Baleias “mais tímidas do mundo” são filmadas pela primeira vez

Uma das mais misteriosas espécies de baleias foi filmada pela primeira vez nos Açores, conjunto de ilhas no Atlântico que pertence à Portugal. Um momento privilegiado que deve ajudar a revelar os segredos das “baleias-bicudas-de-true”, que são “tímidas”, segundo pesquisadores.

O vídeo, captado por profissionais de uma empresa de observação de cetáceos da ilha de Santa Maria, está no centro de um artigo científico sobre as baleias-bicudas-de-true (Mesoplodon mirus), publicado pela editora de trabalhos científicos Peerj.

A bióloga Mônica Almeida e Silva, coordenadora do grupo de investigação em cetáceos do Instituto do Mar (IMAR) do Departamento de Oceanografia e Pescas da Universidade dos Açores, é co-autora do artigo que dá conta da identificação, sustentada pelo vídeo, de uma nova coloração da baleia-bicuda-de-true.

Esta espécie é “pouco conhecida, difícil de observar e registrar”, destacou a pesquisadora, evidenciando a importância do vídeo.

Espécie “tímida”

“Em mais de 20 anos de investigação, há poucos registros confirmados da observação desta espécie” que se pode dizer ser “tímida”, aponta a bióloga portuguesa.

O registro do novo padrão de coloração desta espécie de baleias deve ajudar à identificação dos animais no mar, trabalho essencial para o estudo dos seus hábitos e ciclos reprodutivos, que são fundamentais para definir ações de proteção da espécie.

“São animais que vivem em zonas pelágicas, em áreas muito profundas“, explica Mônica Almeida e Silva à Lusa, acrescentando que, geralmente, estas baleias se alimentam em zonas que têm no mínimo mil metros de profundidade, mas podem mergulhar ainda mais fundo.

Acontecimento raro

Um comunicado da Peerj sobre o artigo científico sublinha a importância do vídeo captado em Portugal, destacando que observar baleias-bicudas-de-true no oceano é um acontecimento tão raro que muitos pesquisadores, que dedicam a vida ao estudo de cetáceos, nunca viram uma delas.

“São vistas tão raramente que a sua identificação no habitat natural é quase sempre incerta, resultando numa grande escassez de dados sobre a distribuição geográfica da espécie, abundância e ciclos reprodutivos. Estas primeiras imagens, que incluem uma cria integrada num grupo de baleias, vão ajudar a revelar os segredos desta espécie”, adianta o texto.

Mônica Almeida e Silva informou ainda que uma baleia-bicuda desta espécie ficou encalhada na região em 2004, tendo sido feita a necropsia e recolha biológica, que serviu para o trabalho científico publicado.

O artigo identifica os Açores e as Ilhas Canárias como locais ideais para o estudo deste tipo de animais e refere que as 22 espécies de baleias-bicudas identificadas, três das quais descobertas apenas nas últimas duas décadas, continuam a ser “as menos conhecidas e entendidas no mundo”.

“Pelas características dos arquipélagos da Macaronésia [Açores, Madeira e Canárias], com águas muito profundas situadas muito perto da costa, animais oceânicos são observados relativamente perto das ilhas”, o que constitui “uma mais-valia para o trabalho de investigação”, refere Mônica Almeida e Silva.

O papel primordial dos Açores

No mar dos Açores já foram avistadas 28 espécies de cetáceos, algumas das quais apenas uma vez, mas, de acordo com a investigadora do IMAR, “com regularidade podem encontrar-se 17/18 espécies”, nomeadamente as baleias de barbas, azul, sardinheira, anã ou comum, entre outras.

Nos últimos dez anos, o grupo de investigação sobre cetáceos do IMAR, localizado na ilha do Faial (uma das ilhas dos Açores), tem conseguido recolher informações sobre estes animais e sobre a importância das ilhas enquanto ecossistema, utilizando tecnologia de telemetria por satélite, rádio e acústica.

“Os Açores estão situados em uma zona primordial para algumas espécies, porque existem as tais zonas profundas, perto das ilhas, e porque a região está na rota de migração de diversas espécies”, conclui a investigadora.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

‘Grande ameaça à saúde pública’: cientistas descobrem mutação resistente a remédio contra a malária

Pesquisadores em Ruanda identificaram uma cepa do parasita causador da malária que é resistente a medicamentos. O estudo, publicado na revista Nature, revelou que os parasitas eram capazes de resistir ao tratamento com a artemisinina, um …

Brasil, um ano no foco da crítica ambiental mundial

Em agosto de 2019, país virou pária ambiental devido a incêndios e aumento do desmatamento. Bolsonaro reagiu com agressividade e insultos. Agora, aumenta a pressão de investidores estrangeiros por uma mudança de rumo. Foi uma catástrofe …

Com medo da Covid-19, Venezuela discrimina venezuelanos que voltam ao país

Várias medidas vêm sendo aplicadas na Venezuela para conter a Covid-19. Um estádio foi transformado em hospital de campanha, blocos de concreto foram colocados nas vias, festas estão proibidas e há um canal de …

Centro Gamalei, desenvolvedor de vacina russa, explica como funciona e se há riscos para o paciente

O diretor do Centro Nacional de Pesquisa de Epidemiologia e Microbiologia Gamalei falou sobre os testes da vacina, que será registrada oficialmente na quarta-feira (12). As partículas do coronavírus na vacina da COVID-19 não podem prejudicar …

Mistura inusitada de amônia e água cria raios superficiais e granizos em Júpiter

Júpiter, o maior gigante gasoso do Sistema Solar, é um lugar coberto por tempestades estranhas. O que os cientistas ainda não sabiam é que no meio dessas tormentas, existem raios de natureza bem diferente dos …

Emocionante avanço da teoria para a realidade: bizarro efeito quântico é observado

No núcleo toda estrela anã branca — o denso resto de uma estrela que queimou todo seu combustível — existe um fenômeno quântico enigmático: enquanto ganha massa ela reduz de tamanho chegando a um ponto …

Estudo prevê 300 mil mortes por covid até fim do ano nos EUA

Pesquisadores da Universidade de Washington pintam cenário sombrio caso restrições não sejam respeitadas. Enquanto primeiros epicentros registram queda, outros estados americanos divulgam taxas de infecções recordes. A epidemia de covid-19 deve matar aproximadamente 300 mil americanos …

Coronavírus: Exportações devem cair mais de 20% na América Latina, diz ONU

As exportações da América Latina e do Caribe podem cair mais de 20% em 2020 devido às consequências da pandemia do coronavírus, que também terá um impacto negativo nas importações, disse uma agência da …

O que é nitrato de amônio, que pode provocar explosões como a de Beirute?

A recente tragédia no país árabe trouxe de novo à tona preocupações sobre o armazenamento do perigoso material, tornando necessário saber como esses incidentes ocorrem para os prevenir. A explosão de nitrato de amônio em Beirute, …

Astrônomos descobrem nuvens gigantes "escondidas" em Vênus há 35 anos

Uma equipe de astrônomos encontrou nuvens venenosas, com gotas de ácido sulfúrico em sua formação, em meio à densa atmosfera de Vênus. Curiosamente, essas nuvens já estavam presente na atmosfera venusiana há pelo menos 35 anos, …