Homossexuais pensam em deixar o Brasil caso Bolsonaro vença as eleições

Marcelo Sayao / EPA

#EleNão

Com a sensação de ser perseguida, a comunidade homossexual brasileira admitiu pensar em sair do país. Desde o primeiro turno, foram registrados 50 casos de violência cometidos por apoiantes do candidato do PSL e 32 motivados por homofobia.

“Parece que o preconceito estava escondido no armário”, afirmou Filipe Marquezin, advogado de 32 anos que falou ao Diário de Notícias em relação à onda de violência contra homossexuais registrada após serem revelados os resultados do primeiro turno das eleições, no qual Jair Bolsonaro obteve 46% dos votos.

No total, a agência de jornalismo de pesquisa contabilizou 56 casos de violência até a meia-noite de quarta-feira (10). Destes, 50 estão conectados a apoiantes de Jair Bolsonaro e 32 tiveram motivações homofóbicas.

“O clima está ficando muito complicado, são cada vez mais os relatos na internet de agressões, sempre sob a bandeira do candidato Bolsonaro“, diz o advogado, residente em São Paulo, na região sudeste – que tem registrado mais ataques.

“Não sabemos ao certo quanto tempo isso vai durar, tanto se ele perder, o que parece difícil, tanto se ele ganhar. Nota-se que muito mais pessoas se sentem à vontade para destilar seu ódio e preconceito pelas ruas”, destacou.

Fundador de um clube esportivo voltado à comunidade LGBTQ+, Filipe Marquezin assume estar preocupado com seus alunos e amigos que saem sozinhos dos treinos noturnos.

Marquezin conta ainda que tem assistido, cada vez mais, a amigos homossexuais afirmarem que ponderam migrar caso o candidato do PSL vença. “Não digo que haja um movimento nesse sentido, mas as pessoas falam muito nisso esporadicamente”, revelou.

Casos de quem quer ou vai mesmo deixar o país

Hemílio Casaletti, designer de 29 anos, é um desses casos. “Já estamos conversando com amigos e conhecidos que moram em Portugal para saber da possibilidade de migrar caso ele ganhe”, contou ao DN.

“Os meus amigos daqui estão pensando em vender os carros e pedir as contas dos empregos e partir”, afirmou.

Casaletti diz ainda que “o medo de andar na rua sempre existiu, mas agora com o discurso de Bolsonaro é muito maior. Os eleitores dele se sentem legitimados a agir dessa maneira”.

“É sobre isso que nós estamos falando e as pessoas não entendem: o fascismo sempre existiu no Brasil, ele só estava escondido – por medo e pela falta de coragem que agora tem graças a esse candidato”, explicou o designer.

De Ribeirão Preto, a 350 quilômetros a norte de São Paulo, o designer explicou ainda que “o medo tomou conta de todas as pessoas, basta usarem vermelho nas ruas, mas os homossexuais o sentem mais ainda”.

Leonardo Gonçalves, turismólogo do Rio Janeiro de ascendência portuguesa, diz que “em janeiro” já estará em Portugal. “Os poucos parentes que tenho aqui votam em Bolsonaro. Se eu estava quase só, agora estou mesmo sozinho”, admitiu Leonardo.

O turismólogo, já com planos para viver em Portugal, assume que sempre achou estranho ouvir jovens brasileiros dizerem as mesmas coisas que seus “tios de 80 anos do Minho”.

“A lógica é muito semelhante, uns aqui e outros lá, lutam para que as coisas evoluam o menos possível, basta ver a faixa etária de quem apoia o Bolsonaro aqui e a faixa etária de quem apoia o Bolsonaro lá”, contou.

Para o turismólogo de 42 anos, “viver no Brasil com Bolsonaro é correr risco de vida” e “quem tem uma elite que pensa como a elite daqui, nem precisa de terroristas“.

Os ataques contra a comunidade LGBTQ+

Entre os ataques mais falados na imprensa nacional e internacional, está o caso de uma jovem de 19 anos, lésbica, agredida e marcada com traços de uma suástica na barriga. O caso aconteceu em Porto Alegre (RS).

