Ataque a tiros deixa 3 mortos e vários feridos em Utrecht, na Holanda

Robin Van Lonkhuijsen / EPA

Atirador dispara contra um bonde na cidade holandesa e deixa três pessoas mortas e várias feridas. Suspeito está foragido e é procurado pela polícia, que fala em terrorismo.

Pelo menos três pessoas morreram e nove foram feridas, sendo três com gravidade, por disparos efetuados por um homem num bonde na cidade holandesa de Utrecht, na manhã desta segunda-feira (18/03). O prefeito de Utrecht, Jan van Zanen, confirmou o número de vítimas.

Segundo testemunhas, um homem sacou uma arma e começou a disparar de forma aleatória num bonde na praça 24 de Outubro, onde passam várias linhas do transporte público. Depois ele fugiu, e seu paradeiro é desconhecido, afirmou a polícia, que iniciou uma operação de busca.

A polícia divulgou, algumas horas depois, que procura um homem de 37 anos, nascido na Turquia e identificado como Gökman Tanis. Um foto o mostra dentro de um bonde do transporte público. Ele é considerado o principal suspeito.

O diretor da Agência Nacional de Segurança e Antiterrorismo, Pieter-Jaap Aalbersberg, disse que “houve disparos esta manhã em Utrecht em vários lugares”, sem dar mais detalhes.

A polícia alemã afirmou que foi avisada pelas autoridades holandesas para ficar de olho num carro Renault Clio, mas que mais tarde as mesmas autoridades comunicaram que o veículo fora encontrado, abandonado. O carro provavelmente foi usado pelo suspeito na fuga.

A imprensa local noticiara inicialmente que ao menos uma pessoa fora morta no ataque. O corpo dela está deitado no chão, ao lado dos trilhos do bonde, e foi coberto com um lençol, afirmou a agência de notícias holandesa ANP.

A polícia comunicou que as investigações consideram que se trata de um ato terrorista, apesar de as motivações ainda não estarem claras. O governo da Holanda elevou o alerta de terrorismo ao nível máximo na província de Utrecht, porque o atirador está foragido.

O primeiro-ministro Mark Rutte afirmou que a Holanda “se viu surpreendida por um ataque” em Utrecht e disse que “um ato de terrorismo é um ataque a uma sociedade tolerante” como a holandesa. “Se for um ato de terrorismo, só há uma resposta: o nosso Estado de Direito e democracia são mais fortes que a violência“, ressaltou.

// DW

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

O país sul-americano que deve crescer 14 vezes mais que a China neste ano

A Guiana ganhou na loteria e está prestes a resgatar o prêmio. Seus vizinhos, especialmente a Venezuela, aguardam intrigados para saber em que ela vai gastar. De acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a economia …

Portugal supera marca histórica de 500 mil imigrantes residindo no país; brasileiros são a maioria

Portugal atingiu um número recorde de imigrantes vivendo no país. O anúncio foi feito pelo governo nesta quarta-feira (15), durante debate no Parlamento sobre o Orçamento de Estado para 2020. "Os dados preliminares levam a dizer …

Papa Francisco nomeia primeira mulher para cargo de alto escalão no Vaticano

Pela primeira vez, uma mulher ocupará um cargo de alto nível no Vaticano. O Papa Francisco nomeou Francesca Di Giovanni para a função de vice-ministra da Secretaria de Estado da Santa Sé, órgão equivalente ao …

Khamenei chama Trump de "palhaço" e exalta ataque a bases dos EUA

Em primeiro sermão desde 2012, líder supremo do Irã afirma que Trump finge apoio ao povo iraniano e pede união após dizer que queda de avião foi "acidente trágico". EUA admitem que militares ficaram feridos. O …

Uma desconhecida explosão de ondas gravitacionais foi detectada na Terra

Os detectores de ondas gravitacionais da Terra, os observatórios LIGO e Virgo, identificaram uma misteriosa “explosão” de ondas gravitacionais não prevista na última terça-feira, 14 de janeiro. As ondas gravitacionais detectadas até hoje foram resultado de …

Twitter pede desculpas por permitir anúncios direcionados a neonazistas

O Twitter emitiu hoje (16), um pedido de desculpas público, logo após a BBC fazer uma denúncia de que a plataforma de anúncios da empresa estava permitindo o direcionamento de conteúdo para neonazistas e outros …

SP quer lei para incentivar uso de veículos híbridos e elétricos

Um novo projeto de lei apresentado em São Paulo pretende combater os problemas ambientais provocados pelos carros à combustão, que utilizam os tão poluentes combustíveis fósseis, através do incentivo ao uso de veículos elétricos ou …

Ataques iranianos teriam deixado 11 militares dos EUA feridos

Ao menos 11 militares norte-americanos foram retirados do Iraque para receberem tratamento médico em decorrência dos ataques iranianos contra as bases dos EUA. "Quando ficarem aptos para o serviço, estes militares regressarão ao Iraque", declarou à …

Evo recua e diz que não pretende mais criar milícias

Em carta pública divulgada nesta quinta-feira (16/01), o ex-presidente da Bolívia Evo Morales, que está refugiado na Argentina há mais de um mês, recuou da ideia de promover a formação de milícias no país. "Há alguns …

Dinossauros foram extintos por impacto de asteroide, defende pesquisa científica

O mistério que levou ao fim da era dos dinossauros motiva pesquisadores do mundo inteiro a debater o que teria provocado essa extinção. Um novo estudo busca descartar a teoria de que a atividade vulcânica …