França vai adotar teste de saliva nos aeroportos para evitar 2ª onda de Covid-19

Narendra Shrestha / EPA

O governo francês anunciou nesta sexta-feira (10) a implementação de testes a base de saliva em seus aeroportos. A medida, que tem como objetivo evitar uma segunda onda de contaminação pelo coronavírus, visa principalmente os viajantes vindos de países considerados de risco.

O anúncio foi feito pelo ministro francês da Saúde, Olivier Véran, em entrevista aos canais de rádio e televisão BFMTV e RCM. Ele não deu a data exata da implementação da medida, mas explicou que os testes já estão sendo avaliados e adquiridos.

O ministro avisou que “todos os viajantes vindos de países de risco poderão ser submetidos ao teste dentro de alguns dias”. No entanto, ele disse que o dispositivo não será obrigatório. “Não podemos forçar alguém a ser testado”, frisou.

Véran não deu a lista das nacionalidades visadas, mas lembrou que, atualmente, o governo francês classifica os países em duas categorias: “os que são ‘verdes’, onde o vírus não circula mais do que na França, e para os quais não há razões para controles específicos, e os países que têm fronteiras fechadas, em ‘zona vermelha’”.

Brasil e Estados Unidos são considerados zonas de risco em razão da evolução atual da pandemia, o que leva a crer que voos vindos desses dois países podem ser prioritários na aplicação dos testes nos aeroportos franceses. “Estou trabalhando junto com o ministro dos Transportes, Jean-Baptiste Djebbari, para calcular o número de pessoas que serão atingidas pelo dispositivo”, disse Véran.

Os testes vão ser acrescentados no protocolo sanitário em vigor nos aeroportos franceses, que já contam com os controles de temperatura dos passageiros. A Academia Francesa de medicina havia preconizado, no início do mês, o uso dos testes a base de saliva, em complemento aos testes PCR (baseados em coleta de material nas narinas).

Mais testes na população

Os anúncios do ministro da Saúde fazem parte da estratégia da França para evitar uma nova fase de contaminação no país, onde a epidemia já é considerada “sob controle”. Véran, aliás, se mostrou confiante e disse que “a França está pronta para impedir uma segunda onda” e que “nos últimos três meses, o vírus vem regredindo a cada semana”.

Na quarta-feira, o governo francês também anunciou uma campanha de testes em massa. O protocolo, aplicado de forma voluntária, visa principalmente as regiões que registraram um aumento recente no número de casos de Covid-19.

Atualmente, 350 mil pessoas são testadas semanalmente na França, mas o ministro espera aumentar esse ritmo. “Somos capazes de ir além”, insistiu Véran, anunciando que um milhão e meio de mensagens foram enviadas pelo sistema de seguridade social convocando a população a fazer o teste.

// RFI

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Nokia é a marca de Android mais durável e segura, aponta pesquisa

A Counterpoint Research divulgou um novo relatório sobre o índice de confiabilidade das fabricantes de smartphones e destacou o desempenho da HMD/Nokia, que liderou o ranking pelo segundo ano. Em resumo, a empresa foi a …

Rejeição à França aumenta no mundo islâmico

Após governo Macron sair em defesa do secularismo e iniciar ofensiva contra o islã radical, líderes como o presidente turco Erdogan passam a insuflar suas populações como forma de distração de problemas internos. Na esteira do …

Meteoro explode no céu e causa tremor em cidades da Bahia

Um meteoro brilhou nos céus de algumas cidades da Bahia nesta segunda-feira (26). O bólido (nome que recebem os meteoros que explodem na atmosfera terrestre tornando-se extremamente brilhantes), foi detectado e registrado por câmeras de …

O salmão consumido no Brasil está acabando com a costa chilena

Comer em um rodízio de japonês pode soar como uma ótima ideia para quem gosta das iguarias orientais. O que muita gente não sabe é que o salmão comprado como matéria prima em restaurantes do …

Motor nuclear projetado para NASA poderá transportar humanos para Marte em apenas 3 meses

A NASA tem como meta enviar a primeira tripulação humana para Marte em 2030, e certa inovação poderá fazer a jornada de mais de 64 milhões de quilômetros em apenas três meses, em vez de …

Imunidade ao coronavírus 'diminui rapidamente' em assintomáticos, diz estudo britânico

Um estudo britânico publicado nesta terça-feira mostra que a imunidade adquirida por pessoas curadas do novo coronavírus "diminui muito rapidamente", especialmente em pacientes assintomáticos e, em certos casos, pode durar apenas alguns meses. O trabalho …

Senado dos EUA aprova indicada de Trump para Suprema Corte

A poucos dias das eleições americanas, Amy Barrett é confirmada para a vaga por 52 votos a 48. Conservadora e católica devota, ela substitui Ruth Bader Ginsburg, uma das mais célebres figuras progressistas do tribunal. O …

NASA descobre grandes quantidades de água em cratera iluminada na Lua

Nesta segunda-feira (26), a NASA revelou os resultados de dois estudos que trouxeram novas descobertas sobre a Lua: dados obtidos pelo observatório aéreo Stratospheric Observatory for Infrared Astronomy (SOFIA) confirmam, pela primeira vez, que existe …

Ciclone no litoral brasileiro pode causar tempestades em 9 estados

Um ciclone no litoral brasileiro já está causando graves chuvas em diversas regiões do Brasil e seus impactos podem causar tempestades em 9 estados. O Instituto Nacional de Metereologia (Inmet) emitiu sinal de alerta para diversas …

Processo contra o Google nos EUA pode afetar o modo como você usa seu celular

Na última terça-feira (23), o Departamento de Justiça dos EUA entregou um "presente de Halloween" pouco agradável ao Google: um gigantesco processo antitruste, acusando a empresa de práticas que eliminam a competição nos mercados de …