Isabela, transexual negra de 25 anos, contou que, em Belo Horizonte, foi puxada para dentro de um carro. Em seguida, foi espancada, cuspida e agredida com pontas de cigarros acessos.

Isabela recorda ainda o que os agressores lhe disseram: “Se ele ganhar, vamos poder caçar mais macacos, traveco, não vamos te matar agora porque você ainda pode ter jeito, mas se não tomar jeito vai morrer de Aids”.

Em São Paulo, uma mulher que grafitava “#elenão” em um muro foi detida pela polícia e posteriormente espancada e atirada nua para uma cela de prisão. Segundo contou, os agentes da polícia disseram que “enquanto não dissesse ‘ele sim’, não sai daqui”.

Violência generalizada

Apesar dos casos associados a apoiantes de Bolsonaro, a violência no Brasil não é incomum e exclusiva de quem apoia o PSL.

O próprio Jair Bolsonaro foi esfaqueado em Juiz de Fora, Minas Gerais, por um opositor e um grupo de manifestantes que vendiam camisetas do PSL foi atropelado por um professor universitário, que era contra o candidato presidencial.

O caso do ataque que sofreu em Juiz de Fora é utilizado por Bolsonaro para se afastar dos atos violentos que são associados à sua candidatura. O líder das pesquisas, que até tem o apoio da bolsa brasileira, disse dispensar “o voto e qualquer aproximação de quem pratica violência contra eleitores do adversário”.

Fernando Haddad, candidato do PT que disputará o segundo turno com Bolsonaro, diz que “é preciso conter a barbárie” e que se encontra em conversas “com todas as forças que queiram combatê-la” e que é necessário “colocar um fim nessa violência”.

Os candidatos Jair Bolsonaro (PSL) e Fernando Haddad (PT) irão se enfrentar no segundo turno das eleições no dia 28 deste mês, após terem obtido 46% e 29% dos votos, respectivamente, no primeiro turno.

Ciberia // ZAP

COMPARTILHAR

28 COMENTÁRIOS

  1. Não vejo problema nisso. Eu sou eleitor do Bolsonaro e também já estou tomando as providências para sair do Brasil, caso ele não vença.

  2. Não vai acontecer nada disso….vc. criam estes fake News contra o Bolsonaro porque vc. São PT… Isto vai acontecer se os comunista sim a sumirem o governo. Fora ptzada

  3. Coisa mais absurda, conheço diversos homosexuais que votaram e vão votar novamente em Bolsonaro, preconceito e violência sempre existiram e Bolsonaro nunca pregou qualquer tipo de violência.

  4. Quem diz que vai embora se o Bolsonaro vencer a eleição, perdeu tempo. A pessoa que diz isso, de duas uma, ou é ignorante político ou precisa de uma desculpa para sair do Brasil. Como se a opção sexual de alguém fosse uma preocupação nacional. O que é preocupante sim, é esse ato antipatriótico de querer sair do pais e mudar para outro onde supostamente ser homossexual é sinal de ser livre. Os maiores preconceituosos são aqueles que alegam pré-conceitos. Quer algo mais preconceituoso do que cotas raciais? Quer algo mais primitivo, oportunista e preconceituoso do que assistencialismo praticado pelo governo que se diz democrático e age de forma corrupta? Quer algo mais preconceituoso do que a ideia de que uma ideologia diferente da que deu errado possa ser uma tentativa de dar certo? Enfim, essas notícias politiqueiras e descabidas são a prova mais clara da manipulação sobre a ignorância alheia. Confundir raça, credo, preferencia sexual, etc, com ideal democrático é tão anti-democrático quanto querer que um país inteiro pense unilateralmente como pretendeu o governo anterior. Usa e abusa do marketing politiqueiro para culpar os outros sem olhar para os próprios erros. Esses escrevem esse tipo de ideologia jornalistica politiqueira e hipócrita é quem deveriam ir embora do país, fazendo um grande favor a nação que precisa estar unida para estabilizar a economia e extirpar a corrupção que se traveste de discursos idiotizados.

