Diretrizes secretas de censura do Facebook vazam em documento

rishibando / Flickr

-

Todo mundo sabe que todas as políticas de privacidade, segurança e remoção de conteúdo do Facebook estão disponíveis no site da rede social. Mas todo mundo também sabe que às vezes uma publicação e perfis que aparentemente estão de acordo com as regras somem e são excluídos repentinamente sem nenhuma explicação.

E são nessas situações que a gente se pergunta quais exatamente são os critérios utilizados na hora de censurar uma foto ou um vídeo em específico.

Um extenso documento interno obtido pelo jornal alemão Süddeutsche Zeitung parece ser a resposta para esse questionamento. Nele, são definidas todas as diretrizes da companhia, bem como detalhes sobre como os funcionários devem se portar em situações específicas.

(dr) Süddeutsche Zeitung

Fórmula "básica" utilizada pela rede social para definir o que é discurso de ódio e o que não. Difícil mesmo é entender o que são o que ela define por "categoria protegida"

Fórmula “básica” utilizada pela rede social para definir o que é discurso de ódio e o que não. Difícil mesmo é entender o que são o que ela define por “categoria protegida”

Por exemplo, há um capítulo dedicado única e exclusivamente aos discursos de ódio, com regras e critérios bastante complexos sobre como lidar com esse tipo de retórica. O Facebook não permite “ataques verbais” a uma “categoria protegida” de pessoas, diz o documento.

Ainda segundo os papéis, essas categorias são baseadas em uma série de fatores que incluem desde a orientação sexual da pessoa, até alguma deficiência física ou doença mais grave. Alguns grupos, inclusive, contam com subcategorias que recebem “proteção extra”, como por exemplo os menores de idade e idosos.

(dr) Süddeutsche Zeitung

Explicação de que medidas adotar e em quais situações é feita numa espécie de cartilha repleta de situações. Em cada item, o funcionário deve assinalar o que tem de ser excluído ou não

Explicação de que medidas adotar e em quais situações é feita numa espécie de cartilha repleta de situações. Em cada item, o funcionário deve assinalar o que tem de ser excluído ou não

As coisas começam a ficar complicadas, e um tanto quanto sombrias, nas partes finais do capítulo dedicado aos discursos de ódio. Nelas, o Facebook determina, por exemplo, que estão proibidas frases que contêm um palavrão seguido diretamente por uma afiliação religiosa, e usa como exemplo “malditos muçulmanos”.

O mesmo, entretanto, não é válido para a palavra “imigrantes”, já que eles são considerados pelo site um “grupo semiprotegido”.

De acordo com o diário alemão, são regras extremamente difíceis de compreender e que apenas dificultam a moderação do conteúdo que é publicado no Facebook.

À publicação, um funcionário anônimo que trabalha na equipe de moderação de conteúdo do Facebook em Berlim classificou as diretrizes como “torturantes”.

“As regras são praticamente impossíveis de entender. Certa vez disse ao meu superior: ‘isto é uma loucura. Esta foto está repleta de sangue e brutalidade, ninguém deveria ver isso’. E então ele me respondeu: ‘essa é a sua opinião. Você tem de parar e pensar no que o Facebook quer’. Eles querem que trabalhemos como robôs”.

(dr) Süddeutsche Zeitung

Facebook ainda define o que é e o que não é zoeira e o que deve ser feito para evitar bully

Facebook ainda define o que é e o que não é zoeira e o que deve ser feito para evitar bully

Procurado pelo pessoal do Digital Trends, o Facebook não se manifestou sobre a veracidade do documento, tampouco comentou as alegações do funcionário.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Líbano inicia luto nacional e recebe ajuda internacional

Diversos países enviam suprimentos médicos a Beirute. Presidente da França chega ao Líbano para avaliar situação. Megaexplosão deixou ao menos 137 mortos, incluindo diplomata alemão, e mais de 5 mil feridos. Beirute amanheceu nesta quinta-feira (06/08) …

StarShip finalmente levanta voo: a nave que um dia levará cem humanos para Marte e Lua

A SpaceX fez um lançamento de teste com sucesso do seu gigantesco protótipo do StarShip SN5 em Boca Chica, Texas (EUA), a uma altura planejada de 150 metros. A massiva torre de aço inoxidável flutuou no …

EUA conduzem lançamento de teste do míssil balístico Minuteman III

O projétil não tinha ogiva de combate, mas era equipado com três veículos recuperáveis que foram submetidos a testes. Militares dos EUA lançaram na manhã desta terça-feira (4) um míssil balístico Minuteman III a partir da …

Beirute soma mais de 100 mortos e 4000 feridos após explosões

O Líbano vive nesta quarta-feira (5) um dia de luto nacional, após as explosões na região portuária de Beirute, na tarde de ontem. A tragédia soma pelo menos 100 mortos, 4.000 feridos e 300.000 …

Mensagem na areia salva marinheiros desaparecidos no Oceano Pacífico

Trio de marinheiros que havia se desviado de rota e ficado sem combustível foi localizado numa pequena ilha da Micronésia após três dias. Aeronaves avistaram sinal gigante de SOS escrito na areia da praia. Três homens …

Problemas cardíacos duradouros se apresentam em 78% dos pacientes de coronavírus

O entusiastas do retorno da economia para a normalidade defendem suas opiniões geralmente com base no fato da maioria dos pacientes exibirem sintomas leves ou sequer ter qualquer sintoma de coronavírus, comparando negligentemente o Covid-19 …

Governo britânico vai pagar parte da conta de consumo em pubs e restaurantes

Incentivos não vão faltar para quem estava com saudades de frequentar bares, pubs e restaurantes no Reino Unido. Durante o mês de agosto, o governo britânico vai bancar parte da conta de quem sair …

Cientistas revelam origem de estranhos meteoritos encontrados na Terra

Uma equipe de cientistas norte-americanos teoriza que alguns dos meteoritos, que não se encaixam nas duas categorias principais, têm uma origem até hoje desconhecida por astrônomos. Um grupo significante de meteoritos, que existem hoje na Terra, …

Twitter pode ser multado em US$ 250 milhões por abuso de dados dos usuários

O Twitter confessou que, possivelmente, será multado em até US$ 250 milhões pela Comissão Federal de Comércio dos EUA (FTC, no original em inglês) por ter desrespeitado um acordo firmado em 2011 com a agência …

OMS afirma que não há solução milagrosa para lutar contra Covid-19

A Organização Mundial de Saúde avisou na segunda-feira que não há, nem haverá uma solução milagre contra a pandemis de Covid-19, não obstante a corrida que se verifica actualmente de forma a descobrir uma vacina …