Brexit pode impedir Messi e Neymar de entrarem no Reino Unido

Lucas Figueiredo / CBF

-

O presidente da Uefa manifestou nesta terça-feira suas dúvidas em relação à possibilidade de o Reino Unido receber partidas de suas competições após a aprovação do Brexit, que prevê restrições à entrada de jogadores com processos judiciais em curso, casos, por exemplo de Neymar e Lionel Messi.

“Se virmos que esses jogadores não podem entrar porque têm algum tipo de processo em curso, simplesmente teremos de pensar se nossos jogos europeus devem ser disputados lá. Neymar e Messi têm processos”, disse Aleksander Ceferin, presidente da Uefa.

Neste ano, a final da Liga dos Campeões será em Cardiff. Imagine se não deixarem eles entrarem. É um grande tema para nós”, afirmou o dirigente.

Em entrevista concedida ao jornal americano “The New York Times”, Ceferin insistiu no problema que a saída do Reino Unido da União Europeia caso os jogadores da Inglaterra possam viajar para qualquer lugar e o contrário não aconteça.

A livre circulação na Europa é muito melhor. Inclusive em 2020, se o Brexit for consumado, pode haver um grande problema para os torcedores que queiram ir à final da Eurocopa em Londres. Conversaremos com o governo britânico, e tenho certeza de que a Federação Inglesa nos ajudará”, disse.

O presidente da Uefa lembrou o problema enfrentado em novembro pelo lateral-direito Serge Aurier, do Paris Saint-Germain. Dois meses antes, o jogador marfinense havia sido condenado na França por uma agressão a um policial, motivo pelo qual foi barrado pelas autoridades britânicas.

“Foi muito decepcionante para o Paris Saint-Germain quando não foi permitido que Aurier entrasse na Inglaterra, e será pior quando o Brexit for aplicado. Podemos ter um problema muito sério”, destacou.

Restrições nos Estados Unidos

Ceferin também se referiu às dificuldades que a possível candidatura dos Estados Unidos à Copa do Mundo de 2026 pode ter se o novo presidente do país, Donald Trump, aplicar as medidas restritivas para a entrada de estrangeiros que pretende. Na visão do dirigente, isso afetará tanto jogadores quanto jornalistas e torcedores.

“Isto entrará nos capítulos de avaliação, e tenho certeza de que não ajudará os EUA a obterem a organização do evento. Se os jogadores não puderem viajar por decisões políticas ou populistas, a Copa do Mundo não poderá ser disputada no país”, disse.

“Isso é verdade para os Estados Unidos e para qualquer outro país que quiser sediar o Mundial”, alertou.

// EFE

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Cientistas finalmente descobriram como capturar o espectro todo da luz solar para gerar hidrogênio

Pela primeira vez, cientistas da Universidade Estadual de Ohio (EUA) desenvolveram uma molécula que é capaz de coletar a energia de todo o espectro da luz solar. O processo, 50% mais eficiente que as atuais …

Você agora pode ouvir a voz de uma múmia de 3 mil anos

Com uso de tomografia computadorizada, impressão 3D e laringe eletrônica, pesquisadores do Reino Unido reconstruíram o trato vocal de uma múmia egípcia. Para a realização do projeto que teve início em 2013, foi preciso combinar medicina, …

Krakatoa, o inferno de Java: a erupção há 137 anos que foi sentida no planeta inteiro

Em 1883, o mundo presenciou um evento natural tão bombástico e violento que pôde ser notado de alguma forma por praticamente todos os habitantes do planeta. A erupção do vulcão Krakatoa, na Indonésia, lançou detritos a …

Educação e confiança fazem da Dinamarca país menos corrupto do mundo

Imagine poder almoçar tranquilamente num restaurante ou fazer compras enquanto deixa o seu bebê no carrinho, estacionado do lado de fora na calçada. Essa cena, que faz parte do cotidiano dos dinamarqueses, só é …

Brasil adianta ponteiros do Relógio do Juízo Final

O Relógio do Juízo Final teve seus ponteiros ajustados nesta quinta-feira (23/01) para a marca de apenas 100 segundos para a meia-noite, simbolizando o maior perigo para a humanidade registrado desde criação do dispositivo em …

Estudo comprova ligação entre estresse e cabelos brancos

Pesquisadores brasileiros e americanos investigaram processo de embranquecimento dos cabelos e concluem que estresse leva à liberação de substância que pode danificar células-tronco regeneradoras de pigmentos. Quando Maria Antonieta foi capturada durante a Revolução Francesa, consta …

Japão pretende desenvolver tecnologia ultrarrápida 6G até 2030

O governo japonês elaborará uma estratégia abrangente sobre as futuras redes de comunicação sem fio ultrarrápidas 6G e montou um painel para discutir o assunto, declarou ministra japonesa do Interior e Comunicações. O anúncio foi feito …

Tesla atinge valor de mercado de US$ 100 bi — e Musk receberá um grande bônus

A Tesla é uma das companhias mais promissoras do mundo, mas ainda gera dúvidas entre os investidores, devido aos problemas para atingir as metas de produção e polêmicos acidentes envolvendo seus veículos — além de …

Por que o príncipe da Arábia Saudita hackeou celular de Jeff Bezos, segundo investigação da ONU

Uma intriga internacional envolve, desde 2018, o homem mais rico do mundo e uma ditadura ultrafechada acusada de matar seus inimigos com requintes de crueldade. E, agora, o caso está sendo investigado por especialistas em …

Garoto de apenas 6 anos arrecada $270 mil para ajudar animais em incêndios australianos

Nos incêndios que devastaram algumas regiões da Austrália, mais de 1 bilhão de animais morreram. No esforço para salvar os animais resgatados e tentar, o mais rápido possível, lhes oferecer um novo lar, este garotinho …