Estudo descobre que humanos têm capacidade de regeneração como a salamandra

Infelizmente, seres humanos não podem se dar ao luxo de perder nenhum pedacinho do corpo, porque todos são insubstituíveis. Ou talvez não.

Um estudo da Universidade Duke (EUA) descobriu que somos muito melhores em regenerar cartilagem do que pensávamos – podemos até ter uma capacidade oculta “à la salamandra” de curar esse tecido.

O achado poderia levar a tratamentos inovadores para lesões nas articulações e artrite.

Os pesquisadores coletaram 18 amostras de tecido humano do quadril, joelhos e tornozelos a a partir de pacientes que haviam passado recentemente por cirurgia.

Em seguida, utilizaram um espectrômetro de massa para estudar o número de proteínas em cada amostra.

Primeiro, determinaram a “idade” da cartilagem nos tecidos, descobrindo que as do joelho eram mais “novas” que as do quadril. As do tornozelo eram ainda mais novas, ou seja, mostravam menos sinais do processo natural de envelhecimento.

Isso pode explicar porque a artrite é mais comum no quadril e nos joelhos do que no tornozelo, e porque a no quadril é a mais difícil de curar.

Curiosamente, os achados também se relacionam com as habilidades naturais de animais que podem regenerar membros, como a salamandra: neles, a regeneração é mais fácil nas pontas do corpo, ao invés de no meio.

A nível do micro RNA, os pesquisadores viram outra semelhança com o mecanismo que anfíbios usam para crescer novos membros: as moléculas que regulam o processo de regeneração na salamandra parecem ser os mesmos controladores do reparo no tecido articular humano.

“Acreditamos que a compreensão dessa capacidade regenerativa ‘semelhante à salamandra’ em humanos e dos componentes criticamente ausentes desse circuito regulador podem fornecer a base para novas abordagens para reparar tecidos articulares e possivelmente membros humanos inteiros”, disse a fisiologista Virginia Byers Kraus ao Science Alert.

“Se conseguirmos descobrir quais são os reguladores que faltam em comparação com as salamandras, poderemos até adicionar os componentes ausentes e desenvolver um meio de regenerar parte ou a totalidade de um membro humano ferido”.

Encontrar essa ligação no mecanismo de regeneração de anfíbios e humanos é importante, mas a descoberta ainda está muito longe de se transformar em uma terapia, quem dirá em uma forma de crescer novos membros humanos naturalmente.

Por enquanto, um dos possíveis próximos passos da pesquisa é investigar se as células nas extremidades de nossos corpos são intrinsicamente melhores em se regenerar ou se estão apenas em um ambiente biologicamente mais propício para a regeneração cartilaginosa.

Um artigo sobre a pesquisa foi publicado na revista científica Science Advances.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Astrônomos revelam que 2ª minilua da Terra é do tamanho de carro pequeno

A minilua chamada 2020 CD3 conta com um diâmetro de entre um metro e 1,5 metro e chegou a ficar a 13 mil quilômetros do nosso planeta. A minilua 2020 CD3, que orbita a Terra nos …

Diego Maradona morre aos 60 anos

O ex-jogador argentino Diego Maradona, maior astro da história do futebol do país sul-americano, morreu nesta quarta-feira (25/11) aos 60 anos, após sofrer uma parada cardiorrespiratória em sua casa em Tigre, ao norte de Buenos …

Incêndios na Amazônia deixam rastro de destruição por décadas

Entre galhos e folhas esturricados sobre o solo que abrigava uma área de floresta intacta, o cheiro de queimada ainda é forte. Próximo a uma das aldeias da Terra Indígena Uru-Eu-Wau-Wau, em Rondônia, vazios surgiram …

EUA: conheça a região com a maior taxa de mortalidade por Covid-19 no mundo

Mais de 12 milhões de pessoas estão contaminadas pela Covid-19 nos Estados Unidos. Mas o vírus não ataca o país de maneira equitativa. Os estados do centro assistem a uma progressão acelerada da epidemia …

Osmar Terra, negacionista da pandemia, está internado com covid-19 em UTI

O deputado federal Osmar Terra (MDB-RS), um dos maiores negacionistas da pandemia e fomentador de fake news sobre o novo coronavírus, está internado com covid-19 em um hospital em Porto Alegre. Segundo comunicado do Hospital São …

Detalhe microscópico revela segredos de retratos egípcios de 1.800 anos

Análise das partículas da tinta revelou novas informações sobre os retratos enterrados ao lado das múmias egípcias há mais de 1.800 anos. A pintura Retrato do Homem Barbudo foi feita entre 170 e 180 d.C. e …

Ação da polícia contra migrantes em Paris gera críticas

Forças de segurança desmontam de forma violenta acampamento improvisado no centro da capital francesa. Ministro do Interior diz que imagens são chocantes. Ação ocorre na véspera de votação de lei que favorece polícia. A ação da …

Pandemia gera escassez de matéria-prima e faz preços subirem no Brasil

Por três vezes ao longo do mês de outubro, Diogo Murrieta, dono da pizzaria La-Nápoles, em Belém do Pará, tentou comprar as embalagens de papelão nas quais suas pizzas são entregues aos clientes e não …

Quando as crianças dominaram o mundo: uma sociedade paralela que parece saída da ficção

Na virada do século XIX para o século XX, os jovens, aqueles que já não mais eram crianças mas ainda não haviam entrado para o mercado de trabalho e se tornado adultos, sequer eram vistos …

Sem reconhecer derrota, Trump autoriza início de transição para administração Biden

Mais de duas semanas após o anúncio da vitória de Joe Biden na eleição presidencial americana, Donald Trump autorizou nessa segunda-feira o início do processo de transição para a administração do democrata, mas não …