Déjà-rêvé: é possível relembrar sonhos antigos

Cientistas franceses descobriram um novo fenômeno relativo a pacientes com epilepsia, em que eles experimentam um sonho quando estão acordados.

Esse fenômeno ganhou o nome de déjà-rêvé pelos pesquisadores. Ao contrário do famoso déjà vu, que significa “já visto”, esse novo fenômeno nos remete para o que já foi sonhado.

Cientistas do Centro Hospitalar Universitário de Toulouse, na França, recolheram dados de 1958 a 2015, referentes a pacientes que sofrem de epilepsia que possam ter tido estes episódios depois de serem induzidos a Extimulação Elétrica Transcraniana (EET).

Jonathan Curot, autor principal do artigo publicado recentemente na Brain Stimulation, disse, em entrevista ao site Inverse, que o déjà-rêvé induzido por eletricidade “pode ser uma abordagem interessante para entender melhor nossos sonhos”.

Enquanto que a maioria dos estudos existentes se centram sobre o REM (rapid eye movement), o período de sono no qual os sonhos são mais vividos, esta nova abordagem analisou uma parte significativa “dos nossos sonhos que nunca foi estudada”.

Segundo a Sábado, os pacientes que foram estimulados a relembraram sonhos e pesadelos antigos enquanto estavam acordados. Isso foi possível através da estimulação elétrica do lobo temporal, a parte do cérebro responsável pelo armazenamento a longo prazo de memórias e sonhos.

Desta forma, o dèjá-rêvé acontece de três maneiras diferentes, explicam os cientistas. Naquela que é chamada de “episódio”, o paciente é capaz de especificar um sonho em uma data definida. “Eu vi algo, um sonho ou pesadelo, que tive anos atrás. Um sonho de um objeto sobre uma mesa”, garantiu um dos participantes do estudo.

No episódio “familiar”, o doente relembra um sonho vago e é um incidente que explica a visão de um sonho recente. Por último, há vários pacientes que relataram o sentimento de estar vivendo dentro de um sonho. Inclusivamente, um estudo anterior abordou o tema, que descreve as pessoas estudadas como estando desmaiadas ou “flutuando”.

Apesar de ser um novo fenômeno, este é um dos primeiros passos para explicar os estranhos sentimentos que essas pessoas sentiram. O déjá-rêvé é raro em pessoas com epilepsia, mas o estudo conclui que não há provas deste fenômeno em pessoas sem a doença.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

4 COMENTÁRIOS

  1. Mesma coisa. Tenho isto frequentemente. Hoje tive novamente, por isto acabei caindo neste site. A propósito, parece ter um livro ótimo sobre o funcionamento do cérebro, chamado “A portrait of the brain”. Irei providenciar um para mim.
    Obs.: Também não tenho epilepsia (ou tenho epilepsia sem sintomas). Acho melhor averiguar isto.

  2. Tenho procurado respostas já faz tempo e só agora fiquei sabendo algo que se parece com o que sinto. Também nao tenho epilepsia

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Aumento na densidade do espaço fora do sistema solar é descoberto pela sonda espacial Voyager

Em novembro de 2018, após uma viagem épica de 41 anos, a Voyager 2 finalmente cruzou a fronteira que marcava o limite da influência do Sol e entrou no espaço interestelar. Mas a missão da …

Polícia Federal faz operação de busca e apreensão na 77ª fase da Lava Jato

São sete mandatos no Rio de Janeiro e em Niterói contra suspeita de propina na Petrobras envolvendo pouco mais de três bilhões de litros de combustíveis. Por determinação da 13ª Vara Federal em Curitiba (PR), a …

Suspeitos de COVID-19 podem ter dados compartilhados com a polícia na Inglaterra

  As informações pessoais de suspeitos de contaminação pelo novo coronavírus (SARS-CoV-2) podem ser utilizadas pela polícia da Inglaterra para garantir que eles não quebrem o isolamento. De acordo com as informações oficiais, as autoridades poderão ter …

Jejum intermitente funciona? Este estudo indica que não

Um estudo recém publicado na revista médica “Jama Internal Medicine” mostra que a prática conhecida como jejum intermitente não traz benefícios para o corpo e, ainda, não promove perda de peso de fato. A pesquisa, …

Estudos corroboram correlação entre tipo sanguíneo e risco de covid-19

A suscetibilidade ao contágio com o vírus Sars-Cov-2 pode variar segundo o grupo sanguíneo: os indivíduos do grupo O tendem a um menor risco, enquanto os demais estão também potencialmente mais expostos a quadros clínicos …

Bolsonaro reforça que brasileiro não será obrigado a tomar vacina contra a COVID-19

Declaração do presidente acontece três dias depois de o governador João Doria informar que vacinação será obrigatória no estado de São Paulo. O presidente Jair Bolsonaro reforçou hoje (19) na saída do Palácio da Alvorada o …

Engenheiros criam sabre de luz real de plasma retrátil de 2.200°C que corta aço

Os engenheiros por trás do canal do YouTube “The Hacksmith” criaram o sabre de luz de “Star Wars” no mundo real que é quente o suficiente para derreter aço e até titânio em segundos. James Hobson, …

Evo Morales comemora vitória de seu candidato, Luis Arce, à presidência na Bolívia

De La Paz, na Bolívia, o candidato a presidente Luis Arce e, de Buenos Aires, na Argentina, o ex-presidente Evo Morales comemoram vitória nas eleições tanto para presidente quanto para o Congresso, realizadas neste …

Síndrome provoca mudança na coloração dos olhos em população nativa da Indonésia

Em um país cujo a vasta maioria da população possui cabelos e olhos escuros, uma rara síndrome genética ofereceu aos membros de uma tribo nativa da Indonésia uma impressionante condição: os mais impactantes e profundos …

Aula de spinning em academia no Canadá contaminou 61 pessoas com a COVID-19

Academias não são locais recomendados neste momento de pandemia, mesmo que alguns estabelecimentos estejam reabrindo com todas as medidas de segurança adequadas. Prova disso aconteceu recentemente em Hamilton, na província de Ontario, no Canadá, quando uma …