  5. Quanto exagero! E a maioria dos pretensos casos é pura lorota – como o da tal suástica, obviamente gravada pela própria moça em frente ao espelho (por isso saiu invertida). Qualquer mentira que se crie é noticiada pela imprensa com estardalhaço e sem um pingo de senso crítico.
    A esquerda criou um espantalho do Bolsonaro pra espancar, mas exagerou tanto na dose que agora fica chorando de medo do monstro que imaginou. Parecem aqueles moleques de filme americano que contam histórias de terror à beira da fogueira e depois não conseguem dormir de medo das lorotas que inventaram.

  6. São uns tolos birrentos fazendo propaganda petista de maneira ingênua. Querem que fiquemos com dó (são vítimas de uma fantasia) ? Regimes socialistas dizimaram minorias, inclusive fisicamente. Bolsonaro não vai vigiar a vida sexual de ninguém. Grupos imensos de gays votam em Bolsonaro e na direita. Também é mentira que Bolsonaristas estão atacando adversários no Brasil. Agora, estes tipos de gentes, cheias de não me toques, não fazem falta aqui, nem em Portugal, a menos que, virem adultos livres do cabresto petista e tratem dos principais e verdadeiros problemas do Brasil.

  7. Acreditar que o PT vai instaurar um regime socialista ou comunista é devaneio. É claro que grupos como LGBT ficam ameaçados num pretenso governo do Bolsonaro. E nem tanto por ele (que, sinceramente, me soa como conversa de pipoqueiro da esquina ou taxista esclarecido – com todo o respeito aos pipoqueiros e taxistas), mas sim pelos seus eleitores intolerantes. Ter Bolsonaro na presidência é pensar que “está liberado”. Acredito que nenhum homossexual esteja feliz com isso. Bolsonaro diz que eles querem privilégios. Mas quais privilégios? Respeito? Que possam adotar as milhares de crianças abandonas pelos casais heterossexuais-defensores-da-família-brasileira? Que possam deixar herança e previdência aos seus companheiros ou maridos? Ou que simplesmente não sejam mortos pelo simples fato de serem o que são? Com todo o respeito, mas isto não é “não-me-toque”. Isto é preocupante… É preciso ter muita cautela na hora de escolher e legitimar este tipo de governo. O Brasil não pode andar pra trás…

      • Disse tudo, Esther, apenas para quem só quer ouvir isso.
        Seguramente, a maior parte da população brasileira não aceita esse comportamento que é criticado por ambos os lados da Política. Não aceita o “mimimi” desenfreado de minorias. Não aceita a violência contra as minorias.
        Mas uma coisa excelente o Bolsonaro declarou: As minorias têm que se submeter à maioria. Isso é Democracia. Isso é voto vencido. Não importa se as minorias são religiosas, são homossexuais, são caçadores de capivaras, são lavadores de dinheiro, são plantadores de flores na praça pública. Minoria tem essa classificação por motivos muito racionais, lógicos, democráticos, éticos e preservadores da cultura nacional.
        Quais são os direitos das minorias que devem ser garantidos? Os mesmos direitos da maioria. Tem que ser assim para o bem da Democracia, pela estabilidade da Nação, para se colocar um ponto final nos conflitos tolos de interesses.
        Se o Brasil declarar guerra a um país, as minorias que forem contrárias a ela deverão pegar o primeiro navio para Atlântida ou ficar e lutar pelos valores que a maioria estará defendendo. E cesse o papo!

    • Realmente Esther, o Brasil não pode “MAIS” andar pra trás.
      Já estamos com 16 anos de atraso, precisamos de um presidente que reorganize a bagunça e roubalheira que o PT fez!!
      E sinceramente, pelo que vejo de plano de segurança e talas do Bolsonaro, ele vai SIM proteger à todos os cidadãos de bem. Independente se são homosexuais, bisexuais, heterosexuais.
      Isso que é complicado, não adianta se vitimizar, tem gente morrendo e apanhando e sendo atacada em todo lugar, independente de sua orientação sexual ou credo.
      O que precisamos é de um presidente que combata a violência no geral.
      E desse modo todos os cidadão de bem serão beneficiados.
      Tenho CTZ ABSOLUTA que o Bolsonaro é o cara que chega mais perto desse ideal, por isso votei… e voto nele de novo.

