Híbrido de píton recém-descoberto na Flórida pode ser uma “supercobra”

Híbridos de píton recém-descobertos no sul da Flórida, nos Estados Unidos, podem ser mais fortes e adaptáveis ao meio ambiente do que os seus familiares “não-híbridos”.

Geneticamente falando, as pitons são, na maioria, pitons birmanesas (Python bivittatus). Estes animais foram levados para a Flórida como animais de estimação exóticos e foram introduzidos no deserto do estado norte-americano na década de 1980. Desde então, as pitons aumentaram seu número para dezenas de milhares e travam atualmente uma guerra contra pequenos mamíferos.

De acordo com um novo estudo, publicado há duas semanas na revista Ecology and Evolution, algumas dessas pitons birmanesas carregam traços genéticos de outras espécies distintas, tornando-as assim híbridos robustos.

Um grupo de pesquisadores descobriu esse híbrido enquanto analisava tecidos provenientes das caudas de 426 pítons birmanesas, recolhidos entre 2001 e 2012, no sul da Flórida, incluindo o parque nacional de Everglades.

Durante a pesquisa, os cientistas descobriram que 13 das cobras analisadas tinham marcas genéticas da píton indiana (Python molurus) no seu DNA mitocondrial – composto orgânico que é passado da progenitora para os filhotes.

No entanto, e de acordo com o The Guardian, isso não significa que haja uma espécie híbrida e perigosa ameaçando a Flórida. Pelo contrário, os cientistas acreditam que o cruzamento ocorreu há muito tempo, antes mesmos das pítons começarem a se multiplicar e expandir pelo território da Flórida.

Segundo o estudo, a combinação de genes robustos oriundos de diferentes espécies pode criar pítons com “vigor híbrido”, isto é, pítons capazes de viver em diversos ambientes e melhor adaptadas às mudanças climáticas. As pítons indianas preferem viver em áreas mais altas e secas, enquanto que as birmanesas gostam de água, preferindo viver em florestas ribeirinhas ou campos inundados.

“O fato mais importante é que a população de pítons birmanesas é grande e, provavelmente, continuará a crescer, prejudicando as populações de animais nativos”, disse a autora principal da pesquisa, Margaret Hunter, em declarações à ABC.

Ambas as espécies que deram origem ao híbrido são espécies invasoras. A Fox News nomeia estes híbridos de “supercobras”.

De acordo com a National Geographic, as pítons birmanesas são nativas do sudeste asiático e podem crescer até os 7 metros e pesar mais de 90 quilos. Essas cobras são “a grande escolha dos donos de répteis”.

Já as pítons indianas, são menores e mais rápidas, sendo nativas da Índia, Sri Lanka, Paquistão e Nepal, de acordo com o jardim zoológico de Maryland.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Andrzej Duda reeleito Presidente da Polónia

O chefe de Estado da Polónia, Andrzej Duda, venceu as presidenciais deste domingo. Segundo os dados oficiais da comissão eleitoral que se baseiam nos resultados de 99,97% das mesas de voto. Uma segunda volta renhida, …

Com mais de 35 mil mortes pela COVID-19, México passa Itália em óbitos causados pela doença

O México chegou neste domingo (12) a marca de mais de 35.000 mortes causadas pela COVID-19, tornando-se o quarto país do mundo com mais óbitos provocados pela doença. Anteriormente, a Itália era quarta nação do mundo …

Ex-assessor de Carlos Bolsonaro é efetivado na Funarte

Luciano da Silva Barbosa Querido, ex-assessor do vereador Carlos Bolsonaro, foi efetivado como presidente da Fundação Nacional de Artes (Funarte) nesta segunda-feira (13/07), após ocupar o cargo interinamente por mais de dois meses. A decisão, publicada …

Espanha determina confinamento em parte da Catalunha, enquanto focos de Covid-19 aumentam no mundo

Autoridades da Catalunha (nordeste da Espanha) ordenaram neste domingo (12) que 200.000 habitantes que vivem ao redor da cidade de Lérida retornem ao confinamento obrigatório, enquanto aumenta a preocupação em todo o mundo com …

TikTok pode sair da China para se afastar de polêmicas envolvendo privacidade

Febre durante a pandemia do novo coronavírus, nos últimos dias o TikTok tem virado notícia não pelo sucesso dos vídeos compartilhados na rede social, mas sim pelas sérias acusações de violação à privacidade dos usuários …

Nuvem monstruosa de poeira do Saara é observa da espaço vindo em direção a Amazônia

  Todo os anos o deserto do Saara, lá do lado oposto do Oceano Atlântico, sopra uma nuvem tão gigantesca de poeira em direção as Américas que foi apelidada de Godzilla. É a maior destas nuvens em …

Oi? Kanye West compara vacina para COVID-19 com "a marca da besta"

Em nova polêmica, o rapper norte-americano Kanye West fez uma série de revelações sobre como ele enxerga uma possível vacina contra o novo coronavírus (SARS-CoV-2). Durante entrevista concedida para a revista Forbes, o cantor também comentou …

Comentarista da CNN Brasil insinua que gays são promíscuos e ‘têm chance muito maior de ter Aids’

A CNN Brasil convidou o comentarista Leandro Narloch para falar sobre ao vivo sobre a decisão do Supremo Tribunal Federal (STF), de liberar a doação de sangue por parte de homens homossexuais e mulheres transsexuais, …

China detecta rastros de coronavírus em pacotes de alimentos do Equador

A China anunciou nesta sexta-feira (10/07) a suspensão das importações de alimentos do Equador após encontrar rastros do novo coronavírus em embalagens de camarão. Os vestígios foram encontrados em contêineres com pacotes de camarão branco do …

Pesquisadores se deparam com '1º colar' humano de 160.000 anos

Fósseis de conchas de amêijoas de 160 mil anos encontradas em cavernas de Israel são os primeiros exemplares de conchas usadas como adorno no corpo humano, defendem pesquisadores. Há cerca de 160 mil a 120 mil …