militar birmanesa devido ao uso da "violência mortífera" contra os manifestantes que têm protestado contra o golpe militar perpetrado no …

Malcolm X: carta indica plano do FBI e polícia de NY para assassinar líder negro

Morto em 1965, aos 39 anos, em Nova York, o ativista negro norte-americano Malcolm X não teve, até hoje, o assassinato totalmente esclarecido. Contudo, o surgimento recente de uma carta aponta para uma possível conspiração entre …

NVIDIA e Stefanini anunciam que desenvolverão Inteligência Artificial no Brasil

A Nvidia Enterprise e a Woopi, empresa do Grupo Stefanini focada em Inteligência Artificial (IA) anunciaram nesta quarta-feira (24) uma parceria para desenvolver soluções de IA e processamento de linguagem natural. E o primeiro projeto …