Explorador anuncia provas de que a Arca de Noé está enterrada no Monte Ararate

Mfikretyilmaz / Wikimedia

Monte Ararate em Agri, na Turquia

Na Bíblia consta que a Arca de Noé se firmou nas montanhas turcas de Ararate no 150º dia do dilúvio. Agora, um explorador norte-americano declara que, em breve, revelará provas de que a Arca de Noé está mesmo na Turquia.

Em 2010, um grupo de exploradores cristãos afirmou ter encontrado vestígios do navio bíblico na montanha. Contudo, a pesquisa foi descartada por especialistas, segundo os quais não há provas reais de que a alegação correspondesse à verdade.

Agora, uma expedição norte-americana trabalha na mesma região e acredita ter novas provas de que os restos da Arca de Noé se encontram no local, conhecido como a “Anomalia do Ararate”.

A comunidade científica recebeu a nova reivindicação com algum entusiasmo, durante um Simpósio Internacional que reuniu mais de 100 especialistas de todo o mundo, durante três dias, no Monte Ararate, na Turquia.

Raul Esperante, professor do Geoscience Research Institute, que pertence à Igreja Adventista dos EUA, disse que o objetivo é “visitar os locais em torno da montanha com o objetivo de encontrar pistas sobre eventos catastróficos do passado”.

A expedição norte-americana, liderada por Esperante, trabalha na mesma região mas não exatamente no mesmo local onde, em 2010, um grupo de arqueólogos chineses e turcos afirmaram ter desenterrado a Arca de Noé.

“Temos recursos técnicos e estamos dispostos a trabalhar com especialistas locais”, afirma Esperante, deixando claro que “é necessário um trabalho científico rigoroso” sobre o tema.

De acordo com o Express, o arqueólogo afirma que seu principal objetivo é “descobrir e compartilhar uma compreensão da natureza e seu relacionamento com a Bíblia”.

Oktay Belli, professor e arqueólogo da Universidade de Istambul e membro do Instituto Turco de História Antiga, concorda com Esperante e está convencido de que “a Arca de Noé e o Dilúvio não são um mito, mas sim um evento real, mencionado em diferentes livros sagrados”.

Andrew Snelling, cientista cristão que trabalha com o ministério Answers In Genesis, explica que “vários cientistas procuraram pela arca e a maioria deles se concentraram no Monte Ararate, onde se sabe que existe uma estrutura de madeira enterrada sob toneladas de sedimentos”.

No entanto, assegura que a dificuldade de encontrar provas inequívocas pode ser uma consequência de uma interpretação errada. “O dilúvio foi uma catástrofe global que mudou totalmente a geologia da Terra, e a superfície do planeta continuou a mudar desde então. Talvez a geologia do local não permita que achemos os restos da Arca de Noé.”

Esperante afirma que é preciso ter em atenção que o Monte Ararate é uma estrutura vulcânica e que existem camadas de lava e cinza datados da época posterior à do Dilúvio.

O monte Ararate é um vulcão ‘pós-diluviano’, que continuou a entrar em erupção. Como geólogo bíblico não espero encontrar a Arca de Noé no alto do Monte Ararate, mas há outras evidências ao redor”, explica.

O geólogo garante que o resultado das descobertas será publicado em breve, mas diz ser ainda muito cedo para dar uma palavra final. “Quando a comunidade científica reconhecer a existência da Arca de Noé no Monte Ararate, podemos disponibilizar tudo que encontramos ao público em geral”, conclui.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …