Híbrido de píton recém-descoberto na Flórida pode ser uma “supercobra”

Híbridos de píton recém-descobertos no sul da Flórida, nos Estados Unidos, podem ser mais fortes e adaptáveis ao meio ambiente do que os seus familiares “não-híbridos”.

Geneticamente falando, as pitons são, na maioria, pitons birmanesas (Python bivittatus). Estes animais foram levados para a Flórida como animais de estimação exóticos e foram introduzidos no deserto do estado norte-americano na década de 1980. Desde então, as pitons aumentaram seu número para dezenas de milhares e travam atualmente uma guerra contra pequenos mamíferos.

De acordo com um novo estudo, publicado há duas semanas na revista Ecology and Evolution, algumas dessas pitons birmanesas carregam traços genéticos de outras espécies distintas, tornando-as assim híbridos robustos.

Um grupo de pesquisadores descobriu esse híbrido enquanto analisava tecidos provenientes das caudas de 426 pítons birmanesas, recolhidos entre 2001 e 2012, no sul da Flórida, incluindo o parque nacional de Everglades.

Durante a pesquisa, os cientistas descobriram que 13 das cobras analisadas tinham marcas genéticas da píton indiana (Python molurus) no seu DNA mitocondrial – composto orgânico que é passado da progenitora para os filhotes.

No entanto, e de acordo com o The Guardian, isso não significa que haja uma espécie híbrida e perigosa ameaçando a Flórida. Pelo contrário, os cientistas acreditam que o cruzamento ocorreu há muito tempo, antes mesmos das pítons começarem a se multiplicar e expandir pelo território da Flórida.

Segundo o estudo, a combinação de genes robustos oriundos de diferentes espécies pode criar pítons com “vigor híbrido”, isto é, pítons capazes de viver em diversos ambientes e melhor adaptadas às mudanças climáticas. As pítons indianas preferem viver em áreas mais altas e secas, enquanto que as birmanesas gostam de água, preferindo viver em florestas ribeirinhas ou campos inundados.

“O fato mais importante é que a população de pítons birmanesas é grande e, provavelmente, continuará a crescer, prejudicando as populações de animais nativos”, disse a autora principal da pesquisa, Margaret Hunter, em declarações à ABC.

Ambas as espécies que deram origem ao híbrido são espécies invasoras. A Fox News nomeia estes híbridos de “supercobras”.

De acordo com a National Geographic, as pítons birmanesas são nativas do sudeste asiático e podem crescer até os 7 metros e pesar mais de 90 quilos. Essas cobras são “a grande escolha dos donos de répteis”.

Já as pítons indianas, são menores e mais rápidas, sendo nativas da Índia, Sri Lanka, Paquistão e Nepal, de acordo com o jardim zoológico de Maryland.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Brasileira cria esmalte em dose única para variar cores sem desperdício

Uma empreendedora mineira de Juiz de Fora criou o esmalte em dose única, o sonho de mulheres que gostam de variar as cores, com higiene, sem desperdício e sem acumular vários vidrinhos em casa. Gláucia Mangia, …

Promoção Black Friday Goodoffer24: Windows 10 Pro por R$ 51,20; Office 2016 Pro por R$ 115,95. Tudo com 20% de desconto!

A Black Friday está chegando e se você está à procura de novos softwares, veja algumas ótimas ofertas que a Goodoffer24.com preparou para você! A GoodOffer24.com já está vendendo com preços de Black Friday. E se …

Escritora de romance erótico gay é condenada a mais de 10 anos de prisão na China

Uma escritora chinesa foi condenada a dez anos e meio de cadeia pela publicação de um romance erótico com protagonistas homossexuais. A sentença chocou e indignou país. A escritora de apelido Liu, mas mais conhecida como …

Juiz proíbe Trump de recusar asilo a imigrantes

Um juiz federal proibiu temporariamente a Administração Trump de recusar asilo a imigrantes que cruzem ilegalmente a fronteira no sul dos Estados Unidos. Um juiz federal proibiu temporariamente a Administração norte-americana liderada por Donald Trump de …

Mudanças climáticas podem ter feito a civilização mais antiga da Terra desaparecer

Pesquisadores da Instituição Oceanográfica Woods Hole sugeriram que a antiga civilização do Vale do Indo, que se desenvolveu entre 3.300 e 1.300 anos a.C, desapareceu devido à migração causada pelas mudanças climáticas. A civilização, também conhecida …

A galáxia mais brilhante do Universo é “canibal”

A galáxia mais brilhante já descoberta no Universo, a W2246-0526, localizada na constelação Aquarius, devorou não duas, mas três das suas galáxias satélite, o que pode explicar sua forte luminosidade. De acordo com um novo artigo, …

Brasileiro Carlos Ghosn, presidente do grupo Renault-Nissan, é preso no Japão

O presidente do conselho de administração da Nissan Motor Co, o franco-brasileiro Carlos Ghosn, foi detido nesta segunda-feira em Tóquio em uma investigação das autoridades do Japão por supostas irregularidades em suas finanças pessoais, informou …

Talvez os neandertais não fossem tão brutos como se pensava

Apesar de vários esqueletos de neandertais terem sido encontrados com ferimentos graves na cabeça e no pescoço, um novo estudo sugere que não fossem tão violentos como se pensava. Na verdade, os níveis de lesões cranianas …

Raro berçário de tubarões nas águas profundas da Irlanda

Um raro viveiro de tubarões, com centenas de adoráveis tubarões-gato-de-boca-preta, foi descoberto nas frias e profundas águas da Irlanda, a 320 quilômetros a oeste da costa. Esse é o maior berçário de tubarões já encontrado …

Cientistas revelam nova razão que explica dependência do álcool

De acordo com um novo estudo, a dependência do álcool tem uma relação direta com as mudanças climáticas: quanto mais frio é o clima e menos incidência de sol, mais as pessoas tendem a consumir …