Brasileira de 16 anos de escola pública vai pra Academia de Voo da Nasa

(dr)

Lara Campos

Aos 16 anos, uma adolescente brasileira foi aceita na Academia de Voo da Nasa e embarca neste sábado, 29, para os EUA.

A brasileira Lara Campos ganhou uma bolsa de estudos para ter aulas de técnicas de aviação, aerodinâmica, navegação e meteorologia. Ela é do bairro do Catete, no Rio de Janeiro e estudante do Colégio Pedro II, uma escola federal que tem parceria com a ONG Junior Achievement.

Laura faz parte do grupo de meninas selecionadas para o programa espacial nos Estados Unidos. Tudo começou em maio de 2018, quando ela teve a chance de participar do programa Miniempresa, que a ONG realiza na minha escola.

“Naquele dia, quando meu celular vibrou, levantei com preguiça do sofá para ver o que era. De repente, tomei um susto. Na mensagem, estava escrito: ‘Oi, Lara! Lembra do processo seletivo para a National Flight Academy? Você foi uma das nove aprovadas’, Esfreguei os olhos para ler de novo. Sim, era isso mesmo”, conta.

“Eu havia ganho uma bolsa de estudos para participar de um programa na Academia Nacional de Voo Americana! Isso significa que tinha sido aprovada para passar seis dias a bordo do maior simulador de porta-avião que existe no mundo, na sede da NASA, na Flórida, nos Estados Unidos”, conta Lara.

“Durante essa imersão, eu poderia discutir carreiras ligadas à área científica com pessoas de várias partes do planeta. Meu Deus! Não sabia o que pensar. Era um misto de nervosismo e alegria.” Lara conta que após fazer um tweet sobre a notícia, a mensagem bombou e chegou a 92 mil curtidas.

“Tremendo de emoção e pulando de felicidade, liguei para a minha mãe. “Alô, mãe? Vou para a NASA! Eu passei!” Enquanto respondia a todas as perguntas dela, um filme passou pela minha cabeça. Lembrei de todos os degraus que tive que subir para conquistar essa oportunidade. Não, não foi fácil, mas também foi muito prazeroso perceber que todo esforço valeu a pena. ”

Em março deste ano,  Lara trabalhou num evento da NASA promovido pela ONG. Durante um final de semana ela assistiu palestras com engenheiros e diretores norte-americanos e de Agências Espaciais pelo mundo.

“Conheci alunos de muitas escolas e universidades, conferi uma exposição de objetos da NASA e um projeto de estudantes da Universidade Federal do Rio de Janeiro com foguetes. Foi incrível!”

Foi então que ela se inscreveu para concorrer e participar do programa da Academia Nacional de Voo. “Tive que responder questões como “o que o programa poderia agregar à minha vida”. Fiz em casa, sozinha e não contei para ninguém.”

O programa será entre 30 de junho e 05 de julho, patrocinado pela companhia aérea Delta, em parceria com a ONG Junior Achievement — que estimula o empreendedorismo jovem.

Lá, durante seis dias, os alunos terão aulas de técnicas de aviação, aerodinâmica, navegação, meteorologia e comunicação de voo, além de noções de pilotagem em simuladores, além de particarem de discussões ligadas à ciência, tecnologia, engenharia e matemática – grupo identificado pela sigla STEM (science, technology, engineering, and mathematics).

Apesar de ter boa parte dos custos cobertos pela bolsa, como alimentação e hospedagem, as passagens aéreas devem ser pagas pelos estudantes. Nove estudantes brasileiros foram selecionados.

“Nem preciso falar como ficamos felizes em saber que, muito em breve, seremos três garotas cariocas pilotando foguetes na NASA. É #girlpower que fala?”, comemora Lara.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Em contexto de tensão na Síria, diplomacia boicota jogo entre França e Turquia

A polícia reforçou suas equipes nos arredores do estádio. Já os responsáveis pela segurança dentro do Stade France passarão dos 1.200 habituais para 1.400 homens. Há temores de que torcedores turcos e militantes pró-curdos se enfrentem …

Enterros verdes: Paris inova e inaugura seu primeiro cemitério sustentável

O cemitério de Ivry-sur-Seine, no subúrbio de Paris, reservou uma área de 1.560 metros quadrados para enterros sustentáveis. A nova ala deverá ajudar a diminuir o impacto gerado pelos enterros tradicionais. A contaminação do solo e …

Microsoft quer levar internet a mais de 40 milhões de pessoas em 2022

A inicativa Airband, desenvolvida pela Microsoft, está sendo expandida com a meta de conectar mais de 40 milhões de pessoas à internet até julho de 2022. Lançado em 2017, o programa visa o aprimoramento da internet …

Abandonados, curdos encontram em inimigo dos EUA um aliado

Regime sírio, um aliado russo, desloca tropas para a fronteira em apoio a milícias curdas, que estão sendo atacadas pela Turquia desde que perderam apoio de Trump. Nova aliança representa reviravolta no conflito. As Forças Armadas …

Experimento quântico indica que viagem no tempo é possível

Utilizando um computador quântico cientistas conseguiram fazer com que a máquina voltasse em uma fração de segundo ao passado mostrando que a viagem no tempo é possível. Viajar ao passado é um dos maiores sonhos da …

Dobram os focos de queimadas em terras indígenas da Amazônia

Números são os maiores desde 2011. Parque do Xingu registrou o total mais alto de sua história. Segundo Ipam, aumento se deve à ação de invasores em combinação com período de secas intensas. Dados do Instituto …

Obesidade cresce de forma acelerada no Brasil e se aproxima da taxa dos países ricos, indica OCDE

A quantidade de pessoas obesas no Brasil cresceu de forma mais acelerada que a média dos países da Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). Agora, o Brasil se aproxima da taxa do problema …

É detectado quando asteroide recém-descoberto poderia impactar Terra

A Agência Espacial Europeia (ESA) acrescentou um novo asteroide à sua lista de perigos porque esse corpo celeste pode colidir com a Terra dentro de 65 anos. O asteroide se chama 2019 SU3, tem um diâmetro …

Queniano completa maratona em menos de duas horas

O queniano Eliud Kipchoge fez história no atletismo neste sábado (12/10) ao se tornar a primeira pessoa a correr uma maratona em menos de duas horas. O atleta de 34 anos terminou a prova clássica …

Chineses detectam novos sinais de rádio vindos do espaço

Novas dezenas de rajadas rápidas de rádio foram detectadas pelo maior radiotelescópio esférico do mundo localizado em Guizhou, China, disse especialista à Sputnik Internacional. O achado foi feito por astrofísicos chineses que estão estudando minuciosamente as …