Em contexto de tensão na Síria, diplomacia boicota jogo entre França e Turquia

A polícia reforçou suas equipes nos arredores do estádio. Já os responsáveis pela segurança dentro do Stade France passarão dos 1.200 habituais para 1.400 homens.

Há temores de que torcedores turcos e militantes pró-curdos se enfrentem nas ruas, em reação à ofensiva de Ancara visando a minoria curda no norte da Síria. A ação militar que começou na semana passada já fez mais de 150 mortos e obrigou 130 mil pessoas a deixarem suas casas.

As autoridades francesas temem confrontos nas redondezas do estádio, mas também no gramado, caso os jogadores reproduzam algum tipo de saudação militar, como fizeram após a vitória contra a Albânia na sexta-feira (11).

“Se os jogadores fizerem gestos militares, devem ser tratados como militares de um exército inimigo. Não devemos jogar futebol contra eles”, disse o líder da esquerda radical, Jean-Luc Mélenchon.

A chefe da extrema direita, Marine Le Pen, também pede que o jogo seja anulado. “Ao divulgar a propaganda de Recep Tayyip Erdogan, cujas ações preocupam a comunidade internacional, o time de futebol turco pisoteou os valores do esporte. Já está na hora de a UEFA sancionar a federação turca de futebol”, declarou.

A UEFA informou no fim de semana que pretende examinar o episódio de saudação militar dos jogadores turcos na partida contra a Albânia. A entidade lembrou que seu regulamento proíbe qualquer tipo de referência política ou religiosa durante os jogos.

“O que acontece na Síria é uma coisa e o jogo é outra. Pode ser que haja provocações, mas tentaremos evitá-las”, declarou o embaixador turco na França, Ismail Hakki Musa. “Não quero que esse debate chame mais atenção que o jogo”, disse o técnico da seleção turca, Senol Günes. “Espero que todos respeitarão o espírito de fraternidade.”

No final da manhã, poucas horas antes do jogo, o chefe da diplomacia francesa, Jean-Yves Le Drian, anunciou que não estará na tribuna dos representantes políticos, mesmo se sua presença estava prevista. Até o meio da tarde, a ministra do Esporte da França, Roxana Maracineanu, ainda não havia confirmado se assistiria a partida.

A ausência do chefe da diplomacia é vista como mais um sinal da oposição de Paris à atitude de Ancara, que desde a semana passada ataca os curdos no norte da Síria. A França, que denuncia uma “ofensiva unilateral”, havia informado no fim de semana que iria suspender suas vendas de armas para os turcos, seguindo os passos da Alemanha.

Nesta segunda-feira, a União Europeia (UE) também condenou oficialmente a operação militar turca no norte da Síria.

// RFI BR

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Ultrassom destrói células cancerosas

Cientistas do Instituto de Tecnologia da Califórnia e do Instituto de Pesquisa Beckman da Cidade da Esperança desenvolveram uma técnica de ultrassom direcionado de baixa intensidade que mata células cancerígenas sem afetar as células saudáveis …

Robôs são maior ameaça à humanidade que mudança climática, segundo especialista

Especialista em inteligência artificial acredita que robôs podem ser hackeados por terroristas, além de outros problemas, tornando-os potencialmente perigosos para o homem. Se por um lado a tecnologia pode ajudar o homem em suas tarefas do …

Sem capacidade para reciclar, Malásia devolve lixo para países desenvolvidos

A Malásia devolveu 150 contêineres de lixo ilegal para seus países de origem. Entre eles estão os Estados Unidos, a França, o Reino Unido e o Canadá, anunciaram as autoridades nesta segunda-feira (20). Segundo …

Defesa de Trump diz que processo de impeachment é ilegal

Em primeira manifestação formal desde o início do julgamento do presidente, defesa acusa oposição democrata de tentar interferir nas eleições de 2020. Os advogados do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, disseram neste sábado que o …

Cidade de interior de SP inicia tarifa zero no transporte público

Enquanto diversas capitais ao redor do país aumentam o valor das passagens no transporte público, algumas outras cidades pensam diferente. Se o transporte coletivo gratuito parece um sonho inalcançável e utópico, algumas administrações públicas buscam maneiras …

Quantos anos de vida saudável os ricos ganham em relação aos pobres?

Um novo estudo europeu e americano descobriu que os ricos possuem cerca de nove anos de vida saudável a mais do que os pobres. A pesquisa foi bastante abrangente – os cientistas analisaram dados de mais …

O país sul-americano que deve crescer 14 vezes mais que a China neste ano

A Guiana ganhou na loteria e está prestes a resgatar o prêmio. Seus vizinhos, especialmente a Venezuela, aguardam intrigados para saber em que ela vai gastar. De acordo com o Fundo Monetário Internacional (FMI), a economia …

Portugal supera marca histórica de 500 mil imigrantes residindo no país; brasileiros são a maioria

Portugal atingiu um número recorde de imigrantes vivendo no país. O anúncio foi feito pelo governo nesta quarta-feira (15), durante debate no Parlamento sobre o Orçamento de Estado para 2020. "Os dados preliminares levam a dizer …

Papa Francisco nomeia primeira mulher para cargo de alto escalão no Vaticano

Pela primeira vez, uma mulher ocupará um cargo de alto nível no Vaticano. O Papa Francisco nomeou Francesca Di Giovanni para a função de vice-ministra da Secretaria de Estado da Santa Sé, órgão equivalente ao …

Khamenei chama Trump de "palhaço" e exalta ataque a bases dos EUA

Em primeiro sermão desde 2012, líder supremo do Irã afirma que Trump finge apoio ao povo iraniano e pede união após dizer que queda de avião foi "acidente trágico". EUA admitem que militares ficaram feridos. O …