EUA querem fechar brecha em regra que bloqueia fornecimento de chips para Huawei

Reguladores dos EUA querem fechar uma brecha na nova regra que bloqueia o fornecimento global de chips para a Huawei. Recentemente, a fabricante chinesa também teve a sua presença prorrogada por mais um ano na lista de empresas proibidas de negociar com companhias norte-americanas.

A nova regra, divulgada pelo Departamento de Comércio dos EUA na última sexta-feira (15), amplia a autoridade do país para exigir licenças nas vendas de semicondutores fabricados no exterior, mas com tecnologia norte-americana, à Huawei. Dessa forma, o governo Trump consegue ampliar o alcance para interromper as exportações para a segunda maior fabricante mundial de smartphones.

No entanto, a regra traz, na visão de muitos advogados do setor, uma brecha considerável: ela inclui apenas chips projetados pela Huawei e não cobre remessas se forem enviadas diretamente aos clientes da fabricante chinesa.

A agência de notícias Reuters questionou Christopher Ashley Ford, funcionário do Departamento de Estado dos EUA, sobre a possibilidade de ajustes na regra para fechar esta brecha. Ele, no entanto, afirmou que a própria regra forneceria aos reguladores a visão para determinar se ela deveria ser alterada.

“A [aplicação da] regra nos fornecerá muito mais informações sobre as quais basear as decisões de controle de exportação na medida em que avançamos e tentamos encontrar a resposta certa para esses desafios”.

Ele afirmou que uma adaptação da regra pode ser feita caso a Huawei tente contorná-la de alguma maneira e que os reguladores “certamente farão as alterações que acharmos necessárias”.

Entenda o caso

O bloqueio no fornecimento global é mais uma tentativa do governo dos EUA de sufocar de vez a atuação da Huawei naquele país. De acordo com o Secretário de Comércio americano Wilbur Ross, a fabricante vinha se aproveitando de brechas legais para continuar recebendo tecnologias desenvolvidas nos Estados Unidos, mesmo com o banimento imposto por Donald Trump no ano passado.

A mudanças nas regras, afirma ele, vem para alterar esse cenário e impedir que a companhia continue sendo uma “ameaça à segurança nacional”.

O novo bloqueio acompanha uma série de regras, voltadas para, segundo o governo, reduzir o impacto sobre a cadeia global de suprimentos. Chips já em produção ainda poderão ser exportados para a Huawei desde que o processo de fabricação seja iniciado até 15 de maio, com um prazo máximo de 120 dias para envio dos componentes à empresa chinesa. Depois disso, as remessas ficam bloqueadas indefinidamente.

Um bloqueio no fornecimento de semicondutores deve afetar diretamente a produção de smartphones, dispositivos móveis e, principalmente, equipamentos de telecomunicações da Huawei. Em um momento de fechamento de contratos globais para implementação de 5G, a medida também representa mais uma cartada do governo dos EUA na tentativa de impedir que a empresa chinesa participe da instalação dessa infraestrutura.

A retaliação chinesa

No mesmo dia 15 de maio, quando os EUA anunciaram a nova regra, a China respondeu na mesma moeda. O governo do país asiático deve incluir empresas norte-americanas em uma lista de “entidades não-confiáveis”. E isso incluirá companhias do porte da Apple, Qualcomm, Cisco e até a Boeing.

Empresas incluídas nessa lista estão sujeitas a investigações por parte de autoridades, bem como a imposição de restrições. Elas serão submetidas às leis e regulamentos chineses, seguindo as “Medidas de Revisão de Cibersegurança e Lei Antimonopólio” do país asiático.

Para completar, as empresas citadas no parágrafo acima são altamente dependentes do mercado chinês – ou de seus pólos de fabricação – e a entrada na relação atrapalharia muito suas operações.

E no caso da Boeing, a medida doerá no bolso: isso porque as companhias aéreas chinesas terão de interromper a compra de aviões da fabricante norte-americana. Já no caso da Apple, o faturamento gerado pela China representou 14,8% da sua receita total.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Água líquida em Marte: descobertas mais reservas no polo sul do Planeta Vermelho

Em 2018, pesquisadores italianos anunciaram que haviam encontrado evidências da existência de água líquida em Marte, abaixo da calota polar sul. Agora, a equipe voltou em mais uma série de informações que não apenas sustentam essa …

Cientistas russos encontram nova forma de tratamento para covid-19

Uma equipe de cientistas russos sugeriu tratar os pacientes gravemente afetados pelo coronavírus SARS-CoV-2 da mesma maneira que são tratados alguns casos de intoxicação. De acordo com os especialistas do Instituto de Pesquisa de Medicina de …

Covid-19 já causou a morte de um milhão de pessoas no mundo

Nove meses após seu surgimento na China, a pandemia de Covid-19 superou, neste domingo (27), o número simbólico de um milhão de mortos no mundo. No total, o coronavírus causou 1.000.009 mortes e 33.018.877 casos …

Homem que comia alcaçuz todos os dias morre e médicos alertam sobre riscos à saúde

Um homem de 54 anos morreu após consumir alcaçuz em excesso. Segundo os médicos do Hospital Geral de Massachussets (EUA), após duas semanas ingerindo alcaçuz preto em excesso, o homem teve uma overdose de uma …

Conflito armado se acirra na fronteira entre Armênia e Azerbaijão

A Armênia e o Azerbaijão se acusaram mutuamente neste domingo (27/09) de iniciar confrontos mortais na região separatista de Nagorno-Karabakh, na fronteira entre os dois países, em meio a uma disputa territorial de décadas. Ao …

Grande depósito de ovos de dinossauro é descoberto na Espanha

O norte de Espanha foi palco de uma nova descoberta paleontológica. Foram encontrados ovos de 68 milhões de anos atrás, que podem conter embriões desses enormes répteis. José Manuel Gasca estava fazendo jogging um dia no …

Uma cidade brasileira pode ter atingido imunidade de grupo ao Covid-19 a um terrível custo

Um surto explosivo de COVID-19 em Manaus pode ter contaminado pessoas suficientes para que a imunidade coletiva tenha se manifestado, sugerem estudos iniciais. Exames de anticorpos mostram que até dois terços da população pode ter contraído …

O raro pedido de desculpas de Kim Jong-un pela morte de sul-coreano na Coreia do Norte

O líder da Coreia do Norte, Kim Jong-un, divulgou um raro pedido de desculpas pessoal pelo assassinato de um cidadão sul-coreano, segundo o governo da Coreia do Sul. Kim disse a seu colega sul-coreano, Moon Jae-in, …

Esses são os preparativos finais para a NASA coletar amostras do asteroide Bennu

A NASA já iniciou a contagem regressiva para o grande momento da missão OSIRIS-REx: a coleta de amostras do asteroide Bennu, que acontecerá no dia 20 de outubro. Será uma manobra complicada para a sonda …

Trump volta a lançar dúvida sobre processo eleitoral nos EUA

Após recusar comprometimento com transição pacífica de poder, presidente americano diz não saber se é possível um pleito "honesto". Líder republicano no Senado diz que transferência de mandato presidencial será ordenada. O presidente dos EUA, Donald …