Choveram diamantes extraterrestres na África; vindos de um planeta perdido

NASA

Uma análise em diamantes encontrados em fragmentos de meteoritos no Sudão revela a primeira evidência física de antigos planetas embrionários.

No dia 7 de outubro de 2008, um asteroide entrou na atmosfera terrestre e se fragmentou sobre o deserto de Núbia, no Sudão. O asteroide, agora conhecido como 2008 TC3, tinha pouco mais de quatro metros de diâmetro.

O asteroide continha grandes diamantes formados a alta pressão e se tratava de um embrião planetário, com um tamanho entre o de Mercúrio e o de Marte, que acabou destruído durante a formação do sistema solar.

A descoberta foi publicada esta semana na Nature Communications e é resultado da análise com microscopia eletrônica de transmissão por cientistas da Escola Politécnica Federal de Lausana (EPFL), na Suíça.

Quando entrou na atmosfera terrestre, o asteroide se desfez em múltiplos fragmentos sob o deserto. Só 50 foram recolhidos, cujo tamanho oscilava entre 1 e 10 centímetros, para uma massa total de 4,5 quilos.

Com o tempo, outros fragmentos foram reunidos e catalogados para serem estudados em uma coleção chamada Almahata Sitta – a “Estação Seis”, em árabe, em referência a uma estação de trem próxima do lugar do impacto.

Os meteoritos de Almahata Sitta são, na maioria, ureilites, um tipo raro de meteorito pedregoso que, em média, contém grupos de diamantes de tamanho nanométrico.

Atualmente, sabe-se que esses pequenos diamantes podem se formar de três maneiras: enormes ondas de choque de pressão provenientes de colisões de alta energia entre o “corpo principal” do meteorito e outros objetos espaciais, deposição por vapor químico, ou, finalmente, a pressão estática “normal” dentro do corpo principal, como a maioria dos diamantes na Terra.

A pergunta sem resposta, até agora, tem sido a origem planetária das ureilites no TC3 2008. Os cientistas estudaram as amostras de diamantes e concluíram que algumas dessas rochas que contêm diamantes se formaram sob pressões muito elevadas, acima de 20 gigapascais.

Isso indica que os fragmentos fizeram parte, em algum momento, de um corpo com um tamanho entre o de Mercúrio e o de Marte, o que encaixa com as caraterísticas dos protoplanetas que, segundo os modelos astronômicos, formavam o Sistema Solar nos primeiros 10 milhões de anos de existência.

“Conseguimos mostrar que esses grandes diamantes não podem ser resultado de um choque, mas sim de um crescimento que ocorreu dentro de um planeta”, destacou Philippe Gillet, um dos coautores do estudo.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

George W. Bush: o suposto plano para matar ex-presidente dos EUA desbaratado pelo FBI

Um simpatizante do Estado Islâmico planejava assassinar o ex-presidente dos EUA George W. Bush, mas o plano foi descoberto pelo FBI (polícia federal americana), segundo autoridades dos Estados Unidos. O suspeito, um residente de Ohio, supostamente …

O que se sabe sobre misterioso surto de varíola dos macacos

Casos recentes da doença na América do Norte e Europa acenderam o alerta entre especialistas. Endêmico na África, vírus é transmitido por animais contaminados e por contato próximo prolongado entre pessoas. Autoridades de saúde na América …

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …