Em contexto de tensão na Síria, diplomacia boicota jogo entre França e Turquia

A polícia reforçou suas equipes nos arredores do estádio. Já os responsáveis pela segurança dentro do Stade France passarão dos 1.200 habituais para 1.400 homens.

Há temores de que torcedores turcos e militantes pró-curdos se enfrentem nas ruas, em reação à ofensiva de Ancara visando a minoria curda no norte da Síria. A ação militar que começou na semana passada já fez mais de 150 mortos e obrigou 130 mil pessoas a deixarem suas casas.

As autoridades francesas temem confrontos nas redondezas do estádio, mas também no gramado, caso os jogadores reproduzam algum tipo de saudação militar, como fizeram após a vitória contra a Albânia na sexta-feira (11).

“Se os jogadores fizerem gestos militares, devem ser tratados como militares de um exército inimigo. Não devemos jogar futebol contra eles”, disse o líder da esquerda radical, Jean-Luc Mélenchon.

A chefe da extrema direita, Marine Le Pen, também pede que o jogo seja anulado. “Ao divulgar a propaganda de Recep Tayyip Erdogan, cujas ações preocupam a comunidade internacional, o time de futebol turco pisoteou os valores do esporte. Já está na hora de a UEFA sancionar a federação turca de futebol”, declarou.

A UEFA informou no fim de semana que pretende examinar o episódio de saudação militar dos jogadores turcos na partida contra a Albânia. A entidade lembrou que seu regulamento proíbe qualquer tipo de referência política ou religiosa durante os jogos.

“O que acontece na Síria é uma coisa e o jogo é outra. Pode ser que haja provocações, mas tentaremos evitá-las”, declarou o embaixador turco na França, Ismail Hakki Musa. “Não quero que esse debate chame mais atenção que o jogo”, disse o técnico da seleção turca, Senol Günes. “Espero que todos respeitarão o espírito de fraternidade.”

No final da manhã, poucas horas antes do jogo, o chefe da diplomacia francesa, Jean-Yves Le Drian, anunciou que não estará na tribuna dos representantes políticos, mesmo se sua presença estava prevista. Até o meio da tarde, a ministra do Esporte da França, Roxana Maracineanu, ainda não havia confirmado se assistiria a partida.

A ausência do chefe da diplomacia é vista como mais um sinal da oposição de Paris à atitude de Ancara, que desde a semana passada ataca os curdos no norte da Síria. A França, que denuncia uma “ofensiva unilateral”, havia informado no fim de semana que iria suspender suas vendas de armas para os turcos, seguindo os passos da Alemanha.

Nesta segunda-feira, a União Europeia (UE) também condenou oficialmente a operação militar turca no norte da Síria.

// RFI BR

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Príncipe Andrew vira centro de escândalo sexual

O príncipe Andrew do Reino Unido comunicou nesta quarta-feira (20/11) que decidiu se afastar da vida pública após o agravamento da controvérsia em torno de seu envolvimento com o milionário americano Jeffrey Epstein, acusado de …

Brasil é o maior hub de fintech da América Latina

O Brasil é o maior país da América Latina — tanto em massa quanto em população — e ocupa uma posição influente no cenário global. Depois dos Estados Unidos, o Brasil lidera a lista do …

Entomólogo dos EUA acredita ter identificado fósseis de insetos em Marte

O entomólogo William Romoser, professor emérito da Universidade de Ohio (EUA), analisou fotos captadas por rovers da NASA em Marte e afirma ter achado nelas fósseis de insetos. Romoser analisou detalhadamente estruturas parecidas a abelhas, bem …

China se irrita com decisão americana sobre Hong Kong e convoca diplomata

Pequim convocou nesta quarta-feira (20) um diplomata do alto escalão dos Estados Unidos após a adoção na terça-feira (19), pelo Senado americano, de um texto que apoia os "direitos humanos e democracia" em Hong Kong. Os …

Porteiro que citou Bolsonaro no caso Marielle recua em novo depoimento

O porteiro que citou o presidente Jair Bolsonaro nas investigações sobre a morte da vereadora Marielle Franco e do motorista, Anderson Gomes, depôs nesta terça-feira (19/11) à Polícia Federal e recuou da versão que havia …

Anistia Internacional denuncia mais de 100 mortes em protestos no Irã

ONG relata uso de munição real contra manifestantes e diz que total de mortos pode ser ainda maior. Presidente e líder supremo dizem que país teve êxito ao lidar com distúrbios provocados por inimigos externos. A …

Áustria decide sobre polêmica do destino da casa onde nasceu Hitler

Por enquanto, parece ter se encerrado a polêmica sobre qual destino dar à residência onde nasceu Adolf Hitler. O edifício, que fica na Áustria, se tornará uma delegacia de polícia, segundo anunciou o governo austríaco …

Satélites Starlink já estão atrapalhando observações astronômicas

Em maio, Elon Musk garantiu que seus satélites Starlink não causariam impactos nas observações astronômicas — declaração dada pelo Twitter logo após o lançamento dos primeiros 60 satélites do projeto que visa pelo menos 12 …

As celebridades no esporte que adoram poker - 7 esportistas que jogam poker por lazer!

O poker está cada dia mais alcançando um status como esporte e poderá até mesmo se tornar um esporte olímpico. Desde 2009, o poker é considerado mundialmente como um esporte da mente pela International Mind Sports …

Tiro de PM causou morte da menina Ágatha no Rio, aponta inquérito

A Polícia Civil do Rio de Janeiro afirmou nesta terça-feira (19/11) que um cabo da Polícia Militar foi indiciado por homicídio doloso (quando há intenção de matar) pela morte de Ágatha Vitória Sales Félix, de …