Erramos a idade dos continentes em meio bilhão de anos

NASA

Uma equipe de cientistas criou uma nova maneira de datar pedaços antigos de crosta e de acordo com suas últimas pesquisas, erramos a idade dos continentes em meio bilhão de anos.

Como um bom pão francês, a Terra não seria nada sem sua crosta. E como um bom vinho francês, essa crosta envelheceu excepcionalmente bem.

A rígida crosta continental rochosa tem sido uma característica do planeta por bilhões de anos (embora apenas uma pequena porcentagem da crosta seja tão antiga). Quantos bilhões de anos, exatamente, é difícil dizer. Para calcular a idade dos continentes, pesquisadores estudam a decomposição de produtos químicos antigos presos em rochas — tipicamente, em minerais carbonato do oceano. Mas esses minerais são difíceis de encontrar, e raramente estão em condições boas o suficiente para analisar.

Agora, uma equipe de cientistas criou uma nova maneira de datar pedaços antigos de crosta e de acordo com suas últimas pesquisas, erramos a idade dos continentes em meio bilhão de anos.

Uma pesquisa apresentada em 26 de abril na conferência virtual da Assembleia Geral da União Europeia de Geociências (EGU) 2021, uma equipe mostrou que, analisando um mineral chamado barita — uma combinação de sais oceânicos e bário liberados pelas aberturas oceânicas vulcânicas — eles encontraram evidências de que a crosta continental da Terra existia a de pelo menos 3,7 bilhões de anos atrás, muito mais antiga do que as estimativas anteriores.

Isso é um “enorme” salto no tempo, disse a autora principal do estudo, Desiree Roerdink, geoquímica da Universidade de Bergen, na Noruega, em um comunicado. “Tem implicações na maneira como pensamos sobre como a vida evoluiu.”

A baritas forma-se debaixo d’água profunda, onde a água quente e rica em nutrientes borbulha nas aberturas hidrotermais no fundo do mar. Então, por que essas rochas marinhas são úteis para estudar crosta continental? De acordo com os pesquisadores, continentes e oceanos têm uma longa história de troca de nutrientes — e as baritas registram essa história extremamente bem.

“A composição de um pedaço de barita que está na Terra há três bilhões de anos e meio é exatamente a mesma que de quando foi formada”, disse Roerdink. “É um grande registro para olhar para os processos na Terra primitiva.”

O processo chave aqui é resistir. À medida que os continentes se desgastam naturalmente com o tempo, nutrientes são levados pela água da chuva para o mar ao redor. Esses nutrientes ajudam a promover a vida nos oceanos; um estudo publicado em 11 de fevereiro na revista Science descobriu que quando a crosta continental da Terra parou de crescer durante cerca de um bilhão de anos na a “idade média” da Terra, a evolução da vida de repente desacelerou, também.

Um elemento que a crosta continental envia para o mar é o estrôncio. Medindo a proporção de dois isótopos de estrôncio (ou versões de elementos) em seis depósitos diferentes de baritas, os pesquisadores calcularam as idades desses minerais. Os minerais variaram de 3,2 bilhões a 3,5 bilhões de anos, mas a história não termina aí. A partir desses minerais, a equipe também inferiu há quanto tempo os antigos continentes começaram a enviar estrôncio para o mar onde esses baritas se formaram. Este processo provavelmente começou há cerca de 3,7 bilhões de anos, concluiu a equipe.

Isso significa que havia continentes bem estabelecidos há cerca de 3,7 bilhões de anos — meio bilhão de anos antes do estimado anteriormente com base em minerais de carbonato.

Isso significa que os continentes da Terra são muito mais velhos do que se pensava? Por um lado, significa que os processos que criam continentes — como a tectônica de placas — têm sido ativos na Terra pelo menos desde essa época. Também pode haver implicações para a evolução da vida no oceano, que prosperou nesses nutrientes continentais, disseram os pesquisadores. No entanto, mais pesquisas são necessárias para termos certeza.

Este estudo ainda não foi publicado em nenhum periódico revisado por pares.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …