CDC faz alerta sobre transmissão da COVID-19 através do ar, mas volta atrás

Não é segredo que pesquisadores ainda buscam consenso sobre a ação do novo coronavírus (SARS-CoV-2) no organismo humano.

Nesse cenário, até o Centro de Controle e Prevenção de Doenças (CDC) dos Estados Unidos gerou polêmica nesta segunda-feira (21). Isso porque a agência de saúde atualizou suas orientações no final de semana, alertando sobre o risco de transmissão do vírus por aerossóis (como através da respiração de pessoas doentes), mas retrocedeu hoje.

Acontece que nesta segunda (21), a página oficial do CDC informava que a COVID-19 é transmitida entre pessoas que têm contato próximo e através de gotículas respiratórias. Mas pouco tempo depois, de acordo com a agência federal, a informação de que o coronavírus pudesse ser transmitido, a partir da respiração de pessoas doentes, foi publicada de forma equivocada.

Em nota, o órgão explica: “Uma versão preliminar das alterações propostas a essa recomendação foi postada por engano no site oficial da agência. O CDC está atualizando suas recomendações com relação à transmissão aérea do SARS-CoV-2 (o vírus que causa a COVID-19)”.

Tudo isso aconteceu porque, na sexta-feira (18), a agência de saúde atualizou suas orientações sobre a COVID-19 e apontava para a possibilidade do agente infeccioso se espalhar “através de gotículas respiratórias ou pequenas partículas, como aquelas em aerossóis, produzidas quando uma pessoa infectada tosse, espirra, canta, fala ou respira”. É o que relatou o site da CNN.

Essa orientação sobre a transmissão do vírus da COVID-19 por aerossol — que não é mais válida e foi corrigida — coincidia com aviso emitido pela Organização Mundial da Saúde (OMS), ainda em julho, sobre as formas de transmissão do coronavírus.

Como a COVID-19 é transmitida?

De acordo com a agência de saúde dos EUA, “acredita-se que a COVID-19 se espalhe, principalmente, através do contato próximo de pessoa a pessoa. Algumas pessoas sem sintomas podem espalhar o vírus. Ainda estamos aprendendo sobre como o vírus se espalha e a gravidade da doença que ele causa”.

No contexto da transmissão entre pessoas, o CDC destaca algumas situações que são, potencialmente, mais perigosas para o contágio, como o contato entre pessoas a menos de 1,8 m. “Através de gotículas respiratórias produzidas quando uma pessoa infectada tosse, espirra ou fala”, sendo que essas gotículas podem chegar até a boca ou ao nariz de pessoas que estejam próximas ou podem ser, possivelmente, inaladas por alguém saudável.

Mesmo não sendo o principal meio de contágio, o CDC também confirma que “é possível que uma pessoa contraia COVID-19 tocando em uma superfície ou objeto que contenha o vírus e, em seguida, toque sua própria boca, nariz ou, possivelmente, seus olhos”.

“O vírus que causa a COVID-19 se espalha de forma muito fácil e sustentável entre as pessoas. Informações a respeito da pandemia da COVID-19 sugerem que esse vírus está se espalhando com mais eficiência do que o influenza, mas não tão eficientemente quanto o sarampo, que é altamente contagioso”, completa o site da agência norte-americana de saúde, em sua última atualização.

Até o momento, os Estados Unidos registram 6,8 milhões de casos de coronavírus, sendo mais 199 mil óbitos em decorrência da infecção, segundo a plataforma de dados desenvolvida pela Universidade Johns Hopkins. Em ambas situações, o país registra os maiores números da pandemia da COVID-19.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Processo contra o Google nos EUA pode afetar o modo como você usa seu celular

Na última terça-feira (23), o Departamento de Justiça dos EUA entregou um "presente de Halloween" pouco agradável ao Google: um gigantesco processo antitruste, acusando a empresa de práticas que eliminam a competição nos mercados de …

Chilenos decidem a favor de nova Constituição por ampla maioria

Em plebiscito, quase 80% dos eleitores votam a favor de uma nova Carta Magna, em substituição à herdada da era Pinochet, e de que ela seja escrita por uma Assembleia Constituinte com igualdade entre mulheres …

'Vai comprar lá na Venezuela', rebate presidente a apoiador que reclamou de preço do arroz

O presidente Jair Bolsonaro rebateu neste domingo (25), durante passeio de moto por Brasília, crítica de apoiador sobre a alta do preço do arroz. No momento em que saia da Feira Permanente do Cruzeiro, região administrativa …

Espanha, Itália e França ampliam restrições em fim de semana com recorde de casos da Covid-19

Os líderes europeus intensificam as medidas de combate à pandemia do coronavírus, depois da alta de 42% de novos casos da Covid-19 em uma semana. A Itália reforçou neste domingo as medidas de restrição …

Pistachio, o cãozinho filhote que nasceu com pelo verde na Itália

O fazendeiro italiano Cristian Mallocci esperava uma ninhada normal de cachorros de sua cadelinha labradora. Entretanto, ao ver os filhotinhos que nasceram, ele percebeu que um era um pouquinho diferente. ‘Pistachio’, como foi nomeado posteriormente, …

Fóssil de pterossauro nunca antes visto de 100 milhões de anos é descoberto na China

Um novo gênero e uma nova espécie de pterossauro dsungaripterídeo, que viveu durante o Cretáceo Inferior, foram catalogados na China após análise de uma mandíbula inferior incompleta. Pterossauros eram répteis voadores que viveram simultaneamente com os …

A consciência é um campo energético: afirma estudo

Uma nova ideia incomum em neurociência sugere que nossa consciência é derivada de um campo de ondas eletromagnéticas emitidas pelos neurônios quando disparam suas cargas elétricas. A ideia é que essas ondas de atividade elétrica sejam …

Pais gays viram alvo de investigações na Rússia

Alguns anos atrás, o advogado Vladimir (nome modificado), morador de uma grande cidade russa, decidiu ter um filho com o auxílio de uma mãe de aluguel. Sua família inteira ficou contente quando uma menina nasceu. …

Líbano: Saad Hariri volta ao posto de primeiro-ministro para formar novo governo

Saad Hariri foi nomeado novamente primeiro-ministro do Líbano, com o desafio de chegar a um acordo com as várias forças políticas do país e formar um governo capaz de realizar as reformas necessárias para …

Alunos incentivam câmeras ligadas para que professores não ‘falem’ com telas em branco

Para amenizar a sensação de solidão de professores em aulas online, alunos norte-americanos começaram a usar o TikTok para incentivar mais estudantes a abrirem as câmeras durante encontros educacionais à distância. A usuária da rede social …