Brasileiro usa jiu-jitsu para aproximar árabes e judeus em Israel

(dr) RFI

Marcos Gorinstein em Israel

Marcos Gorinstein em Israel

Marcos Gorinstein, 37 anos, deixou para trás um trabalho confortável e a praia de Tel Aviv para seguir seu sonho de trabalhar em prol da paz em Jerusalém – cidade onde 40% dos moradores são árabes e 60%, judeus.

Em 2014, ele criou o projeto “Árvore da vida – nos recusamos a ser inimigos”, que tem como objetivo fazer com que alunos dos dois lados aprendam a conviver através de uma atividade em comum.

Quando chegou em Israel, em 2010, Marcos já tinha o sonho de lidar com o conflito entre árabes e judeus na região, mas não imaginava que seria por meio das artes marciais.

“Eu vim para cá com o objetivo de trabalhar em algum trabalho sobre a questão do conflito palestino-israelense”, diz o carioca. “Chegando em Jerusalém, eu disse: sou professor de jiu-jitsu, então vou usar essa arte marcial como ferramenta para poder criar contato entre judeus e palestinos”.

Marcos Gorinstein é faixa preta pela Academia Gracie da Tijuca, no Rio de Janeiro, onde estudou com o mestre Vinicius Aieta, o Vini.

Para ele, o jiu-jitsu é o esporte perfeito para quebrar o gelo entre inimigos, no caso crianças judias e árabes, que enfrentam um ambiente de desconfiança mútua.

“Muitas vezes, quando a gente tenta o contato entre povos inimigos, esse contato é feito verbalmente, as pessoas conversam, as pessoas trocam olhares. Já o jiu-jitsu tem o toque. A gente toca o tempo todo, está junto o tempo todo. É uma luta com contato total do corpo”, explica Marcos.

“O jiu-jitsu tem essa capacidade de a gente elevar a relação para o contato físico, o que é um lado muito positivo da prática. Além disso, é um esporte que faz com que a gente, o tempo todo, aprenda os nossos limites e os limites dos que estão treinando conosco”.

Atualmente, Marcos tem mais de 40 alunos, principalmente estudantes do colégio “Yad BeYad”, ou “De mãos dadas”, em Jerusalém, uma escola mista de árabes e judeus que faz um trabalho de convivência exemplar.

Mas seu esforço já está sendo reconhecido e ele pretende montar uma academia própria onde poderá concentrar todas as turmas, de crianças e adultos.

‘Fronteiras invisíveis’

A ideia é promover a coexistência por meio do esporte para outras áreas de Jerusalém e arredores, incluindo a Cisjordânia. Porém, há obstáculos no caminho, principalmente por parte das famílias dos dois lados, que nem sempre aprovam que seus filhos lutem juntos o jiu-jitsu.

“A questão principal que a gente enfrenta aqui é um preconceito. Porque as pessoas não conhecem quem está do outro lado. Há fronteiras muito invisíveis que a gente não passa por elas”, conta Marcos.

“É muito raro você ver crianças judias indo a Jerusalém Oriental. É praticamente zero o número de crianças judias que fazem isso, por conta de medo dos pais, por conta da realidade em que a gente vive”.

“Então a ideia é buscar, através de colégios, através de instituições que trabalham com jovens, a criação de turmas para que a gente possa quebrar essas fronteiras e que as crianças passem a conhecer uns aos outros através da prática do jiu-jitsu”, diz.

Muitos alunos do sociólogo carioca não pagam mensalidade integral por falta de condições financeiras e Marcos busca, agora, parceiros institucionais que ajudem a completar o valor para que nenhuma criança deixe de competir.

O sonho do brasileiro é que seus alunos, tanto árabes quanto judeus, se tornem instrutores dejiu-jitsu e, como ele e outros, se dediquem à promoção da paz na Terra Santa.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Coronavírus terá impacto no PIB chinês e na economia global

A nova epidemia de coronavírus é um balde de água fria na cabeça do mundo. A começar pelos chineses. Em 2003, o último vírus mortal se propagando pelo mundo inteiro – o SARS – …

Abelhas adoram cannabis e este caso de amor pode ajudar a salvar a espécie

Consideradas os seres vivos mais importantes do planeta, as abelhas são animais insubstituíveis, dos quais dependemos para viver. No entanto, nas últimas décadas, devido ao aquecimento global e o uso execessivo de pesticidas, elas estão …

Cientistas finalmente descobriram como capturar o espectro todo da luz solar para gerar hidrogênio

Pela primeira vez, cientistas da Universidade Estadual de Ohio (EUA) desenvolveram uma molécula que é capaz de coletar a energia de todo o espectro da luz solar. O processo, 50% mais eficiente que as atuais …

Você agora pode ouvir a voz de uma múmia de 3 mil anos

Com uso de tomografia computadorizada, impressão 3D e laringe eletrônica, pesquisadores do Reino Unido reconstruíram o trato vocal de uma múmia egípcia. Para a realização do projeto que teve início em 2013, foi preciso combinar medicina, …

Krakatoa, o inferno de Java: a erupção há 137 anos que foi sentida no planeta inteiro

Em 1883, o mundo presenciou um evento natural tão bombástico e violento que pôde ser notado de alguma forma por praticamente todos os habitantes do planeta. A erupção do vulcão Krakatoa, na Indonésia, lançou detritos a …

Educação e confiança fazem da Dinamarca país menos corrupto do mundo

Imagine poder almoçar tranquilamente num restaurante ou fazer compras enquanto deixa o seu bebê no carrinho, estacionado do lado de fora na calçada. Essa cena, que faz parte do cotidiano dos dinamarqueses, só é …

Brasil adianta ponteiros do Relógio do Juízo Final

O Relógio do Juízo Final teve seus ponteiros ajustados nesta quinta-feira (23/01) para a marca de apenas 100 segundos para a meia-noite, simbolizando o maior perigo para a humanidade registrado desde criação do dispositivo em …

Estudo comprova ligação entre estresse e cabelos brancos

Pesquisadores brasileiros e americanos investigaram processo de embranquecimento dos cabelos e concluem que estresse leva à liberação de substância que pode danificar células-tronco regeneradoras de pigmentos. Quando Maria Antonieta foi capturada durante a Revolução Francesa, consta …

Japão pretende desenvolver tecnologia ultrarrápida 6G até 2030

O governo japonês elaborará uma estratégia abrangente sobre as futuras redes de comunicação sem fio ultrarrápidas 6G e montou um painel para discutir o assunto, declarou ministra japonesa do Interior e Comunicações. O anúncio foi feito …

Tesla atinge valor de mercado de US$ 100 bi — e Musk receberá um grande bônus

A Tesla é uma das companhias mais promissoras do mundo, mas ainda gera dúvidas entre os investidores, devido aos problemas para atingir as metas de produção e polêmicos acidentes envolvendo seus veículos — além de …