Gene neandertal aumenta risco de complicações da covid-19

Estudo mostra que variação genética herdada de neandertais eleva em três vezes probabilidade de paciente com o coronavírus precisar de ventilação mecânica. Risco é semelhante ao de doenças pré-existentes.

Pacientes de covid-19 que possuem em seu DNA um agrupamento de genes herdados dos neandertais correm um risco maior de desenvolver complicações graves da doença, revelou um estudo do Instituto Max Planck de Antropologia Evolucionária, em Leipzig, na Alemanha.

De acordo com os pesquisadores, infectados com o novo coronavírus que carregam essa herança genética têm três vezes mais probabilidade de precisar de ventilação mecânica. Genes herdados de neandertais estão presentes em 16 % da população europeia e em metade da população do sul da Ásia e quase não está presente na África e no leste da Ásia.

Em vários momentos da história da evolução, os antepassados dos seres humanos se cruzaram com os já extintos neandertais, o que resultou numa troca de genes presentes até hoje.

Segundo o estudo publicado nesta quarta-feira (30/09) na revista especializada Nature, essa variação está ligada a um risco maior de hospitalização e insuficiência respiratória em infectados com o coronavírus. O risco associado a esse agrupamento de genes é semelhante ao de outros fatores, como idade ou doenças pré-existentes.

“É notável que a herança genética dos neandertais tenha consequências tão trágicas durante a pandemia atual”, afirmou Svante Paabo, diretor do departamento de genética do Instituto Max Planck de Antropologia Evolucionária.

O ponto de partida do estudo foi uma pesquisa da Covid-19 Host Genetics que revelou que uma variação genética numa determinada região do cromossomo 3 está associada a formas mais graves da doença. Essa mesma região era conhecida por abrigar a herança genética de origem neandertal.

Para chegar à conclusão, os pesquisadores compararam então agrupamentos de genes de neandertais e denisovanos. Eles notaram que essa variação era quase idêntica a uma encontrada num neandertal da Croácia que viveu há 50 mil anos. Já os denisovanos não carregavam esses genes.

O estudo afirma ainda ser mais provável que essa alteração tenha entrado no fundo genético do homo sapiens por meio de cruzamentos mais recentes.

Os pesquisadores também notaram que a prevalência dos genes do neandertal é mais elevada nos naturais de Bangladesh, 63% da população, o que ajudaria a explicar o porquê de pessoas com ascendência de Bangladesh terem um risco duas vezes maior de morrer por causa de covid-19 do que o resto da população.

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Demi Lovato vai comandar programa de TV investigativo sobre OVNIs

A atriz e cantora Demi Lovato está prestes a se aventurar em um desafio de outro mundo. A artista anunciou na última semana a sua participação em uma série limitada para a plataforma de streaming …

CPI da Covid: como 'isolamento vertical' pode virar arma contra Bolsonaro

Uma das linhas de investigação da CPI da Covid apura se o governo federal adotou a estratégia da imunidade de rebanho, ou seja, a obtenção da imunidade coletiva por meio da infecção da população, no …

Astrônomos continuam encontrando inexplicáveis anéis circulares misteriosos no céu

Nos últimos anos, astrônomos avistaram vários objetos de rádio gigantescos e quase perfeitamente circulares no universo distante. Embora ninguém tenha uma explicação para essas entidades misteriosas ainda, uma equipe adicionou recentemente outra ao seu catálogo, …

Conflito tem seu dia mais sangrento em Gaza

Bombardeios israelenses deixam pelo menos 42 palestinos mortos e elevam total de vítimas a 188. Netanyahu diz que ataques continuarão. Sem um cessar-fogo à vista, o atual conflito entre Israel e Hamas teve neste domingo (16/05) …

Apple é acusada de enganar usuários através de aplicativos fraudulentos na App Store

A Apple segue batendo recordes financeiros. No entanto, escândalos um atrás do outro aumentam a preocupação em torno da App Store. Após chamar a atenção internacional com as recentes revelações sobre a existência de cassinos ocultos …

Chile escolhe representantes para elaborar nova Constituição

O domingo foi o último dia de votação no Chile para a escolha dos redatores da nova Constituição do país. Os 155 representantes eleitos terão a tarefa de mudar o texto herdado da ditadura. …

China consegue pousar veículo não tripulado em Marte

A China conseguiu neste sábado pousar um veículo autônomo não tripulado em Marte. A fase final da operação Tianwen-1 aconteceu sem falhas, informou a TV estatal chinesa, que transmitiu um programa especial chamado Alo …

Lewandowski permite que Pazuello fique em silêncio na CPI

Ex-ministro da Saúde será obrigado a comparecer ao depoimento, mas não precisará responder perguntas que possam incriminá-lo. No entanto, será obrigado a falar a verdade em fatos e questões relacionados a terceiros. O ministro do Supremo …

Como o coronavírus afeta o fígado

O SARS-CoV-2, vírus causador da covid-19, mudou completamente a cara do mundo que conhecíamos até então. Ele afetou praticamente todos os aspectos da vida cotidiana e causou mudanças substanciais nas ciências da saúde e, portanto, na …

'Síndrome de Havana': lesão cerebral atinge ao menos 130 diplomatas e oficiais americanos, dizem EUA

Diplomatas, agentes da CIA e oficiais de defesa dos EUA relataram sintomas graves da perturbação conhecida como "síndrome de Havana" nas últimas semanas. O elevado número de casos causa espanto. Nas últimas semanas, foram relatados mais …