  8. Em vez de trazer alguma luz no fim do tunel o pessoal segue destilando odio!!! E dizem que nao sao preconceituosos…
    E a justiça cada vez mais cega…

  9. Sou gay, casado (com outro gay, é bom dizer) e nós dois, além de vários amigos e conhecidos gays, votaram e votarão no Bolsonaro. O que O PT fez em mais de uma década de governo foi destruir o Brasil economicamente e criar ou fortalecer uma divisão enorme entre as pessoas: negros x brancos; pobres x ricos; petistas x antipetistas; ‘fascistas’ x ‘comunistas’; sulistas x nordestinos; heterosexuais x homosexuais…e por aí vai. Haddad está agora nitidamente querendo fazer com que católicos antipatizem com os evangélicos. Enfim, o PT criou uma enorme divisão no Brasil, inclusive com a lógica de cotas e protecionismo de minorias, que ao invés de eliminar a distinção entre minorias e ‘maiorias’ e o preconceito entre elas, só fez aumentá-los. Bolsonaro está longe de ser santo ou um salvador da pátria, mas o PT, simplesmente, PT NUNCA MAIS! Os incomodados, gays ou não, que se retirem caso o candidato deles não saia vencedor.

    • Você, seu marido, seus amigos e conhecidos gays que votarão em Bolsonaro são os dinossauros que votarão no meteoro porque querem uma mudança! Cuidado! Quando a educação não é libertadora, o sonho do oprimido é virar opressor!

      • Você de novo?
        De onde vem sua autoridade ou base moral ou intelectual para classificar pessoas que pensam diferentemente como “dinossauros”? Precisamos de argumentos inteligentes para, com o coração sereno (você entende esse conceito?), refletirmos melhor sobre a sua divagação.
        Em princípio, uma pessoa é chamada de dinossauro quando apresenta comportamento e ou pensamento muito anterior ao da cultura vigente. Mas isso não significa, necessariamente, que essa pessoa esteja errada.
        Quanto a comparar o Bolsonaro a um meteoro, sua atitude até pode ser compreendida como um ELOGIO. Na ocasião da suposta queda que afetou a vida terrestre, a vida não foi toda extinta. Só o foram aquelas formas que Deus, na sua soberania, quis exterminar.
        É uma excelente ocasião para, aproveitando sua postura de tiranossauro, fazermos uma analogia com a soberania do povo brasileiro.
        Se o meteoro cair, bem pode ser que a vontade do povo em extinguir as formas de vida corruptas, vis, purulentas, degradantes, sejam exterminadas.
        Veja bem! Não estou me referindo simplesmente às minorias em geral, mas às minorias prejudiciais, que estão atuando como predadoras da vida pacífica e progressista da Nação. Você já deve saber a quais estou me referindo.

  10. A cada comentário maldoso, mentiroso e tendencioso destes, aumenta minha rejeição pela página. Realmente, não merece nenhuma credibilidade.

  11. Que matéria mais sem sentido! As pessoas estão deixando o Brasil pela penúria que os governos PT provocaram no País! As pessoas estão deixando o Brasil (note: Pessoas, de todos os gêneros ou classificação: homens, mulheres, gays e etc…..) porque não tem assistência médica! Pessoas estão deixando o Brasil porque não tem emprego e nem acesso à Educação! As pessoas estão deixando o Brasil porque não tem segurança e são assaltadas e mortas sem que possam se defender ou tenham algum tipo de proteção. As pessoas estão deixando o Brasil por desgosto de ver a Petrobras tendo que fechar um acordo milionário com os investidores americanos pelas perdas causadas pela má administração da empresa entre os anos de governo petista (final de Lula e o primeiro mandato de Dilma). Essas são as razões que muitos brasileiros já deixaram o Brasil.

