Israel: presidente pede a Benny Gantz para formar novo governo

O presidente de Israel Reuven Rivlin solicitou na noite desta quarta-feira ao ex-chefe comandante do Exército Benny Gantz para tentar formar um novo governo e superar o mais longo impasse político da história do país.

O pedido acontece após o fracasso do primeiro-ministro israelense Benjamin Netanyahu em costurar uma coligação que garantisse a sua permanência no poder.

O presidente Reuven Rivlin fez o anúncio em um pronunciamento ao vivo na mídia. Ele afirmou que os partidos israelenses devem fazer concessões para aceitar alianças e superar a crise. Benny Gantz, do partido Azul e Branco de centro esquerda, prometeu “formar um governo de união liberal”. “Liberal” significa dizer sem a influência de partidos religiosos, aliados de Benjamin Netanyahu.

Como Netanyahu, ele terá 28 dias para costurar uma coalizão, mas pode enfrentar as mesmas dificuldades que seu adversário. Benny Gantz venceu as eleições de 17 de setembro, mas não tem maioria no Parlamento. Seus aliados da esquerda e o apoio de alguns parlamentares árabes israelenses não lhe são suficientes para garantir os 61 parlamentares necessários para formar um governo viável.

Os negociadores do partido Azul e Branco e do Likud, do premiê conservador Netanyahu, devem se encontrar nesta quinta-feira (24) para buscar um acordo. Um governo de união parece ser uma das únicas soluções para impedir que Israel volte às urnas pela terceira vez em 2019. O país está mergulhado num impasse político desde as primeiras eleições legislativas de abril.

Evitar novas eleições

O presidente israelense prometeu na noite desta quarta-feira que fará tudo para evitar novas eleições. Se Benny Gantz fracassar em um mês, ele poderá pedir à maioria dos deputados a indicação de um candidato. Mas analistas acreditam que uma nova votação seria quase inevitável.

Netanyahu anunciou na segunda-feira que desistia de tentar formar uma nova coalizão. Político veterano, primeiro-ministro por treze anos – incluindo dez sem interrupção – Benjamin Netanyahu acusou seu rival, um novato na política, de ter atrapalhado seus esforços para montar um governo de união nacional. Ele tentava permanecer no poder, apesar de um possível indiciamento por corrupção

Durante as negociações nas últimas semanas, o Likud, partido de direita de Netanyahu, tentou fazer com que os centristas aceitassem um compromisso, elaborado pelo presidente Rivlin, segundo o qual Netanyahu e Gantz se revezariam na posição de chefe de governo.

O líder do Azul e Branco não aceitou a proposta, por considerar que seu partido, que conquistou 33 cadeiras contra 32 para o Likud, deveria ser o primeiro a tentar liderar o governo. Durante a campanha, ele garantiu que não governaria com Netanyahu, visado pela justiça.

Por enquanto, os dois blocos, de direita com 55 deputados e o Azul e Branco com 54, estão irredutíveis. Netanyahu complicou as negociações dizendo que continuaria governando com os partidos religiosos, seus aliados mais leais, uma proposta impossível para os centristas que respaldam Benny Gantz.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Aumento na densidade do espaço fora do sistema solar é descoberto pela sonda espacial Voyager

Em novembro de 2018, após uma viagem épica de 41 anos, a Voyager 2 finalmente cruzou a fronteira que marcava o limite da influência do Sol e entrou no espaço interestelar. Mas a missão da …

Polícia Federal faz operação de busca e apreensão na 77ª fase da Lava Jato

São sete mandatos no Rio de Janeiro e em Niterói contra suspeita de propina na Petrobras envolvendo pouco mais de três bilhões de litros de combustíveis. Por determinação da 13ª Vara Federal em Curitiba (PR), a …

Suspeitos de COVID-19 podem ter dados compartilhados com a polícia na Inglaterra

  As informações pessoais de suspeitos de contaminação pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) podem ser utilizadas pela polícia da Inglaterra para garantir que eles não quebrem o isolamento. De acordo com as informações oficiais, as autoridades poderão ter …

Jejum intermitente funciona? Este estudo indica que não

Um estudo recém publicado na revista médica “Jama Internal Medicine” mostra que a prática conhecida como jejum intermitente não traz benefícios para o corpo e, ainda, não promove perda de peso de fato. A pesquisa, …

Estudos corroboram correlação entre tipo sanguíneo e risco de covid-19

A suscetibilidade ao contágio com o vírus Sars-Cov-2 pode variar segundo o grupo sanguíneo: os indivíduos do grupo O tendem a um menor risco, enquanto os demais estão também potencialmente mais expostos a quadros clínicos …

Bolsonaro reforça que brasileiro não será obrigado a tomar vacina contra a COVID-19

Declaração do presidente acontece três dias depois de o governador João Doria informar que vacinação será obrigatória no estado de São Paulo. O presidente Jair Bolsonaro reforçou hoje (19) na saída do Palácio da Alvorada o …

Engenheiros criam sabre de luz real de plasma retrátil de 2.200°C que corta aço

Os engenheiros por trás do canal do YouTube “The Hacksmith” criaram o sabre de luz de “Star Wars” no mundo real que é quente o suficiente para derreter aço e até titânio em segundos. James Hobson, …

Evo Morales comemora vitória de seu candidato, Luis Arce, à presidência na Bolívia

De La Paz, na Bolívia, o candidato a presidente Luis Arce e, de Buenos Aires, na Argentina, o ex-presidente Evo Morales comemoram vitória nas eleições tanto para presidente quanto para o Congresso, realizadas neste …

Síndrome provoca mudança na coloração dos olhos em população nativa da Indonésia

Em um país cujo a vasta maioria da população possui cabelos e olhos escuros, uma rara síndrome genética ofereceu aos membros de uma tribo nativa da Indonésia uma impressionante condição: os mais impactantes e profundos …

Aula de spinning em academia no Canadá contaminou 61 pessoas com a COVID-19

Academias não são locais recomendados neste momento de pandemia, mesmo que alguns estabelecimentos estejam reabrindo com todas as medidas de segurança adequadas. Prova disso aconteceu recentemente em Hamilton, na província de Ontario, no Canadá, quando uma …