Igreja Ortodoxa rompe com Constantinopla: maior cisma do Cristianismo em 1.000 anos

A Igreja Ortodoxa Russa decidiu nesta segunda-feira (15), durante o Sínodo que realiza em Minsk, em Belarus, romper todos os vínculos com o Patriarcado de Constantinopla, anunciou o arcebispo metropolitano Hilarion.

“O Santo Sínodo decidiu romper toda comunhão eucarística com o Patriarcado de Constantinopla”, disse Hilarion, segundo a agência de notícias russa “Interfax”.

O arcebispo metropolitano disse que esta foi uma “decisão obrigatória” e que o Santo Sínodo da Igreja Ortodoxa Russa não podia escolhar outra, devido à “lógica das últimas ações do Patriarcado de Constantinopla”.

No último dia 11, o Sínodo da Igreja de Constantinopla anulou o decreto que subordinava a Igreja Ucraniana à Russa desde 1686 com a intenção de “garantir a Autocefalia à Igreja da Ucrânia”. A Autocefalia é o estado com o qual o bispo-chefe de uma igreja não se reporta a outro superior que tenha autoridade sobre outras igrejas.

Também foi suspenso o anátema que existia desde 1991 sobre sacerdote Filaret, o líder da Igreja Ortodoxa Ucraniana, que foi excomungado por Moscou por autoproclamar uma igreja independente do Patriarcado Russo após a dissolução da União Soviética.

Assim que soube da decisão, Filaret afirmou que convocará um concílio para consumar a unificação de todos os ortodoxos ucranianos, estimados em mais de 30 milhões, sob uma só igreja com capital em Kiev.

Hoje, Hilarion ressaltou que as decisões do Patriarcado de Constantinopla são “ilegais e canonicamente irrelevantes”.

“A Igreja Ortodoxa Russa não aceita esdas decisões e não as acatará. O cisma continua sendo o cisma e os líderes cismáticos continuam sendo líderes cismáticos. A Igreja que reconhece e dialoga com os cismáticos se exclui do âmbito canônico”, disse o religioso.

Hilarion afirmou que o Patriarcado de Moscou acredita que o Patriarcado de Constantinopla revogará suas decisões sobre a Ucrânia. “Esperamos que a razão se imponha e que o patriarca de Constantinopla modifique a sua atitude para a realidade eclesiástica existente”, acrescentou.

Além disso, Hilarion destacou que a Igreja Ortodoxa Russa não retomará laços com Constantinopla enquanto essas “decisões ilegais” vigorarem.

Os ortodoxos russos consideram que o patriarca de Constantinopla, Bartolomeu I, é o líder dos ortodoxos, mas “não como o Papa em Roma”, já que a Igreja Ortodoxa não é como a católica, na qual o pontífice “decide tudo sozinho”.

Atualmente, na Ucrânia existem três igrejas ortodoxas: a que era ligada a Moscou, majoritária; outra ligada ao Patriarcado de Kiev; e uma terceira, que se tornou independente da Rússia em 1920 e que se autoproclamou Igreja Ortodoxa Autocefálica Ucraniana.

Ciberia // EFE / ZAP

COMPARTILHAR

1 COMENTÁRIO

  1. A Igreja Ortodoxa e a Igreja Católica romperam com o Cristianismo muito antes desses mil anos. Elas não são cristãs só porque o dizem. E isso não depende de interpretação.
    Quando uma pessoa passa por outra andando na rua, qual é dificuldade para SABER que está vendo um ser humano?
    Basta a qualquer pessoa de boa vontade ler a Bíblia para saber qual sistema religioso é de Cristo e qual não é.

DEIXE UM COMENTÁRIO:

EUA: Estudo traz primeiros resultados 'promissores' de vacina de RNA mensageiro contra Aids

Uma vacina usando a tecnologia de RNA mensageiro, a mesma que algumas vacinas contra a Covid-19, pode ser usada desta vez contra a Aids. É o que mostram os primeiros resultados promissores de testes …

Viagem de Lula à Argentina visa fortalecer governo de Fernández e teoria de lawfare contra Kirchner

O ex-presidente Lula será o primeiro estrangeiro a discursar diante de uma multidão na Praça de Maio, em Buenos Aires, em um ato destinado a renovar o vínculo do governo argentino com o seu …

Após EUA, vários países se mobilizam em boicote aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim

Reino Unido, Austrália, Canadá, Nova Zelândia seguiram os passos dos Estados Unidos e anunciaram que também vão participar do “boicote diplomático” aos Jogos Olímpicos de Inverno de Pequim, previstos para fevereiro. Os países acusam …

Musk anuncia que Neuralink testará microchips neuronais em humanos em 2022

O bilionário e empreendedor norte-americano referiu que já testou com sucesso um implante cerebral em um macaco, e quer agora que essa tecnologia seja aplicada em humanos. Os humanos poderão ter implantes cerebrais da empresa Neuralink …

Cientistas americanos encontram substância contra coronavírus em algas para sushi

Biólogos americanos esperam que sua descoberta ajude na criação de tratamentos antivírus com base em plantas. Os cientistas determinaram que o sulfato de rhamnan – polissacarídeo componente das algas verdes Monostroma nitidum, utilizadas para embrulhar o …

Mulheres comandam metade dos ministérios no governo Scholz

Futuro chanceler confirma nomes finais do seu governo, que deverá começar os trabalhos ainda esta semana. Percentual de mulheres no comando de ministérios federais é o maior da história da Alemanha. O próximo chanceler federal da …

Biden e Putin fazem videoconferência para tentar resolver impasse na Ucrânia

Joe Biden e Vladimir Putin se preparam para uma vídeoconferência nesta terça-feira (7) em um momento em que as tensões entre Washington e Moscou se intensificam com rumores de uma iminente invasão da Ucrânia …

Aung San Suu Kyi é condenada a 4 anos de prisão

Líder deposta por golpe militar em Mianmar enfrenta série de acusações que a Anistia Internacional chama de falsas. Novo veredicto deve sair nos próximos dias. A líder deposta de Mianmar, Aung San Suu Kyi, foi condenada …

Em último vídeo do mandato, Merkel pede que população se vacine

A chanceler alemã Angela Merkel, que deixará o poder na próxima quarta-feira (8), voltou a defender neste sábado (4) a vacinação contra a Covid-19, no último de uma série de mais de 600 vídeos …

Descobrem na China ferramenta de marfim de 99 mil anos, possivelmente a mais antiga do país

Pesquisadores desenterraram uma pá de marfim datada de há cerca de 99.000 anos em um sítio arqueológico do Paleolítico na província chinesa de Shandong. Acredita-se que o objeto seja uma das primeiras ferramentas de osso utilizadas …