Dezenas de crianças mortas em ataque aéreo “legítimo” no Iêmen

Dezenas de pessoas morreram, incluindo crianças, e 35 ficaram feridas nesta quinta-feira (9) durante os ataques aéreos que atingiram um mercado movimentado e um ônibus no norte do Iêmen, de acordo com líderes tribais.

Os responsáveis tribais culpam a coligação liderada pela Arábia Saudita pelos ataques que atingiram a zona de um mercado muito movimentado em Dahyan, na província de Saada, um reduto dos rebeldes xiitas conhecidos como Huthis.

A coligação não comentou os ataques no norte do Iêmen. Os líderes tribais falaram à imprensa sob condição de anonimato por medo de represálias.

O Comitê Internacional da Cruz Vermelha (ICRC), através de uma mensagem no Twitter, indicou que um hospital apoiado pela organização recebeu dezenas de mortos e feridos.

Mais tarde, um hospital da província de Saada apoiado pelo Comitê “recebeu os corpos de 29 crianças com menos de 15 anos e 48 feridos, dos quais 30 crianças”, anunciou a organização no Twitter, sem detalhar a natureza do ataque.

Na capital do Iêmen, Sanaa, a televisão Al Masirah, controlada pelos rebeldes, informou que o ataque matou 39 pessoas e feriu outras 51, principalmente crianças.

Um porta-voz da CICV na capital, Sana, também sob controle dos Houthis, preveniu que o balanço não era definitivo, porque as vítimas tinham sido transportadas para hospitais diferentes.

A agência de notícias francesa diz que dezenas de pessoas morreram quando um ônibus que levava crianças foi atingido perto de um mercado em Dahyan, na província de Saada.

Ataque foi “operação militar legítima”

A coligação liderada pela Arábia Saudita definiu o ataque aéreo no norte do Iêmen como uma “operação militar legítima“. Segundo o ICRC, o ataque provocou dezenas de mortos, incluindo crianças, na maioria menores de 10 anos.

“O ataque na província de Saada é uma operação militar legítima contra indivíduos que dispararam um míssil em direção à cidade [saudita] de Jizan, provocando um morto e feridos entre os civis”, indicou em comunicado a coligação que intervém no Iêmen desde 2015 em apoio ao governo reconhecido pelas instâncias internacionais

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas (ONU), António Guterres, apelou à realização de um inquérito independente à morte de dezenas de crianças, ocorrida quando o ônibus que as transportava foi atacado no norte do Iêmen.

Guterres “apelou a um inquérito rápido e independente” e exortou todas as partes para se esforçarem “em poupar os civis (…) durante a realização de operações militares”, indicou, em comunicado um porta-voz da ONU, Farhan Haq.

A guerra no Iêmen já provocou mais de 10 mil mortos desde a intervenção da coligação em março de 2015, e segundo a ONU originou a “pior crise humanitária” no mundo.

Ciberia, Lusa // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Estudo de terapia com MDMA é tão poderoso que 67% dos voluntários foram curados de trauma

Um teste clínico em humanos inovador alcançou resultados extremamente estatisticamente significativos e uma excelente taxa de segurança, demonstrando que a terapia psicodélica assistida por MDMA pode ser um tratamento eficaz para transtorno de estresse pós-traumático …

Bolsonaro diz que pessoas que cumprem isolamento são "idiotas"

Presidente critica apelos para que brasileiros restrinjam os contatos sociais em meio à pandemia, que já provocou 435 mil mortes no país. "Tem alguns idiotas que até hoje ficam em casa", diz. O Presidente Jair Bolsonaro …

EUA vão fornecer 20 milhões de vacinas contra Covid-19 para outros países

Os Estados Unidos fornecerão 20 milhões de doses adicionais de vacinas contra a Covid-19 para outros países até o final de junho, elevando o total destinado ao exterior para 80 milhões de doses. O …

Demi Lovato vai comandar programa de TV investigativo sobre OVNIs

A atriz e cantora Demi Lovato está prestes a se aventurar em um desafio de outro mundo. A artista anunciou na última semana a sua participação em uma série limitada para a plataforma de streaming …

CPI da Covid: como 'isolamento vertical' pode virar arma contra Bolsonaro

Uma das linhas de investigação da CPI da Covid apura se o governo federal adotou a estratégia da imunidade de rebanho, ou seja, a obtenção da imunidade coletiva por meio da infecção da população, no …

Astrônomos continuam encontrando inexplicáveis anéis circulares misteriosos no céu

Nos últimos anos, astrônomos avistaram vários objetos de rádio gigantescos e quase perfeitamente circulares no universo distante. Embora ninguém tenha uma explicação para essas entidades misteriosas ainda, uma equipe adicionou recentemente outra ao seu catálogo, …

Conflito tem seu dia mais sangrento em Gaza

Bombardeios israelenses deixam pelo menos 42 palestinos mortos e elevam total de vítimas a 188. Netanyahu diz que ataques continuarão. Sem um cessar-fogo à vista, o atual conflito entre Israel e Hamas teve neste domingo (16/05) …

Apple é acusada de enganar usuários através de aplicativos fraudulentos na App Store

A Apple segue batendo recordes financeiros. No entanto, escândalos um atrás do outro aumentam a preocupação em torno da App Store. Após chamar a atenção internacional com as recentes revelações sobre a existência de cassinos ocultos …

Chile escolhe representantes para elaborar nova Constituição

O domingo foi o último dia de votação no Chile para a escolha dos redatores da nova Constituição do país. Os 155 representantes eleitos terão a tarefa de mudar o texto herdado da ditadura. …

China consegue pousar veículo não tripulado em Marte

A China conseguiu neste sábado pousar um veículo autônomo não tripulado em Marte. A fase final da operação Tianwen-1 aconteceu sem falhas, informou a TV estatal chinesa, que transmitiu um programa especial chamado Alo …