Cientistas confirmam pela primeira vez que o núcleo da Terra é sólido

Um novo estudo conduzido por pesquisadores da Universidade Nacional da Austrália confirma que o centro da terra é sólido. Isso pode nos ajudar a entender como a Terra foi formada.

Uma equipe de cientistas da Australian National University, de Camberra, confirmou em um novo estudo que o centro da Terra é sólido.

No trabalho, que foi apresentado em um artigo publicado esta sexta-feira na revista Science, eles encontraram uma forma de detectar as ondas sísmicas do tipo S, no centro do planeta. Este tipo de onda consegue viajar através de materiais sólidos.

“Descobrimos que o núcleo da Terra realmente é sólido, mas também descobrimos que é mais macio do que pensava-se anteriormente”, explicou o autor principal do trabalho, Hrvoje Tkalčić.

“O núcleo interno compartilha algumas propriedades com ouro e platina, e é como uma capsula do tempo. Se compreendermos o núcleo, entendemos como o planeta foi formado e como ele evolui”.

As ondas-S são tão pequenas que não podem ser observadas diretamente. Esta dificuldade é tão grande que ela tem sido chamada de “Santo Graal” da sismologia global desde 1930, quando cientistas previram pela primeira vez que o núcleo interno seria sólido.

Então estes pesquisadores tiveram que desenvolver uma solução criativa, e usaram o método de correlação do campo de onda para analisar as similaridades entre os sinais de dois receptores depois de grandes terremotos. Uma técnica parecida tem sido usada pela mesma equipe para medir a profundidade da camada de gelo da antártica.

“Estamos descartando as primeiras três horas do sismograma e estamos olhando para o período entre a terceira e a décima hora depois que grandes terremotos acontecem. Queremos nos livrar dos sinais grandes”, diz ele.

“Usando uma rede de estações, pegamos cada par de receptores e cada grande terremoto e medimos a similaridade entre os sismogramas. Isso se chama correlação cruzada, ou a medida de similaridade. A partir dessas similaridades, construímos um correlograma global, um tipo de impressão digital da Terra”.

Os resultados deste estudo podem ser usados para demonstrar a existência das ondas-S e inferir a velocidade delas no núcleo interno. O núcleo interno atua diretamente no campo geomagnético da Terra, e sem ele não haveria vida na superfície do planeta.

“Por exemplo, nós ainda não sabemos a temperatura exata do núcleo interno, qual é a idade do núcleo, ou quão rápido ele se solidifica, mas com esses avanços na sismologia global, estamos chegando lá lentamente”, explica o pesquisador.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Ter um cachorro pode te ajudar a viver mais, aponta estudo

Nos últimos anos diversas pesquisas apontaram as vantagens de se ter um cachorro em casa. Nossos fiéis amigos de quatro patas são muito mais do que companheiros, mas podem nos ajudar a viver mais. É …

Desde 1970 a NASA sabe que existe vida em Marte, diz ex-engenheiro da agência

Em um artigo publicado na terça-feira (15) na revista Scientific American, Gilbert Levin, um ex-engenheiro da NASA que trabalhou nas missões Viking, faz uma afirmação polêmica: a de que, desde a década de 1970, a …

Brexit: União Europeia e Reino Unido anunciam um acordo em Bruxelas

O primeiro-ministro britânico Boris Johnson anunciou na manhã desta quinta-feira (17) que encontrou um "excelente novo acordo" para o Brexit com a União Europeia, a poucas horas da cúpula da UE para selar a saída …

Câmara dos EUA condena retirada militar do norte da Síria

Por 354 votos a 60, deputados rejeitaram decisão de Trump de abandonar forças curdas que lutavam ao lado dos EUA. Resolução contou com apoio de mais da metade da bancada republicana. A Câmara de Representantes dos …

Vacina contra o câncer de mama pode estar disponível em 8 anos, diz a Clínica Mayo

Pesquisadores da Clínica Mayo desenvolveram uma vacina contra o câncer ovário e de mama que poderia estar disponível dentro de apenas oito anos. A ideia da vacina é estimular o próprio sistema imunológico dos pacientes a …

Líder de Hong Kong abandona discurso no Parlamento após protestos

Parlamentares pró-democracia forçam Carrie Lam a interromper pronunciamento anual. Sem conseguir completar fala, chefe do Executivo faz discurso sobre futuro político da região administrativa especial da China em vídeo. A chefe do Executivo de Hong Kong, …

Barcelona se prepara para novos protestos, depois de noite tensa em aeroporto

A Catalunha se prepara para um novo dia de indignação, depois que milhares de ativistas pela independência cercaram o aeroporto de Barcelona, na segunda e terça-feira, para denunciar a condenação de seus líderes a sentenças …

Erdogan acusa militares sírios de bombardear posições turcas

Dois soldados turcos foram mortos na área de Manbij pelo Exército do governo sírio, disse o presidente turco Recep Tayyip Erdogan. No dia anterior foi noticiada a morte de mais dois soldados turcos durante um ataque …

Operação da PF amplia briga interna no PSL

A disputa pública pelo comando do PSL, o partido do presidente Jair Bolsonaro, ganhou um novo capítulo nesta terça-feira (15/10) quando agentes da Polícia Federal (PF) realizaram uma operação de busca e apreensão na casa …

Cidade na Itália proíbe Google Maps porque pessoas 'se perdem' o tempo todo

Serviços de emergência de Baunei já tiveram que resgatar 144 perdidos em dois anos devido ao Google Maps. O prefeito da cidade italiana de Baunei, Salvatore Corrias, proibiu o uso do aplicativo de localização geográfica Google …