Aumento do nível do mar tem acelerado; e pode triplicar até 2100

Ano a ano, o nível do mar aumenta. Um novo estudo, baseado em 25 anos de dados de satélite, sustenta o ritmo crescente da acelerada elevação do nível dos oceanos.

O aumento global do nível do mar não está avançando a um ritmo constante. Em vez disso, a cada ano, o aumento do nível dos oceanos acelera.

A taxa anual de crescimento do nível do mar – cerca de três milímetros por ano – poderia triplicar, mais de 10 milímetros por ano até 2100. Esta é a conclusão de um estudo, que tem por base a análise de 25 anos de dados de satélite, publicado recentemente nos Proceedings of the National Academy of Sciences.

O estudo determina também que, caso o ritmo atual se mantenha, os oceanos podem estar, em média, 66 centímetros mais elevados até o final do século dentro das estimativas da União Europeia, podendo causar sérias complicações para as cidades costeiras.

“A aceleração, impulsionada em grande parte pelo degelo acelerado da Groenlândia e na Antártida, tem o potencial de duplicar o aumento do nível do mar em 2100, em comparação com as projeções que supõem uma taxa constante: para mais de 60 centímetros, em vez de 30”, disse Steve Nerem, autor principal do estudo.

Baseado em 25 anos de dados de satélites, os resultados do estudo foram “de acordo com as projeções do 5º Relatório de Avaliação do Painel Intergovernamental de Mudanças Climáticas”.

O aumento do nível dos oceanos é causado tanto por fenômenos naturais, que aumentam ou diminuem o nível do mar ano a ano, como por tendências de longo prazo relacionadas com as mudanças climáticas provocadas pelo homem.

De acordo com o DW, as mudanças climáticas influenciam o aumento do nível do mar de duas formas distintas. Primeiro, as maiores concentrações de gases do efeito estufa na atmosfera aumentam a temperatura da água. Por sua vez, a água, depois de aquecida, se expande.

Essa “expansão térmica” dos oceanos já contribuiu para cerca de metade dos sete centímetros de aumento médio global dos oceanos dos últimos 25 anos, explicou Nerem, professor de Engenharia Aeroespacial na Universidade do Colorado Boulder.

Em segundo lugar, o derretimento acelerado de gelo nos polos também contribui para o aumento do nível do mar, tendo sido esse o fator que mais contribuiu para impulsionar esse ritmo de aceleração.

“O estudo destaca o papel importante que os registros de satélites podem ter para validar projeções do modelo climático”, disse o coautor John Fasullo, cientista climático do Centro Nacional para Pesquisa Atmosférica.

Foi no século XX que o nível das águas do mar começou a aumentar, tendo o ritmo acelerado devido ao aquecimento global causado pelas emissões de gases de efeito estufa.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo descobre 1,8 bilhão de árvores no deserto do Saara e no Sahel

Um estudo publicado na revista Nature descobriu que na região do Saara Ocidental e no Sahel, há mais de um bilhão de árvores. No meio da aridez do local, a surpreendente descoberta colocou um novo …

Guerra Fria 2.0 entre EUA e China será uma batalha tecnológica, dizem especialistas

A batalha mundial pelo domínio da alta tecnologia está cada vez mais centrada em EUA e China. Com confronto aberto no caso da Huawei, especialistas do clube Valdai alertam para uma longa guerra fria tecnológica …

Combate à corrupção reduz mortalidade infantil, aponta estudo

Auditorias anticorrupção realizadas em municípios brasileiros entre 2003 e 2015 reduziram a mortalidade infantil. Esta é a principal conclusão de um estudo, conduzido por pesquisadores da Universidade da Califórnia, nos Estados Unidos, que relacionou o …

2.300 maneiras de prevenir o Covid-19 foram mapeadas por universidade brasileira

Está disponível online a Plataforma das Universidades contra COVID-19 organizada pelo Projeto Ciência Popular e desenvolvida em parceria com a Empresa Júnior de Sistemas de Informação da EACH/USP (Síntese Jr.). Em setembro havia sido publicado o …

Debate nos EUA: Trump não disse nada de novo para reverter vantagem de Biden, diz historiador

O segundo e último debate entre o presidente americano, Donald Trump, e seu rival democrata Joe Biden, nesta quinta-feira (22), em Nashville, foi mais civilizado do que a primeira confrontação entre os dois candidatos …

Mais humanos estão evoluindo para ter três artérias nos braços; entenda porquê

Não se engane ao achar que o corpo humano não está em constante evolução. Pesquisadores australianos descobriram recentemente que o nosso organismo parece estar, aos poucos, desenvolvendo uma nova artéria no braço: a artéria mediana. Esse …

Tesla supera expectativas e apresenta quinto trimestre consecutivo de lucros

A Tesla divulgou nesta quarta-feira (21) seus resultados financeiros relativos ao terceiro trimestre de 2020. E as notícias foram boas: além de apresentar lucros pelo quinto trimestre consecutivo, a montadora elétrica apresentou os três meses …

Bitcoin alcança valor máximo anual após anúncio do PayPal

Nesta quarta-feira (21), o PayPal anunciou que vai lançar um sistema que permite efetuar compras e vendas em moedas digitais. Nesta quarta-feira (21), o bitcoin alcançou seu valor máximo neste ano, acima de US$ 13.200 (R$ …

Papa Francisco defende união civil homossexual

Pela primeira vez desde que assumiu a liderança da Igreja Católica, pontífice se manifesta a favor da união civil entre pessoas do mesmo sexo. "Gays têm direito a ter família, são filhos de Deus", diz …

Obama faz campanha para Biden e tenta ganhar votos republicanos com evento drive-in na Pensilvânia

Em seu primeiro evento presencial do ano, o ex-presidente Barack Obama vai participar de uma campanha drive-in na noite desta quarta-feira (21) na Pensilvânia. A expectativa é que Obama conquiste eleitores negros no sul …