Bernie Ecclestone demitido por novos donos da F-1

Ryan Bayona / wikimedia

Bernie Ecclestone

Na última segunda-feira, Ecclestone confirmou que foi demitido do posto de chefão máximo da Fórmula 1, posto que o britânico ocupou por quatro décadas.

Nesta terça, Chase Carey, novo dirigente maior da categoria, não poupou críticas ao falar de seu antecessor, a quem chegou a qualificar como “um ditador por muito tempo” no modo de dirigir a F-1, em entrevista concedida à rede britânica BBC.

Os novos proprietários da Fórmula 1 querem adicionar ao Mundial da categoria a disputa de uma prova a mais nos Estados Unidos, em um circuito de rua, com o objetivo de aumentar no país a popularidade da elite do automobilismo, que nos últimos anos vinha enfrentando grandes quedas de audiência enquanto a F1 seguia sendo dirigida por Bernie Ecclestone.

É um grande esporte, mas claro que pode ser melhorado. Até certo ponto necessitamos de um novo ponto de partida. O que trazemos é um novo olhar. Nós temos uma outra ambição, que é fazer um esporte fantástico para os fãs”, ressaltou Carey.

Chase Carey também é o CEO do grupo Liberty Media, empresa norte-americana que investe em entretenimento e esporte e adquiriu a F1 em um negócio de US$ 4,4 bilhões.

Carey vai acumular as funções de CEO e presidente da Fórmula 1 e, embora tenha acabado de assumir a função de máximo chefe da elite do automobilismo, deixou a cautela de lado antes de analisar o longo trabalho de Bernie Ecclestone, de 86 anos de idade.

Para o dirigente norte-americano, o multimilionário britânico comandava a F-1 com um estilo “autocrático”, segundo definiu em uma outra entrevista concedida nesta terça-feira, mas para a agência de notícias Associated Press.

Carey deixou claro que visará não apenas a obtenção de uma maior audiência na Fórmula 1, mas também mandou um recado aos organizadores das provas mais tradicionais do calendário, de que as mesmas precisarão também ser rentáveis para seguir no Mundial

Isso vale por exemplo para o GP da Inglaterra, que acontece fora de uma metrópole, em Silverstone, e que terá de assegurar que pode gerar mais lucros para posteriormente negociar novas cotas e seguir abrigando uma etapa do campeonato.

A Liberty Media, controlada pelo magnata John Malone, completou na última segunda-feira a aquisição da F-1 junto ao fundo de investimentos CVC Capital Partners.

E conseguir um crescimento da categoria nos Estados Unidos é uma das prioridades da Liberty, que também é dona do time de beisebol Atlanta Braves, de grandes ligas do esporte e tem investimentos em companhias de TV a cabo.

Atualmente, a Fórmula 1 conta apenas com uma prova em solo norte-americano, em Austin, no Texas, mas agora o novo chefão da categoria e seus novos proprietários querem incluir uma segunda prova no país em algum grande centro.

“Gostaria de acrescentar uma corrida nos Estados Unidos em algum lugar como Nova York, Los Angeles, Miami ou Las Vegas”, afirmou Carey na entrevista à Associated Press.

“Nos parece que podemos criar algo que seja um evento realmente especial. Obviamente os Estados Unidos têm todo o potencial para nós. Não temos investido o necessário para fomentar o mercado norte-americano”, completou, se referindo aos antigos administradores da categoria.

Para Carey, a Fórmula 1 ficou estagnada no passado, apesar das constantes mudanças de regulamentos e inovações tecnológicas nos últimos anos, com “eventos um pouco cansativos”, assim como ressaltou que Ecclestone não conseguiu acompanhar a evolução dos meios de comunicação, hoje altamente ampliada com o advento da internet.

“Bernie tinha um estilo autocrático. Eu não sou assim”, sublinhou.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

A consciência é um campo energético: afirma estudo

Uma nova ideia incomum em neurociência sugere que nossa consciência é derivada de um campo de ondas eletromagnéticas emitidas pelos neurônios quando disparam suas cargas elétricas. A ideia é que essas ondas de atividade elétrica sejam …

Pais gays viram alvo de investigações na Rússia

Alguns anos atrás, o advogado Vladimir (nome modificado), morador de uma grande cidade russa, decidiu ter um filho com o auxílio de uma mãe de aluguel. Sua família inteira ficou contente quando uma menina nasceu. …

Líbano: Saad Hariri volta ao posto de primeiro-ministro para formar novo governo

Saad Hariri foi nomeado novamente primeiro-ministro do Líbano, com o desafio de chegar a um acordo com as várias forças políticas do país e formar um governo capaz de realizar as reformas necessárias para …

Alunos incentivam câmeras ligadas para que professores não ‘falem’ com telas em branco

Para amenizar a sensação de solidão de professores em aulas online, alunos norte-americanos começaram a usar o TikTok para incentivar mais estudantes a abrirem as câmeras durante encontros educacionais à distância. A usuária da rede social …

Identificada a causa da maior extinção em massa na história da Terra

A vida na Terra tem uma história longa, mas também extremamente turbulenta. Em mais de uma ocasião, a maioria de todas as espécies foi extinta e uma biodiversidade já altamente desenvolvida reduziu para um mínimo …

Cães farejadores de covid: eficazes e baratos, mas esnobados

A Europa está em pânico em meio ao segundo surto de covid-19, com taxas de contágio explodindo e os PIBs despencando. A Bélgica acaba de anunciar que não mais testará cidadãos assintomáticos, mesmo que tenham …

Bolsonaro é avaliado positivamente por 37% da população, diz pesquisa

Entre os que souberam do dinheiro na cueca do senador Chico Rodrigues (52%), 74% não mudaram sua avaliação sobre o presidente Bolsonaro. Os que mais mudaram de opinião foram os pesquisados com ensino superior (26%) …

Tribunal Constitucional da Polônia invalida direito ao aborto por malformação do feto

O Tribunal Constitucional da Polônia invalidou nesta quinta-feira (22) uma disposição que permitia a interrupção voluntária da gravidez (IVG) em caso de malformação do feto. Uma vez que a decisão entre em vigor, apenas o …

Estudo descobre 1,8 bilhão de árvores no deserto do Saara e no Sahel

Um estudo publicado na revista Nature descobriu que na região do Saara Ocidental e no Sahel, há mais de um bilhão de árvores. No meio da aridez do local, a surpreendente descoberta colocou um novo …

Guerra Fria 2.0 entre EUA e China será uma batalha tecnológica, dizem especialistas

A batalha mundial pelo domínio da alta tecnologia está cada vez mais centrada em EUA e China. Com confronto aberto no caso da Huawei, especialistas do clube Valdai alertam para uma longa guerra fria tecnológica …