Carta perdida revela que Galileu tentou enganar a Inquisição

The Royal Society

A carta original de Galileu Galilei, que estabeleceu os argumentos contra a doutrina da igreja de que o Sol orbitaria a Terra, foi encontrada em uma biblioteca de Londres. A descoberta expõe novos detalhes sobre o episódio que levou à condenação por heresia do astrônomo em 1633.

Escrita a um amigo no dia 21 de dezembro de 1613, a carta de sete páginas assinada “GG”, fornece a mais forte evidência de que, no início da sua batalha com as autoridades religiosas, Galileu tentou espalhar uma versão atenuada das suas ideias, em uma tentativa de controlar os danos que poderia sofrer.

Muitas cópias da carta foram feitas, existindo duas versões diferentes – a enviada para a Inquisição em Roma, e outra com uma linguagem menos “polêmica”.

Como se presumia que a carta original estaria perdida, não era claro se os clérigos teriam ou não alterado a carta para reforçar a ideia de heresia – algo de que Galileu teria reclamado a amigos.

Segundo a Nature, a carta recém-descoberta revela que Galileu fez uma edição antes de enviá-la ao Vaticano. Repleta de notas e emendas, a análise da caligrafia sugere que foi o próprio Galileu que a escreveu, redigindo um texto mais suave, que teria entregado a um amigo com o intuito de que ela chegasse ao Vaticano.

A carta estava na posse da Royal Society há mais de 250 anos e conseguiu escapar de milhares de historiadores, até aparecer Salvatore Ricciardo, um historiador científico pós-doutorado pela Universidade de Bérgamo, que visitou a biblioteca em 2 de agosto.

O historiador teria um propósito diferente na visita, mas acabou fazendo uma das suas maiores descobertas. “Pensei: ‘Não posso acreditar que descobri a carta que todos os estudiosos de Galileu acreditavam estar perdida!’. E parecia ainda mais incrível porque a carta não estava em uma biblioteca obscura, mas sim na Royal Society”, contou Ricciardo.

The Royal Society

Carta perdida de Galileu, descoberta por Salvatore Ricciardo na Royal Society

Em conjunto com seu supervisor, Franco Giudice da Universidade de Bérgamo, e a historiadora científica Michele Camerota da Universidade de Cagliari, os três parceiros descreveram os detalhes e as implicações da carta em um artigo publicado no jornal da Royal Society, Notes and Records.

Allan Chapman, historiador da Universidade de Oxford e presidente da Sociedade para a História da Astronomia, diz que a descoberta “é tão valiosa que permitirá novos conhecimentos sobre esse período crítico”.

A Descoberta

Ricciardo descobriu a carta durante sua estada de um mês na Inglaterra, onde se dedicou a visitar as bibliotecas britânicas para estudar comentários deixados nas obras impressas de Galileu.

No final do dia dedicado à Royal Society, Ricciardo decidiu folhear o catálogo online na tentativa de encontrar algo sobre Castelli, matemático italiano e companheiro de estudos de Galileu.

Quando menos se esperava, uma entrada apareceu no catálogo – a carta que Galileu escreveu para Castelli, datada de 21 de dezembro de 1613, assinada pelo próprio Galileu e com muitas rasuras.

Ricciardo imediatamente percebeu o potencial da carta e pediu permissão para fotografar todas as sete páginas do documento.

A carta, redigida em 21 de dezembro de 1613, foi colocada em um catálogo de 1840 da Royal Society com a data de 21 de outubro de 1618. Esta seria a principal razão para a carta ter permanecido escondida durante todo este tempo.

Outras das razões seria pelo fato de esse tipo de documentos não ser habitual na Royal Society. Segundo o pesquisador, seria de se esperar que o documento fosse encontrado na British Library.

Os historiados querem agora saber como a carta chegou à Royal Society e por quanto tempo esteve nesses arquivos.

De acordo com alguns pesquisadores, a carta teria chegado à Royal Society através da proximidade que a instituição detinha com a Academia de Experiências de Florença, fundada em 1657 por estudantes de Galileu, mas que fracassou uma década depois.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Funcionário de funerária é demitido após tirar selfie com corpo de Maradona

Foi demitido o funcionário da funerária responsável pelo velório do ex-jogador Diego Armando Maradona que tirou uma foto ao lado do caixão com o corpo do astro, enterrado nesta quinta-feira, dia 26, na Grande Buenos …

Museu de Londres reunirá relatos de sonhos de britânicos na pandemia

Projeto visa documentar mudanças no sono causadas pelo confinamento e pela crise gerada com a covid-19, além de coletar narrativas sobre o período para gerações futuras. Mudanças no sono aparentemente têm sido comuns durante a pandemia …

'O Gambito da Rainha': série da Netflix ignora sexismo no xadrez, diz ex-campeã

Existem várias cenas comoventes em O Gambito da Rainha, a série da Netflix que conta a história fictícia de Beth Harman, uma jovem prodígio do xadrez da década de 1960. Em uma delas, um jogador experiente …

Detectada "partícula fantasma" no Sol que confirma teoria da década de 1930

Uma equipe internacional de cientistas conseguiu, pela primeira vez, detectar diretamente a presença do ciclo carbono-nitrogênio-oxigênio (CNO) na fusão nuclear do Sol. Este ciclo representa uma das reações de fusão pelas quais as estrelas convertem hidrogênio …

Musk acertou? Tesla se aproxima dos US$ 500 bilhões de valor de mercado

Nesta segunda-feira (23), a Tesla atingiu o valor de mercado de US$ 498 bilhões. E isso em um momento em que não se sabe se a empresa vai conseguir atingir a sua meta de entregar …

Papai Noel é considerado 'trabalhador essencial' na Irlanda

Na mesma semana em que novas restrições de viagem foram colocadas em prática no Reino Unido e na Irlanda diante dos estragos causados pela segunda onda da pandemia de covid-19 na Europa, a Irlanda fez …

Especialistas da ONU advertem sobre viés racista em algoritmos

Os países devem fazer mais para combater o racismo, principalmente nos algoritmos de inteligência artificial utilizados para reconhecimento facial e controles policiais. Essas ferramentas podem reforçar discriminações, alertam especialistas da ONU. Segundo a especialista jamaicana …

Estudo de dentes de megalodonte revela segredos do tubarão de 18 metros

Especialistas em tubarões revelaram mais informações sobre um dos maiores predadores dos mares – o megalodonte. Nova pesquisa de dentes fossilizados da espécie Odotus megalodons, chamada também de megalodonte, sugere que os tubarões fêmeas desta espécie …

Escritor é alvo de censura e terá conta no Twitter suspensa por críticas contra Igreja Universal

O escritor J. P. Cuenca foi censurado por uma decisão judicial e terá sua conta do Twitter suspensa após o juiz da comarca de Campos dos Goytacazes (RJ), Ralph Machado Manhães Junior, acatar um pedido …

"Tesouro" espetacular de antigos artefatos de caça na Noruega é descoberto sob gelo derretido

Arqueólogos descobriram um “tesouro” de artefatos enquanto outra grande mancha de gelo derrete nas montanhas norueguesas, revelando um total de 68 flechas e muitos outros itens de um antigo local de caça de renas. As primeiras …