Falha de sistema (ou um simples erro humano) pode provocar uma Guerra Nuclear

O ex-secretário da Defesa dos Estados Unidos, William Perry, citou os perigos que existem no mundo moderno e indica fatores que podem provocar uma guerra nuclear.

O início de uma guerra nuclear pode ser provocado tanto por fator humano como por mau funcionamento de sistemas de alerta antimíssil, acredita o ex-secretário da Defesa dos Estados Unidos, William Perry, no âmbito do International Luxembourg Forum on Preventing a Nuclear Catastrophe, que ocorreu nesta segunda-feira (9) em Paris.

“No mundo moderno, o perigo de catástrofe nuclear está no nível mais elevado desde os tempos da Guerra Fria”, disse o antigo secretário de estado, citado pelo Express.

“Uma das razões que pode provocar um conflito nuclear pode ser um erro humano ou um possível mau funcionamento de sistemas de alerta antimíssil que estão ao dispor dos EUA e da Rússia”, explicou Perry.

Segundo o ex-secretário da Defesa, nos anos da Guerra Fria, houve três incidentes semelhantes. William Perry recordou os eventos que ocorreram nos EUA em 1979 e na União Soviética em 1983.

Nos Estados Unidos, em 1979, foi detectado o lançamento simultâneo de 200 mísseis balísticos intercontinentais russos – ou que tinha havido um erro do sistema. Mais tarde foi revelado que o sistema funcionava sem problemas, e que o erro era do operador.

“Naquele dia, graças ao então presidente Jimmy Carter, que decidiu não lançar mísseis norte-americanos em contra-ataque, conseguiu-se evitar o início da guerra nuclear. E  foram precisos cerca de dez minutos para tomar a decisão“, destacou.

Um caso semelhante ocorreu na União Soviética em 1983, mas a catástrofe também foi evitada, recordou Perry, em referência ao oficial soviético Stanislav Petrov, recentemente falecido, que impediu uma crise nuclear e a provável Terceira Guerra Mundial que recebeu um alerta do Sistema de Vigilância Nuclear soviético – e decidiu ignorá-lo.

Considerando o perigo que existia e continua a existir, Perry expressou uma “profunda preocupação” com as relações atuais entre os EUA e a Rússia. Na sua opinião, Washington tem mais responsabilidade pela escalada de tensões nessas relações.

No entanto, Perry está preocupado com as “ações da Rússia nessa área”. “A Rússia é o único país capaz de causar danos aos EUA. Será que esquecemos os custos da corrida ao armamento na esfera nuclear?”, se pergunta.

Entretanto, o ex-secretário da Defesa dos Estados Unidos especificou três novas ameaças ligadas à proliferação de armamento nuclear, que não na Guerra Fria: a possibilidade de uma guerra nuclear regional entre a Índia e o Paquistão, o terrorismo nuclear, e um conflito nuclear com participação da Coreia do Norte.

Ciberia // Sputnik News / ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Eleição na Bolívia: Resultados parciais indicam 2º turno inédito entre Evo Morales e Carlos Mesa

Com quase 90% dos votos contabilizados, resultados parciais da eleição realizada neste domingo na Bolívia indicam que o atual presidente Evo Morales não teve votos suficientes para garantir já sua vitória, caminhando para disputar com …

Voo mais longo e sem escalas da história pousou em Sydney

O voo mais longo e sem escalas da história pousou nesse domingo (20) em Sydney, 19 horas e 16 minutos após a decolagem, em Nova York. Foi um teste da companhia australiana Qantas, que pretende …

Governo brasileiro publica lei que agiliza venda de bens do tráfico de drogas

O presidente Jair Bolsonaro sancionou a Lei 13886/19, que pretende acelerar a destinação de bens apreendidos ou sequestrados que tenham vinculação com o tráfico ilícito de drogas. Essa lei, que converte a Medida Provisória nº 885, …

Criaram uma bebida com probióticos geneticamente modificados para prevenir ressacas

Beber moderadamente pode ser garantia de uma noite especialmente divertida, mas quem se aventura pelos bares da vida sabe que basta um pequeno erro de cálculo ou deslize nos preparativos – como, por exemplo, esquecer …

Manifestantes desafiam proibição em Hong Kong

Milhares voltam às ruas, apesar de governo ter proibido protestos na região semiautônoma, e são recebidos com jatos d'água e gás lacrimogêneo. Há quatro meses, colônia britânica atravessa a sua maior crise política. Milhares de manifestantes …

Brexit pode causar ao Brasil perdas anuais de exportações de mais de US$ 700 milhões

Nas próximas semanas, empresários e exportadores brasileiros deverão acompanhar com grande atenção os capítulos finais da novela do Brexit, como é chamada a saída do Reino Unido da União Europeia. Isso por que, a depender de …

Motivos de artrópodes se moverem em fila indiana há 480 anos são revelados

Um novo estudo revela que os fósseis de artrópodes descobertos em fila podem indicar um comportamento coletivo devido a fatores ambientais. O estudo publicado pela revista Scientific Reports sugere que o comportamento em grupo de trilobitas …

Arqueólogos encontram 20 sarcófagos de madeira perto de Luxor

Arqueólogos encontraram mais de 20 caixões antigos de madeira, ainda coloridos, na necrópole de Asasif, em Tebas, na margem oeste do rio Nilo, próximos à cidade de Luxor, no Egito. Os caixões estavam posicionados em duas …

Mão robótica aprendeu sozinha como solucionar o cubo de Rubik

Provavelmente você já deve ter passado pelo desafio de deixar o cubo de Rubik, mais conhecido como cubo magico, com as cores das faces iguais. Saiba que uma mão robótica conseguiu resolver teste desafio sozinha. Provavelmente …

Planalto suspende indicação de Eduardo Bolsonaro para embaixada nos EUA

O Palácio do Planalto decidiu deixar em suspenso a indicação do deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), filho do presidente Jair Bolsonaro, para assumir a embaixada brasileira nos Estados Unidos, em meio a uma crise política …