  12. Esses caras que estão batendo em homossexuais são todos da ESQUERDA vestindo camisas do Bolsonaro!!! Tática velha!! QUem vota em Bolsonaro é inteligente, não está preocupado com o sexo de ninguém, mas sim com quantos bilhões de Reais estão sendo desviados para outros países e para enriquecer os corruptos safados!! Deixem de divulgar fakes… já se descobriu pelas placas dos carros, que quem estava distribuindo capim para os nordestinos eram os militantes do PT. PTista é que devia comer capim!!

  13. Se forem embora mesmo, muitos vão fazer falta pois são muito alegres. Alguns, não deixarão a menor saudade, dentre eles Jean Willys , arrogante provocador e disseminador do ódio entre as pessoas com diferenças sexuais. Pelo Jean Willys, já vai tarde!

  14. eles que esperem se implantarem o comunismo , aí vão ver o que é perseguição, bando de ptistas que não tem o que fazer e não se preocupam com a situação do país …

DEIXE UM COMENTÁRIO:

Físico cria algoritmo de IA que pode provar que a realidade é uma simulação

Um cientista criou um algoritmo de computador que pode levar a descobertas transformadoras em energia e cuja própria existência levanta a probabilidade de que nossa realidade possa realmente ser uma simulação. O algoritmo foi criado pelo …

The Crown "é baseada na verdade", diz Harry que dá ideia de convívio com família real

Principe Harry defendeu a série “The Crown” da Netflix, dizendo que – embora não fosse “estritamente preciso” – retratava as pressões da vida dentro da família real. Em uma entrevista com James Corden, do programa americano …

Microsoft acusa hackers chineses de ciberataques a entidades dos EUA com uso de falhas desconhecidas

A Microsoft relatou a detecção de exploits desconhecidos utilizados por hackers chineses "patrocinados pelo Estado" destinados a atacar versões locais da Microsoft Exchange Server a fim de receber informações de entidades dos EUA. Exploit é uma …

Compra de mansão lança novas suspeitas sobre Flávio Bolsonaro

Filho mais velho do presidente comprou imóvel de luxo de R$ 6 milhões. Valor está bem acima do patrimônio declarado pelo senador, e condições de empréstimo para quitar mais da metade do valor levantam questionamentos. O …

Condenado a três anos de prisão, ex-presidente francês Sarkozy enfrenta outros processos na Justiça

Ele se tornou o primeiro ex-chefe de Estado francês a receber em primeira instância uma pena de prisão em regime fechado. Nicolas Sarkozy foi julgado culpado na segunda-feira (1°) por corrupção e tráfico de …

Colômbia é o 1º país latino-americano a receber vacinas da iniciativa COVAX

Nesta segunda-feira (1º), um lote de 117 mil doses da vacina da Pfizer/BioNTech chegou à Colômbia por meio da iniciativa COVAX. O país é o primeiro na região a receber os imunizantes do consórcio da …

Twitter vai tolerar até cinco posts antes de banir por desinformação sobre covid-19

O Twitter resolveu endurecer suas políticas de uso e vai pegar mais pesado contra quem dissemina fake news a respeito da COVID-19, tal como a eficácia e segurança das vacinas que visam combater a doença. Em …

EUA: "Trump tenta manter opções em aberto" para eleições presidenciais de 2024

Não demorou muito para Donald Trump se recuperar de sua derrota - que, aliás, ele ainda não reconhece. No domingo (28), o ex-presidente encerrou a Conferência de Ação Política Conservadora em Orlando, na Flórida. Diante …

Japão nomeia ministro da solidão para enfrentar o isolamento social no país

Os sintomas diretos da Covid-19 sobre nossa saúde já são bastante sabidos, entre febre, cansaço excessivo, dores no corpo, tosse seca e problemas respiratórios, mas uma série de efeitos indiretos vem sendo percebidos – se …

Estudo de esqueletos de 200 gerações revela como humanos evoluíram para lutar contra germes

Estudiosos analisaram cerca de 70 mil esqueletos de 200 gerações a fim de entender como a humidade passou por pandemias anteriores. Os estudos foram feitos acerca de doenças infecciosas como tuberculose, treponematose e hanseníase. Os pesquisadores …